terça-feira, 17 de outubro de 2017
Senado derruba decisão do STF e rejeita afastamento de Aécio

Resultado de imagem para aécio neves cheirando pó
Por 44 votos a 26 em votação aberta, o plenário do Senado decidiu nesta terça-feira (17) revogar o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do...
Por 44 votos a 26 em votação aberta, o plenário do Senado decidiu nesta terça-feira (17) revogar o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato. Ele havia sido afastado em 26 de setembro por determinação da 1ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) devido a investigações decorrentes da delação premiada de executivos da JBS. Outras medidas da Corte incluíram o recolhimento domiciliar noturno e a entrega do passaporte à Justiça. 

Ao todo, 71 dos 81 senadores compareceram à sessão, iniciada por volta das 17h e com quase três horas de duração. Não houve abstenções. Faltaram à sessão 9 senadores, além do próprio Aécio.

"É uma decisão lamentável. Amplia a falta de credibilidade do Congresso e da política no Brasil", afirmou o senador Humberto Costa (PT-PE) após a votação. Costa também classificou como "seletiva" a decisão do Senado. "Fosse alguém do PT, certamente que por muito menos estaria cassado", disse.


AS INFORMAÇÕES SÃO DO UOL NOTÍCIAS
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE

Quatro maiores bancos detêm 78,6% do crédito no país

Os quatro maiores bancos do país concentram a maior parte do mercado de crédito, de acordo com dados do Relatório de Estabilidade Financeira do Banco Central, divulgado nesta terça-feira (17).
Em junho, Itaú-Unibanco, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal detinham 78,65% de todas as operações de crédito. Em junho de 2016, essa concentração era um pouco menor – estava em 76,95%. Há quase dez anos, no final de 2007, o percentual era ainda menor: 54,67%.

De acordo com o relatório, as quatro instituições também são responsáveis pela maior parte dos ativos bancários: 72,98%, em junho deste ano. Esses bancos também detém 76,74% dos depósitos.

Resultado de imagem para BANCO CENTRAL
No relatório, o Banco Central diz que as condições mais restritivas nas concessões de empréstimos pelos bancos no país sinalizam uma “melhora prospectiva” na qualidade da carteira de...
Em agosto, a taxa média de juros dos empréstimos às famílias ficou em 62,3% ao ano. No caso das empresas, a taxa era de 24,4% ao ano. Os empréstimos com taxas mais altas para pessoas físicas são as do cheque especial (317,3% ao ano) e rotativo do cartão de crédito (média de 397,4% ao ano).

Crédito às empresas

No relatório, o Banco Central diz que as condições mais restritivas nas concessões de empréstimos pelos bancos no país sinalizam uma “melhora prospectiva” na qualidade da carteira de crédito. Por outro lado, diz o BC, ainda há riscos relacionados ao crédito às empresas e nos bancos públicos.
“A melhora no ambiente adverso da economia real pouco se refletiu nos indicadores agregados de crédito no primeiro semestre de 2017. Todavia, na margem, observa-se alguma retomada no apetite das instituições financeiras, especialmente no que concerne às operações com garantias”.

Segundo o BC, é condição necessária para a retomada do crédito às empresas, a melhoria na capacidade de pagamento das pessoas jurídicas.

No mês passado, o BC informou que não espera mais por crescimento do crédito, este ano. A projeção para o saldo do crédito bancário foi revisada de expansão de 1% para estabilidade em relação a 2016 (R$ 3,105 trilhões).

Em agosto, o saldo do crédito total ficou em R$ 3,046 trilhões, com retração de 0,1% no mês e de 2,2% em 12 meses. No caso das pessoas físicas, o saldo ficou em R$ 1,609 trilhão, com alta de 0,7% no mês e de 4,6%, em 12 meses. No caso das empresas, houve retração de 1% no mês e de 8,8% em 12 meses, com saldo de R$ 1,437 trilhão.


AS INFORMAÇÕES SÃO DA AGÊNCIA ANSA
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 
"Investir em uma criança é investir no futuro do Maranhão", diz deputado Wellington 

No último domingo, o deputado estadual Wellington do Curso (PP) participou da 1º Recreação Kids que ocorreu no bairro do Maiobão, da Grande Ilha. O evento atendeu mais de 200 crianças e foi uma iniciativa da assessora do parlamentar Leninha.

"Eu sempre sonhei com esse projeto. Graças a Deus, agora conseguimos transformar esse sonho em realidade. Nosso objetivo foi fazer com que as crianças saiam do mundo virtual e possam, de fato, aproveitar a infância", destacou Leninha, que é também militante na luta das pessoas que, assim como ela, possuem algum tipo de deficiência.

"Investir em uma criança é investir no futuro do Maranhão", diz deputado Wellington
'EU GANHEI UM GRANDE PRESENTE' Sobre o evento, Wellington destacou a importância de se investir nas crianças e jovens maranhenses.

Sobre o evento, Wellington destacou a importância de se investir nas crianças e jovens maranhenses.
"Eu ganhei um grande presente que foi conhecer a 1º Recreação Kids No Maiobão. O evento atendeu mais de 200 crianças. A iniciativa foi da minha amiga e assessora parlamentar Leninha, que assim como nós, acredita que precisamos sim confiar em nossas crianças e ter a certeza de que o investimentos que fazemos no hoje nos dará um retorno no amanhã! Durante o evento, conheci também um projeto, coordenado pela professora Anunciação, que consiste nas aulas de capoeira e atende mais de 80 crianças e adolescentes, transformando vidas por meio da prática desportiva. Investir em uma criança é investir no futuro do Maranhão!", disse Wellington.

Governo inicia capacitação de agricultores, estudantes e tratadores de animais na Expoema

O início das capacitações promovidas pelo Governo do Maranhão durante a 60ª Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema) foi marcado pela variedade de público. Estudantes de Veterinária e Zootecnia, agricultores e tratadores de animais participaram de cursos e palestras oferecidos por meio da parceria entre Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), as Agências Estaduais de Defesa Agropecuária (Aged) e Pesquisa e Extensão Rural (Agerp) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

As atividades começam às 6h da manhã com as palestras para tratadores. A primeira delas sobre o risco da alimentação de ruminantes com cama de frango. Ao longo do dia, a palestra “Impactos do uso de agrotóxicos na saúde humana e do meio ambiente” mostrou aos agricultores da Ilha de São Luís os cuidados no manuseio do insumo.


Resultado de imagem para MÁRCIO HONAISER
Para o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser(foto), a difusão de conhecimentos e tecnologias é missão do governo estadual, além de ser um dos pilares do novo formato da Expoema.
Simultaneamente, o curso de doma racional de animais, que acontece até sexta-feira, mostrou a estudantes as novas técnicas para lidar com equinos e muares, como explica o instrutor Vitor de Araújo. “A ideia de trazer esse curso é mudar essa mentalidade da doma com violência e imposição ao animal. Vamos trabalhando linguagem corporal e liderança sobre o cavalo, a criação de um laço de confiança com o animal”, disse. 

Nesta quarta, se iniciam os cursos de silagem, irrigação e drenagem e criação de abelhas nativas, além das oficinas de beneficiamento de pescado, realizada em parceria com o SESI, e de produção do Biofertilizante Verdão. 


Para o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, a difusão de conhecimentos e tecnologias é missão do governo estadual, além de ser um dos pilares do novo formato da Expoema. “Os produtores maranhenses tem uma enorme vontade de trabalhar e aumentar sua produção, só precisam da assistência adequada para melhor utilizar os equipamentos e as tecnologias disponíveis. Esse é o nosso trabalho enquanto governo, ajudar os pequenos a se tornarem grandes”, afirmou.
domingo, 15 de outubro de 2017
Dilma lidera intenção de votos para vaga no Senado por Minas Gerais

Se a eleição para o Senado Federal fosse hoje, Dilma Rousseff abocanharia uma das duas vagas disponíveis pelo estado de Minas Gerais, revela sondagem. Aécio Neves aparece apenas em 4º colocado. Confira os números os cenários avaliados.

Se confirmar a expectativa do PT de Minas Gerais e sair candidata para uma das vagas do estado no Senado, a ex-presidente Dilma Rousseff teria chances de vencer as eleições 2018.

As informações são de sondagem do instituto Paraná Pesquisas divulgada nesta terça-feira (10).

Rousseff, Dilma
Dilma lidera intenção de votos para vaga no Senado por Minas Gerais.

De acordo com o estudo, Dilma teria 16,9% das intenções de votos contra 15,2% dos apoios declarados ao ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot.

Como o estado de Minas Gerais terá duas vagas disponíveis no Senado nas próximas eleições, ambos poderiam acabar eleitos – criando uma situação inusitada já que a ex-presidente foi denunciada pelo ex-PGR.

O empresário Josué Alencar (PMDB), filho do ex-vice-presidente da República José Alencar, aparece em terceiro com 15,1% das intenções. Aécio Neves aparece em quarto com 13,7% dos votos.

CENÁRIO 1

Dilma Rousseff 16,9%
Rodrigo Janot 15,2%
Josué Alencar 15,1%
Aécio Neves 13,7%
Mauro Tramonte 13,3%
Márcio Lacerda 13,1%
Carlos Viana 11,9%
Nenhum 20,7%
Não sabe 5,8%

Em outro cenário, dessa vez sem Dilma, o também petista e atual governador de Minas, Fernando Pimentel, lidera com 24,6% das intenções de voto.


CENÁRIO 2

Fernando Pimentel 24,6%
Rodrigo Janot 15,5%
Josué Alencar 15,3%
Aécio Neves 13,9%
Mauro Tramonte 13,7%
Márcio Lacerda 13,6%
Carlos Viana 12,5%
Nenhum 18,3%
Não sabe 4,2%

Caso queira ser candidata, Dilma tem até abril do ano que vem para mudar seu domicílio eleitoral do Rio Grande do Sul para alguma cidade de Minas Gerais.

Vale lembrar que, no julgamento do impeachment, os senadores livraram a ex-presidente da perda de seus direitos políticos, que poderia deixá-la inelegível por até oito anos.




As informações são do Pragmatismo, com Exame

Edição de Fernando Atallaia
Restaurante referência em culinária nordestina vem promovendo aos sábados shows musicais de alta qualidade que primam pela valorização da Música Popular Brasileira em São Luís. 
 
POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

O restaurante Feijão de Corda, referência em culinária tipicamente nordestina, além de pertencer ao conjunto dos estabelecimentos da Gastronomia maranhense, vem promovendo, atualmente, shows musicais de alta qualidade que visam fortalecer a Música Popular Brasileira em São Luís. 

FEIJÃO DE CORDA Restaurante referência em culinária nordestina vem promovendo aos sábados shows musicais de alta qualidade que primam pela valorização da...
A casa dirigida pelo empresário Francisco Neto se tornou ponto de encontro de gerações e do público que busca entretenimento artístico e boas opções de pratos regionais. Aos sábados, o repertório é diversificado e vai do bom e velho  blues de B. B King aos sanfonados do rei do baião Luís Gonzaga em releituras promovidas por grandes artistas locais. A intenção é misturar no tempero da universalidade os tons do nordeste ao rico caldeirão musical da música pop. 


Variedade gastronômica ímpar, o Feijão de Corda é também conhecido por apoiar a expressão cultural maranhense em suas muitas nuances. Do artesanato às sonoridades plurais dos diferentes cantores solo, grupos e bandas em atividade hoje na capital maranhense, o restaurante tem cativado os ouvidos e paladares mais exigentes.

O empresário Francisco Neto: ''Hoje, mais do que nunca, queremos apoiar nossos artistas através de nossa programação musical que contempla a Música Brasileira de segunda a segunda; aos sábados a proposta também é esta''. 

‘’O Feijão de Corda vem promovendo ao longo dos anos em São Luís  uma gastronomia de qualidade com olhar voltado para a nossa região nordeste,   atrativos e peculiaridades  de sua culinária, mas com uma abordagem ampla, bem universal. E hoje, mais do que nunca,  queremos apoiar nossos artistas através de nossa programação musical que contempla a Música Brasileira de segunda a segunda; aos sábados a proposta também é esta’’, diz Francisco Neto. 


O Restaurante Feijão de Corda fica localizado em dois endereços: Avenida Litorânea e bairro Olho D’água e também funciona oferecendo serviços de organização de eventos e buffet. O delivery pode ser feito pelo telefone (98) 3233-4717.
Catalunha tenta justificar independência por motivos humanitários
A estratégia da chamada "via Kosovo" inclui gerar uma imagem da Espanha como Estado autoritário e antidemocrático.
As forças independentistas catalãs reforçaram a campanha para tentar reverter a total falta de apoio até agora por parte dos Governos europeus. A estratégia inclui gerar uma imagem da Espanha como Estado autoritário e antidemocrático. As ações judiciais contra a consulta ilegal de 1º de outubro e os ataques policiais durante aquele dia são as queixas a que o separatismo apela para afirmar que o Estado oprime a Catalunha. O objetivo de tal estratégia é forçar uma mediação internacional, mas também preparar o terreno para uma via Kosovo, o “último recurso”, como definiram os assessores da Generalitat [governo regional da Catalunha]: uma secessão unilateral baseada na suposta violação de direitos humanos.

A independência unilateral de Kosovo ocorreu em 2008. A Sérvia não reconheceu a separação dessa região, de maioria albanesa, o que foi feito pelas grandes potências internacionais. Uma decisão do Tribunal de Haia de 2010 considerou que a secessão de Kosovo não violou o direito internacional, usando como argumento o conceito da “remedial secession” ou “secessão terapêutica”: a separação unilateral é válida se a região separada sofre “um uso ilegal da força ou sérias violações das normas internacionais”. Somente cinco Estados da União Europeia (EU), entre eles a Espanha, continuam a não reconhecer a soberania de Kosovo. A propaganda independentista omite que a secessão kosovar se deu dez anos após o conflito bélico entre as forças independentistas albanesas e o governo sérvio, luta encerrada com a intervenção da aliança militar Otan. O conflito deixou milhares de mortos e mais de meio milhão de refugiados.

A prioridade do independentismo catalão é consolidar no cenário internacional a imagem da Catalunha como povo oprimido. Nas redes sociais se mantém uma intensa atividade para difundir imagens do uso da força policial em 1º de outubro. Hashtags (etiquetas do Twitter) como “HelpCatalonia” e “SupportCatalonia” são reproduzidas com centenas de citações dirigidas a personalidades internacionais. A Assembleia Nacional Catalã (ANC) ativou esta semana a campanha Support Catalonia, que pede a cidadãos de toda a Europa que participem do envio em massa de mensagens de e-mail aos chefes de Governo da UE. O documento que a ANC manda às chancelarias europeias diz: “Podemos olhar para o outro lado diante da brutalidade da polícia contra sua própria população? Contra mulheres e pessoas de idade? Até quando se pode manter o silêncio quando nossos vizinhos são reprimidos devido a suas opções políticas? Não é próprio de uma democracia avançada do século XXI”.
A prioridade do independentismo catalão é consolidar no cenário internacional a imagem da Catalunha como...
A estratégia para difundir a imagem da Espanha como regime autoritário também está sendo implantada no nível institucional. O plenário do Conselho da Europa de quinta-feira concentrou sua sessão no debate sobre a ação policial no 1º de outubro. Os deputados independentistas denunciaram o Tribunal Constitucional no Tribunal de Direitos Humanos de Estrasburgo por proibir a realização do primeiro plenário do Parlamento, no qual o Governo catalão pretendia declarar a independência. O número dois do Departamento de Economia, Josep Maria Jové, também disse que denunciaria o Estado em Estrasburgo por sua prisão na operação de 20 de setembro contra o referendo ilegal.
A campanha de propaganda independentista obteve alguns resultados, e a opção da “secessão terapêutica” ganhou força nos últimos dias. Um de seus defensores é Alfred de Zayas, especialista do Alto Comissariado para os Direitos Humanos da ONU. De Zayas, que se destacou por seu apoio às teses independentistas, escreveu em 3 de outubro que “na Catalunha pode se aplicar agora a teoria da autodeterminação terapêutica”. Em 11 de outubro insistiu que o precedente de Kosovo é aplicável ao conflito catalão.

O Conselho Assessor para a Transição Nacional (CATN), grupo de especialistas do ex-presidente Artur Mas, já havia afirmado em seus relatórios de 2013 que a Catalunha poderia se amparar na unilateralidade como a de Kosovo, mas como “último recurso”. O atual conselheiro para assuntos exteriores, Raül Romeva, também a defendia no livro de 2014 Som una nació europea. Seu departamento enviou em setembro aos Governos da UE um relatório de vários acadêmicos no qual se defendia o precedente de Kosovo: “A decisão sobre Kosovo é importante para a Catalunha porque demonstra que a lei internacional não proíbe declarações unilaterais de independência”. Fontes do Departamento de Presidência da Generalitat declaram que a via Kosovo não é por enquanto uma opção, dependendo das medidas que o Governo central aplicará no futuro.


AS INFORMAÇÕES SÃO DO REPÓRTER CRISTIAN SEGURA, DE EL PAÍS
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE

Flávio Dino recebeu homenagem e vistoriou hospital em Chapadinha

Em continuidade aos investimentos do Governo do Estado na região do Baixo Parnaíba, o governador Flávio Dino cumpriu agenda na manhã deste sábado (14) na cidade de Chapadinha, onde vistoriou hospital em construção e recebeu homenagens da comunidade acadêmica. 

Flávio foi convidado para proferir a palestra de encerramento de uma semana de iniciação cientifica da Faculdade do Baixo Parnaíba (FAP). Na ocasião, o político falou como professor e defendeu a sala de aula como espaço democrático fundamental para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.


“Nós não somos iguais, somos diferentes, graças a Deus. Não temos a mesma visão de mundo e nem devemos ter. Porém, nós temos que estar amalgamados em torno do que é básico. E o discurso dos direitos humanos é básico na sociedade civilizada”, defendeu.

 
Em seu discurso, Flávio destacou que “a educação verdadeira é feita com alegria” e que “não pode ser o espaço apenas da proibição; pelo contrário: a educação emancipa, liberta”.

Para o governador, “se a gente não se der conta da ligação da temática dos direitos humanos com as práticas de sala de aula, nós vamos estar na verdade negando antologicamente a razão de ser da escola e tornando-a inútil, porque inadaptada aos desafios da contemporaneidade”.

 
Governador cumpriu agenda na manhã deste sábado (14) na cidade de Chapadinha, onde vistoriou hospital em construção e recebeu homenagens da comunidade acadêmica.
Diante de uma plateia de mais de mil pessoas, entre alunos e professores, Flávio Dino foi homenageado com o título de Dr. Honoris Causa em gestão de políticas públicas sociais. O atual governador e ex-juiz de Direito também já lecionou por mais de 20 anos na Universidade Federal do Maranhão (UFMA). 


CompromissoApós às homenagens, a comitiva de Governo seguiu para fiscalizar as obras do Hospital de Chapadinha. Com 50 leitos, UTI e centro de hemodiálise, a unidade de saúde está sendo adaptada para oferecer atendimento de alta complexidade à região.

“Nós, quando assumimos, estabelecemos a meta de concluir todas essas obras inacabadas. Obras que tinham problemas de várias naturezas, desde questões de projetos, questões jurídicas, contratuais. E nós estamos mostrando a seriedade do nosso Governo, palavra dada, palavra cumprida”, disse Flávio durante a vistoria.

Cerca de 50 trabalhadores estão mobilizados para a conclusão do hospital, considerado mais uma “lenda” que sai do papel e se concretiza em benefícios à população não só de Chapadinha, mas de cidades vizinhas.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, a construção está prevista para ser entregue em janeiro. Além do hospital, a cidade concentra investimentos como unidade do VIVA/Procon, restaurante popular, centros de assistência social e o Instituto de Educação em Ciência e Tecnologia (IEMA), com cursos técnicos voltados para alavancar as potencialidades econômicas da região.

O prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar, agradeceu o apoio e o compromisso do Governo com o município. “Vistoriamos o hospital e as obras estão avançadas. A palavra do governador está sendo cumprida. Nós podemos dizer hoje que Chapadinha é muito grata ao governador”, ressaltou.
Nonato Lima e Manoel do Nascimento são as apostas dos munícipes para Alema e Câmara Federal.
Ribamarenses os querem candidatos em 2018. 

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR DE ELEIÇÕES DA AGÊNCIA BALUARTE 
atallaia.baluarte@hotmail.com

Os mais de 200 mil ribamarenses espalhados pelas regiões da Sede, Vilas, Limítrofes e Zona Rural de São José de Ribamar, condenaram nas últimas três semanas em suas redes sociais a prática de ‘varejo eleitoreiro’ na terceira maior cidade do Maranhão.  Eles refutam o fato de políticos sem relação com a cidade aparecerem apenas em época de eleições, visando ganho eleitoral através dos prefeitos municipais. 

Resultado de imagem para nonato lima sao jose de ribamar
O vereador Nonato Lima: um dos mais experientes políticos do Legislativo, ele poderá ser o nome à Assembleia em 2018.
A prática é antiga e remonta à venda de capital eleitoral pelos gestores da cidade a políticos sem compromisso com o município, que lançando mão da conduta maliciosa aterrissam na cidade balneária de quatro em  quatro anos com o objetivo de de lá saírem bem votados. Nomes como Max Barros, Hildo Rocha e Bira do Pindaré são alguns dos exemplos históricos.  Fazendo frente a essa realidade, os ribamarenses cobram da Câmara Municipal posicionamento quanto à participação dos vereadores na conjuntura político-eleitoral do estado há anos. Mas mergulhada em gestão suspeita e ferindo há quase uma década a Lei de Transparência, a Câmara perdeu a credibilidade junto às comunidades que agora veem em apenas dois edis uma saída viável à introdução no debate público que arrola a questão. 

Resultado de imagem para LUIS FERNANDO SILVA E HILDO ROCHA E luis fernando silva
VAREJO O sarneysista Hildo Rocha esteve, recentemente, em São José de Ribamar; ele aposta em Fernando Silva para obtenção de votos na cidade.
Vindo de tempos esparsos e realidades distintas, o vereadores Nonato Lima (PDT) e Manoel do Nascimento (SD) assistem, atualmente, ao crescimento de seus nomes como principais alternativas da cidade a Assembleia Legislativa e Câmara Federal. O primeiro, com uma trajetória marcada, notadamente, por vasta experiência no Legislativo municipal onde já foi líder de Governo e presidente de Comissões, além de vereador por vários mandatos, é , segundo os ribamarenses da Sede, a opção mais adequada à empreitada política rumo a Alema. Já o segundo, um conhecido militante da área da Saúde Pública em São José de Ribamar e vereador de 1º mandato, eleito com expressiva votação, se difere dos demais pares pela isenção na Câmara e postura independente junto ao Executivo. Tanto Nonato quanto Manoel do Nascimento já se sobressaem em 10 meses do primeiro ano legislativo como vereadores mais atuantes diante dos 15 restantes.

Manoel do Nascimento candidato número 65123 pelo PC do B, concorre ao cargo de vereador, São José de Ribamar/MA
Ribamarenses querem Manoel do Nascimento candidato a deputado federal pela cidade; população não aceita mais ‘estrangeiros empurrados’.
A discussão em São José de Ribamar segue acirrada. Por ocasião das últimas inaugurações do Governo do Estado na cidade, onde vários já anunciados candidatos estiveram no município sob  pretexto de prestigiar os eventos, a repulsa dos ribamarenses ganhou consistência, ecoando pelos bairros, comunidades e vilas. Eles discutem nos dias atuais a construção de uma identidade política voltada para a representatividade nativa do município na Assembleia Legislativa e em BSB. Não aceitam mais ‘estrangeiros’ que vêm sendo empurrados goela abaixo, à revelia de suas vontades, quando da  invasão do município por São Luís há exatos 12 anos.

IPVA 2017

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB