quarta-feira, 12 de dezembro de 2018
Em entrevista no Ponto Final

O deputado eleito Márcio Honaiser (PDT),  foi entrevistado desta quarta-feira (12), no Ponto Final, por Roberto Fernandes, na Rádio AM Mirante. Honaiser destacou que sua eleição é fruto de reivindicação moradores do Sul do Maranhão que buscavam uma representação na Assembleia Legislativa. " É lógico que a gente como deputado vamos representar o Maranhão inteiro, mas é lógico que a região Sul do estado que é onde eu moro, há 20 anos estava reclamando a presença de um deputado da região embora alguns tenham sido eleitos e trabalhado pela região. A região até por questões geográficas ficou muito esquecida politicamente", disse. 

Eleito pela primeira vez com 56322 votos (1,73%), Márcio Honaiser disse que não pretende voltar a ocupar o Executivo. ''Eu preferia não ser. A gente que é de grupo político e às vezes somos chamados para cumprir missões, mas a minha vontade é de não voltar. Eu acho que já contribuir nestes 4 anos quando estive na secretaria de Agricultura, pecuária e Pesca, mas a minha vontade agora é servir o Maranhão na Assembleia Legislativa. Nós pregamos muito durante a campanha a necessidade da região ter um representante e isso pesa muito para mim. Essa é uma experiência que eu gostaria de  ter no Legislativo. Somos do lado do governador Flávio Dino. Somos aliados e vamos apoiar na Assembleia Legislativa o governador para que ele continue promovendo as mudanças que o Maranhão precisa" pontuou. 

O deputado eleito Márcio Honaiser em entrevista no Ponto Final: ''Eu preferia não ser. A gente que é de grupo político e às vezes somos chamados para cumprir missões, mas a minha vontade é de não voltar. Eu acho que já contribuir nestes 4 anos quando estive na secretaria de Agricultura, pecuária e Pesca, mas a minha vontade agora é servir o Maranhão na Assembleia Legislativa. Nós pregamos muito durante a campanha a necessidade da região ter um representante e isso pesa muito para mim. Essa é uma experiência que eu gostaria de  ter no Legislativo. Somos do lado do governador Flávio Dino. Somos aliados e vamos apoiar na Assembleia Legislativa o governador para que ele continue promovendo as mudanças que o Maranhão precisa".
Márcio Honaiser disse que lutará na Assembleia Legislativa e junto à bancada federal para que a MA-006 possa ser feita novamente. "Este é o grande calcanhar de Aquiles. ''Eu que sou da região e trafego por ela sei que ela ficou muitos anos sem manutenção e hoje está acabado. Não temos como fazer recuperação. O governo tem feito reparos, mas não adianta, é mesmo que enxugar gelo, a MA 006 tem que ser construída toda novamente, já existe um projeto e o governo está buscando financiamento, mas vamos lutar junto ao senado no ano que vem para que os recursos sejam garantidos e o problema da MA006 possa definitivamente ser resolvido", explicou. 

O deputado eleito se mostrou otimista quanto ao futuro do país. ''Muita gente tem medo, mas eu acredito que não vai se desrespeitar a Constituição. Acho que nós vamos conseguir atravessar esse momento difícil e aos poucos o Brasil vai retornar ao seu caminho normal'', apontou. 

Eleito, também com expressiva votação na região Munim, Márcio Honaiser prometeu lutar junto ao governo do Estado para o incremento do Turismo e no fortalecimento do agropolo na região. "O Maranhão tem a vocação para o turismo e se, de fato for incentivado vai contribuir bastante na geração de renda". Ao final da entrevista, Márcio Honaiser falou sobre o projeto do executivo aprovado pela Assembleia Legislativa e que aumentará a cobrança de impostos no Maranhão. 


"Ninguém gosta, pelo contrario, todo mundo gosta é de diminuir, mas ás vezes é necessário você tomar um remédio amargo para enfrentar os problemas. Não digo que é  bom, mas às vezes é necessário e não ficar esperando chegar o ano que vem e ver o Estado quebrado e sem de cumprir seus compromissos. O ruim é quando se cobra impostos e não se faz nada. Espero e rezo muito para que em  2019 o Brasil possa ver a sua economia começar a aquecer’’, finalizou o deputado eleito.
População promete grande manifestação contra a gestão de Marinho do Paço na Casa 

POR FERNANDO ATALLAIA 
DIRETO DA REDAÇÃO

É grande a expectativa para a eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar que acontece neste sábado (15) após determinação judicial. Os luminenses prometem ir à Casa Legislativa em protesto contra a gestão do atual presidente Marinho do Paço que concorre  por mais uma vez. 

Eleição para presidência da Câmara de Paço do Lumiar acontece neste sábado.

Em contato com a equipe de reportagem da Agência Baluarte na manhã desta quarta-feira (12), três vereadores  destacaram que os desmandos de Marinho cairão por terra pela via democrática. ''Estamos confiantes que a ditadura implantada por Marinho do Paço no parlamento e o seus desmandos e loucuras cairão por terra neste sábado pelo voto democrático da maioria'', disse um deles. 

Marinho do Paço faz uma das piores gestões do Legislativo luminense dos  últimos 10 anos. Grande parte dos luminenses vê nele exemplo de descontrole, despreparo e centralismo nas decisões tomadas.
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recuperou para os cofres públicos R$ 7,23 bilhões de janeiro a novembro deste ano

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) recuperou para os cofres públicos R$ 7,23 bilhões de janeiro a novembro deste ano por meio das medidas de controle interno no governo federal. O dado foi apresentado hoje (12) no balanço das principais ações e resultados da pasta em evento alusivo ao Dia Internacional contra a Corrupção, lembrado no último domingo (9).

No ano passado, as ações da CGU conseguiram retornar R$ 4,61 bilhões aos cofres da União. De acordo com o ministério, a economia efetiva com as iniciativas de controle entre 2012 e novembro de 2018 chega a R$ 29,7 bilhões.
Resultado de imagem para CGU
No ano passado, as ações da CGU conseguiram retornar R$ 4,61 bilhões aos cofres da União.
Segundo a CGU, as ações de controle promoveram economia ao erário em razão das recomendações da pasta. Os valores incluem cancelamento de licitações e contratos, recuperação de valores pagos indevidamente, redução de custos, entre outras medidas.

Conforme o balanço, apenas com a suspensão de pagamento continuado indevido no âmbito do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) foram economizados R$ 5,8 bilhões. O número se refere à identificação e cancelamento de 96 mil benefícios pagos a pessoas já falecidas.

“A gente não almeja cortar benefício de qualquer pessoa que o necessite. O que a gente quer é que o dinheiro chegue em realmente em quem tem que receber esse dinheiro. A fraude acontece de forma pulverizada, na ponta. O que a gente vem contribuindo é na criação de mecanismos de cruzamento de informações e detecção de problemas para que o gestor possa realmente adotar medidas que façam com que esse recurso não seja desviado”, disse o ministro da CGU, Wagner Rosário.


AS INFORMAÇÕES SÃO DA REPÓRTER ANA CRISTINA CAMPOS
EDIÇÃO DE FERNANDO FRAGA 
Comunidade do Vassoural está completamente abandonada pela atual gestão

Descaso. Essa é a palavra que define a situação em que se encontra a comunidade Vassoral, em Paço do Lumiar.

O ônibus coletivo que faz linha para o bairro já deixou de passar pela Avenida Principal.
Imagens mostram ruas completamente alagadas, cheias de lamas e buracos.

Essa é a palavra que define.
Segundo informações dos moradores, o ônibus coletivo que faz linha para o bairro já deixou de passar pela Avenida Principal, pois o acesso está interditado devido a falta de infraestrutura. Por isso, os usuários tem que caminhar quilômetros para poder conseguir pegar o transporte.

HONORÁVEIS PROMESSAS “O prefeito em época de campanha caminhava pelas ruas com carro de som prometendo melhorias e o que se viu até agora é o que as fotos mostram: abandono!”.
 “O prefeito em época de campanha caminhava pelas ruas com carro de som prometendo melhorias e o que se viu até agora é o que as fotos mostram: abandono!”, desabafaram os moradores.
A revista “Time” escolheu os jornalistas mortos e presos como “Pessoa do Ano” de 2018

A revista “Time” escolheu os jornalistas mortos e presos como “Pessoa do Ano” de 2018. A publicação revelou os protagonistas de sua edição especial de fim de ano. Para justificar a escolha, a “Time” citou o número recorde de repórteres atrás das grades em todo o planeta – o Comitê de Proteção aos Jornalistas registrou 262 casos em 2017.

Falou ainda sobre uma avalanche de desinformação nas redes sociais e de autoridades que classificam como “fake news” reportagens críticas aos seus governos.

“Este ano estamos reconhecendo quatro jornalistas e um meio de comunicação que pagaram um terrível preço por encarar os desafios deste momento”, afirmou Edward Felsenthal, diretor da “Time”.
Os profissionais mencionados pela revista são o colunista do “Washington Post” Jamal Khashoggi, a ex-repórter da CNN nas Filipinas Maria Ressa, além de funcionários do jornal “Capital Gazette”, em Annapolis (EUA), e da agência Reuters.

O prêmio de “Pessoa do Ano” é entregue anualmente desde 1927. Segundo a publicação, ele “reconhece a pessoa ou grupo de pessoas que mais influenciaram as notícias e o mundo – para bem ou para mal – durante o ano”.

Foto: Mohammed al-Shaikh/AFP


Jamal Khashoggi


Quem aparece na capa da edição especial é Khashoggi, jornalista saudita crítico ao governo da Arábia Saudita. Ele foi morto em outubro, dentro do consulado de seu país em Istambul.

O caso repercutiu na Turquia e na Arábia Saudita. Outros países também se manifestaram, entre eles os Estados Unidos, onde o repórter morava.


Senadores americanos declararam acreditar que o príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, esteja envolvido na morte do jornalista, após tomarem conhecimento de um relatório da agência de inteligência dos Estados Unidos, a CIA.


Para o presidente Donald Trump, porém, a avaliação da CIA sobre o vínculo entre o príncipe e o crime ainda são muito “prematuras”. 

A jornalista Maria Ressa, Foto: Joshua Lim/Creative Commons

Maria Ressa

A jornalista filipina, ex-repórter de sucursais da rede CNN, abriu o site de notícias Rappler em 2012, com reportagens críticas ao presidente Rodrigo Duterte.

Segundo o Comitê de Proteção aos Jornalistas, essa cobertura rendeu ao site uma “campanha de assédio legal” feita pelo Departamento de Justiça de Duterte.


Vítimas do ataque contra redação do Capital Gazette, em Annapolis, no estado americano de Maryland — Foto: The Baltimore Sun via AP

‘Capital Gazette’

A redação do jornal no estado americano de Maryland foi atacada por um homem armado em junho deste ano. Cinco pessoas morreram – quatro jornalistas e uma assistente de vendas.

Jarrod Ramos, de 38 anos, foi preso após a ação. Ele enfrenta cinco acusações de homicídio qualificado.

Após o ataque, jornalistas montaram um esquema improvisado no estacionamento de um shopping para fechar a edição do dia, com a notícia do massacre.

Resultado de imagem para Jornalista Wa Lone
O jornalista Wa Lone é preso e condenado em Mianmar.
Wa Lone e Kyan Soe Oo


Um tribunal de Mianmar condenou a sete anos de prisão os dois jornalistas da Reuters.  Eles foram acusados de violar a Lei de Segredos Oficiais, durante a investigação de um massacre de muçulmanos rohingyas.


As informações são do  G1

Edição da Agência Baluarte
terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Homenageou nesse ano a ex-primeira-dama da cidade de São Luís e do Estado do Maranhão, Dra. Clay Lago, presidente do Instituto Jackson Lago

Mais importante condecoração brasileira em reconhecimento aos trabalhos em prol da municipalidade, o ‘Prêmio Unepp Personalidades 2018’, outorgado pela União Nacional dos Ex-Prefeitos e Prefeitos do Brasil (Unepp), homenageou nesse ano a ex-primeira-dama da cidade de São Luís e do Estado do Maranhão, Dra. Clay Lago, presidente do Instituto Jackson Lago; gestores públicos estaduais e nacionais, parlamentares e lideranças políticas, sociais, empresariais e da ciência e tecnologia. 

Outorgado pela União Nacional dos Ex-Prefeitos e Prefeitos do Brasil. 
Em pronunciamento, o presidente da Unepp, Raimundo Filho, ex-prefeito da cidade de Paço do Lumiar e ex-secretário municipal do Orçamento Participativo de São Luís, agradeceu a Deus e a todos por prestigiarem o evento. Ele afirmou que a Unepp trabalha com a capacitação de gestores e assessores para ampliar a qualidade da gestão pública municipal. “O critério do Prêmio é reconhecer quem muito contribui, de forma direta e indireta, com a municipalidade brasileira”, disse Raimundo Filho.

Raimundo Filho destacou que a Dra. Clay Lago tem uma brilhante trajetória social e muito contribui para garantir avanços à municipalidade maranhense. Emocionada, Dra. Clay Lago agradeceu a homenagem e destacou que, em 35 anos de convivência com o ex-prefeito da capital e ex-governador Jackson Lago, participou de importantes realizações aos maranhenses. “Obrigado pela homenagem. Dr. Jackson sempre teve uma preocupação em garantir avanços às cidades, que é onde as pessoas vivem. Com o orçamento participativo, os próprios moradores definiam com a gestão pública as prioridades. Essa descentralização era um lema do Dr. Jackson”, disse Clay Lago. 
 
'PRÊMIO UNEPP PERSONALIDADES 2018' Mais importante condecoração brasileira em reconhecimento aos trabalhos em prol da municipalidade.
Além da Dra. Clay Lago, receberam a homenagem os prefeitos Edivaldo Holanda Júnior (São Luís), José Reis (Aldeias Altas), Luciano Genésio (Pinheiro), José Almeida de Sousa (Igarapé do Meio), Margarete Ribeiro (Guimarães), Dídima Coêlho (Vitória do Mearim), José Martins (Bequimão), o senador Roberto Rocha (PSDB), o deputado federal José Carlos (PT), os deputados estaduais José Inácio (PT), Thaisa Hortegal e Edivaldo Holanda (PTC), representado pelo doutor Linaldo Santos, os ex-prefeitos Luiza Moura Rocha (São João do Sóter) e Filuca Mendes (Pinheiro), o ex-senador e ex-prefeito Mauro Fecury (São Luís), representado pelo diretor do Ceuma, José Azzolini, o secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, representado pelo seu pai, Phil Camarão, o suplente de senador, Paulo Matos (PPS), o vereador de São Luís, Antonio Garcês (PTC), assessor especial da prefeitura de São Luís, Milton Calado, o presidente da Câmara Municipal de Cururupu, Ebnilson de Jesus, o professor universitário e cientista, Solfiane Labidi, o jornalista Luís Cardoso, o empresário Webson Carlos e o ex-secretário estadual de Educação, Altemar Lima, o ex-secretário de Estado, Almir Coelho e o médico oncoligista maranhense Leonaldson dos Santos Castro. Presidido pelo presidente da Unepp, Raimundo Filho, o evento foi secretariado pelo blogueiro Robert Lobato e pelo publicitário Eri Castro.
Prefeita atrasa em três meses menos de meio salário que pagava aos funcionários contratados 

Funcionários contratados da prefeitura municipal de Bom Lugar no Maranhão denunciam que o município completa  três meses sem pagar os servidores, fazendo com que muitos deles fiquem  sem pagar  contas, comprar   alimentos básicos e outros chegando a passar fome. 



Resultado de imagem para luciene costa prefeita de bom lugar
MENOS DE MEIO SALÁRIO MÍNIMO  A prefeita Luciene Costa lendo discurso de posse: ‘ela não deve nada a ninguém’. 


Segundo denúncia enviada ao Blog do VO  , os funcionários procuraram Rogério Pitbull para cobrar soluções , mas segundo o líder do governo,  a prefeita Luciene Costa (PV) afirma  que não deve nada  a ninguém.


Ainda segundo a denúncia, os contratados reclamam do valor a ser pago: menos de meio salário mínimo para zeladores e serventes, que ainda são obrigados a dar plantões de mais de 24 horas. 

O líder do Governo, Rogério Pitbull(à direita): funcionários querem saber por que Luciene 'soltou os cachorros' em contratados.
''Falta de respeito e compromisso para com os bom-lugarenses, isso mostra que a prefeita e seu esposo que é o líder do governo no município, nunca tem dinheiro para pagar os  funcionários, mas para fazer farras luxuosas, comprar carrões e mansões eles tem todos os fins de semana,  mas pagar os verdadeiros trabalhadores que recebem menos de meio  salário mínimo, nada'', desabafou um servente.

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB