sábado, 18 de agosto de 2018
O Instituto Interpreta publicou pesquisa que mede as intenções de voto no...

O Instituto Interpreta publicou pesquisa que mede as intenções de voto no segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, a cidade de Imperatriz. O governador Flávio Dino (PCdoB) lidera com larga vantagem a corrida ao Palácio dos Leões.

Flávio Dino aparece com 70,42% dos votos válidos. A segunda colocada, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), tem 23,83%. Roberto Rocha (PSDB), apesar de apoiado pelo ex-prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira, aparece apenas com 3,54% e Maura Jorge (PSL), com 2,08%. Os candidatos Odívio Neto (PSOL) e Ramon Zapata (PSTU) não chegaram a pontuar 1% das intenções de voto.

Resultado de imagem para flavio dino
70,42% A pesquisa ouviu 625 eleitores de Imperatriz no dia 10 de agosto e foi registrada sob o número MA-07496/2018.
 
Somados os votos brancos e nulos, Flávio Dino tem 54,08%. Roseana aparece com 17,92%, enquanto Roberto Rocha está com 2,72% e Maura Jorge aparece com 1,6%. Odívio possui 0,32% e Ramon Zapata 0,16%. Não souberam ou não responderam somam 13,72%. Brancos e nulos 9,44%.

A pesquisa ouviu 625 eleitores de Imperatriz no dia 10 de agosto e foi registrada sob o número MA-07496/2018. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%.

A Advocacia-Geral da União  informou ontem que apresentou recurso no Tribunal Superior do Trabalho

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou ontem (17) que apresentou recurso no Tribunal Superior do Trabalho (TST) para derrubar a decisão da Justiça trabalhista de primeira instância que suspendeu o leilão das distribuidoras da Eletrobras, marcado para o dia 30 deste mês.

Na quinta-feira,  o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ) concordou com pedido feito pelos Sindicatos dos Trabalhadores das empresas de distribuição de energia elétrica da Eletrobras para impedir a continuação do processo de venda das distribuidoras.
Resultado de imagem para eletrobras
No recurso, a AGU sustenta que o leilão é necessário porque as empresas são deficitárias e a...
No recurso, a AGU sustenta que o leilão é necessário porque as empresas são deficitárias e a Eletrobras não tem recursos para aplicar nas subsidiárias. Além disso, a Advocacia da União afirma que a venda é a única forma de garantir os contratos de trabalho e a continuidade do fornecimento de energia.

"Uma vez não efetivada a alienação até esta data, a Eletrobras será obrigada a liquidar as distribuidoras, conforme já deliberado por seus acionistas", diz a AGU.

As informações são do repórter André Richter
Edição de Fernando Atallaia e Nádia Franco
quinta-feira, 16 de agosto de 2018
Com inscrição no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público  final 1

Trabalhadores da iniciativa privada nascidos em agosto e servidores públicos com inscrição no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) final 1 já podem sacar o abono salarial referente a 2017. O recurso está disponível a partir de hoje (16) até o dia 28 de junho de 2019.
O pagamento do abono do PIS/Pasep ano-base 2017 começou no dia 26 de julho e a liberação do dinheiro para os trabalhadores é feito de acordo com o mês de nascimento ou o número final da inscrição, a depender do programa.

Conforme o calendário de pagamento, inscritos no Programa de Integração Social (PIS) que nasceram de julho a dezembro recebem o benefício ainda este ano. Já os nascidos entre janeiro e junho, terão o recurso disponível para saque no ano que vem. No caso do Pasep, servidores com inscrição final 0 a 4 recebem os recursos este ano; de 5 a 9 apenas ano que vem.
Em qualquer situação, o dinheiro ficará à disposição do trabalhador até 28 de junho de 2019, prazo final para o recebimento.

Os empregados da iniciativa privada, vinculados ao PIS, sacam o dinheiro nas agências da Caixa Econômica Federal. Para saber se tem algo a receber, a consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou no telefone 0800-726-0207.

Brasília - O Banco do Brasil vai fechar agências bancárias, ampliar o atendimento digital, lançar um plano de aposentadoria incentivada e propor redução de jornada de trabalho para parte dos funcionários (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Quem trabalhou o ano todo recebe o valor cheio, que equivale a um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é R$ 80.
Para os funcionários públicos vinculados ao Pasep, a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet e pelo telefone 0800-729-0001.
O valor que cada trabalhador tem para sacar é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente em 2017. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor cheio, que equivale a um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é R$ 80.

Além do tempo de serviço, para ter direito ao abono o trabalhador deve estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O abono salarial do PIS/Pasep é um benefício pago anualmente com recursos provenientes do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), abastecido por depósito feitos pelos empregadores do país. Além do abono salarial, o FAT custeia o programa de Seguro-Desemprego e financia programas de desenvolvimento econômico. Os recursos do abono que não são sacados pelos trabalhadores no calendário estabelecido todos os anos retornam para o FAT, para serem usados nos demais programas.

Abono ano-base 2016

Também está aberto, desde 26 de julho, o novo período para o pagamento do abono salarial ano-base 2016. Quase 2 milhões de trabalhadores não retiraram os recursos no prazo, até 29 de junho deste ano, por isso foi aberto um novo período.

O valor chega a R$ 1,44 bilhão e ficará disponível para os trabalhadores que ainda não realizaram o saque até 30 de dezembro.

AS INFORMAÇÕES SÃO DA REPÓRTER  ANDREIA VERDÉLIO
EDIÇÃO DE GRAÇA ADJUTO
Poesia Sempre!
Leia na íntegra o poema Cabala, da obra inédita Itinerário do Baixo Forquilha-Noite, Putas e Poesia, de autoria do poeta e jornalista maranhense Fernando Atallaia

Cabala

Cabala, mentira,  pilhéria
Netunas cilíndricas no oco do inferno
Conspurcar na destreza a vestida - morta noite
Liberdade aos sóis da boca- tara 

Claudia se animama com um homem no meio da rua

Prócer frígido, abstraído ,   infenso
Escroque de palha na muralha- fumaça
Cubo de gelo à  fogueira mendiga
Prisioneiros de Calis na lascívia demente

São Luís, agosto de 1996

Flávio Dino

 

16 à 19/08

 

Juíza tenta impugnar candidatura de Flávio Dino

Campanha à reeleição ao cargo de governador nesta quinta-feira , com uma caminhada no...

O candidato Flávio Dino (PCdoB) inicia sua campanha à reeleição ao cargo de governador nesta quinta-feira (16), com uma caminhada no município da Raposa, às 18h.

Acompanhe a agenda da semana abaixo:


Dia 16

18h- Caminhada na Raposa
Concentração: Praça Chico Noca

Dia 17

17h – Caminhada em Imperatriz
Concentração: Praça de Fátima

20h – Reunião em João Lisboa

Dia 18

8h30 – Carreata em Santa Luzia

11h30 – Reunião em Pindaré – Mirim

15h30- Carreata em Santa Inês

18h – Carreata em Igarapé do Meio 
20h – Caminhada em Monção 

Dia 19

8h30 – Carreata em Bacabal
Dia dos Pais

Mais de 30 detentos não retornam às penitenciárias do Maranhão após saída temporária 

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou na quarta-feira (15), que dos 616 internos do sistema prisional beneficiados com a saída temporária do Dia dos Pais 581 retornaram e 35 não cumpriram o prazo de retorno no Maranhão. 

Resultado de imagem para PEDRINHAS PENITENCIÁRIA

Mais de 30 detentos não retornam às penitenciárias do Maranhão após saída temporária.

Os presos foram beneficiados pela saída na manhã do dia oito de agosto de deveriam retornar às penitenciárias às 18h da terça-feira (14). O período de saída, que é determinado por meio das Portarias Nº 026 e 027/2018, prevê pena de regressão de regime para os internos que não cumprirem a determinação.
 
Lei de Execuções Penais
 
A Saída Temporária é uma previsão da Lei de Execuções Penais, que estabelece os requisitos para concessão do benefício nos artigos 122 e 123. Antes da saída, os beneficiados são submetidos à reunião de advertência, esclarecimentos complementares e assinatura do termo de compromisso. Apenas os apenados do regime semiaberto são beneficiados com essas saídas.
O regime semiaberto destina-se para condenações entre quatro e oito anos, não sendo caso de reincidência. Nesse regime de cumprimento de pena, a lei garante ao recuperando o direito de trabalhar e fazer cursos fora da prisão durante o dia, devendo retornar à unidade penitenciária à noite.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO G1 
EDIÇÃO BALUARTE
Patrimônio pessoal bastante grande
Conseguiu Construir

Em 4 anos, a deputada estadual Ana de Nazaré Pereira Silva Macedo, a Ana do Gás conseguiu construir um patrimônio pessoal bastante grande, segundo dados divulgados pelo site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Resultado de imagem para ana do gás diretora da upa
Conseguiu.
Em 2014, a parlamentar declarou que não possuía bem algum em seu nome. Já em 2018, Ana do Gás afirmou que tem bens valiosos, como uma casa avaliada em R$ 400 mil.
Além do imóvel, a deputada diz ter um depósito de R$ 150 mil em conta corrente, dois veículos, sendo um de R$ 80 mil e outro de R$ 230 mil e quotas de capital de R$ 25 mil. O patrimônio totalizou R$ 885 mil.

Dá pra pagar um churrasquinho. 

AS INFORMAÇÕES SÃO DO BLOG DO NF
EDIÇÃO ANB

São 1.654 vagas, incluindo presidente, governador, senador e deputado  


Mais de 23 mil candidatos a presidente, governador, senador e deputado federal, estadual e distrital vão disputar os votos de 147,3 milhões de eleitores brasileiros, segundo dados disponíveis no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Encerrado o prazo para registrar as candidaturas, 13 nomes se apresentaram para disputar o Palácio do Planalto em outubro.
Para governador, segundo a última atualização do Sistema de Divulgação de Candidaturas e de Prestação de Contas, 171 candidatos pediram registro. Desses, 17 disputam a reeleição. O PSOL foi o partido que lançou o maior número de candidatos a governador, seguido do PSTU e do PT.

O TSE contabiliza até agora 6.982 candidatos para disputar as 513 vagas de deputado federal. Para deputado estadual e distrital, são 15.605 concorrentes a 1.059 vagas nas assembleias legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Mais 295 concorrem a 54 cadeiras no Senado.

Resultado de imagem para ELEIÇOES 2018
Considerando o total de 23.812 candidatos a todos os cargos em disputa nas eleições de outubro, o PSL foi o partido que apresentou o maior número de concorrentes (1.259), seguido do PSOL (1.201), do...
Considerando o total de 23.812 candidatos a todos os cargos em disputa nas eleições de outubro, o PSL foi o partido que apresentou o maior número de concorrentes (1.259), seguido do PSOL (1.201), do PT (1.075) e do MDB (1.009). Desse contingente, 30,6% são mulheres, cumprindo a meta prevista na legislação.

Quase a metade dos candidatos têm ensino superior e 55% são casados. A maioria tem entre 35 e 59 anos de idade, mas há 50 candidatos na faixa de 80 a 84 anos.
O total de candidatos em 2018 é menor que o registrado em 2014 (26.162). Os dados podem sofrer ajustes conforme a Justiça Eleitoral vá julgando os pedidos de registro.

AS INFORMAÇÕES SÃO DA REPÓRTER LUIZA DAMÉ
EDIÇÃO DE FERNANDO ATALLAIA E CAROLINA PIMENTEL
quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Ministro Barroso é o relator do caso no TSE


A procuradora-geral Eleitoral, Raquel Dodge, apresentou no início da noite de hoje (15) impugnação ao registro de candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o cargo de presidente da República. A candidatura de Lula foi registrada hoje no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelo partido.

Na petição encaminhada ao relator do caso no TSE, ministro Luís Roberto Barroso, Raquel Dodge afirma que o requerente não é elegível e apresenta certidão emitida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que confirmou a condenação determinada em primeira instância.

Resultado de imagem para RAQUEL DODGE
A procuradora-geral Eleitoral, Raquel Dodge, apresentou no início da noite de hoje (15) impugnação ao registro de candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva. 
Em janeiro deste ano, o ex-presidente foi condenado criminalmente em segunda instância, no âmbito da Operação Lava Jato, a 12 anos e 1 mês de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do triplex do Guarujá. Com essa decisão, a situação do ex-presidente enquadra-se na lista de condicionantes de inelegibilidade prevista na Lei da Ficha Limpa.

Raquel Dodge também lembra que o TSE já consolidou o entendimento de que condenações como a do TRF4 são causa de inelegibilidade. De acordo com a Súmula 61 da Corte, o condenado só retoma a capacidade eleitoral passiva oito anos após o término do cumprimento da pena. No caso do ex-presidente, a pena começou a ser cumprida em abril deste ano, após determinação da Justiça Federal. Lula está preso em Curitiba.

Resultado de imagem para LULA BEBENDO CACHAÇA
De acordo com a Súmula 61 da Corte, o condenado só retoma a capacidade eleitoral passiva oito anos após o término do cumprimento da pena.
O Ministério Público Eleitoral pede ao relator que o registro seja indeferido, por entender que faltam ao pedido os pressupostos de validade e eficácia. “Disso (da falta de capacidade eleitoral passiva) deve decorrer a rejeição liminar do requerimento, sem qualquer outro efeito jurídico que habilite o impugnado a ser considerado candidato sub judice ou a pretender o financiamento de sua candidatura com recursos públicos, que são destinados apenas a financiar campanhas dos elegíveis”, completou.

Pelo calendário eleitoral, o TSE tem até o dia 17 de setembro para julgar os pedidos de registro de candidaturas. Esse também é o prazo final para que os partidos substituam nomes nas chapas, exceto em caso de morte de candidato. 

AS INFORMAÇÕES SÃO DA AB 
EDIÇÃO BALUARTE
Jair Bolsonaro, Álvaro Dias, Marina Silva e Henrique Meirelles registram candidatura e divulgam declaração de bens. Eles se somam a Boulos, Ciro, Alckmin, Amoêdo, Daciolo e Vera Lúcia. Três presidenciáveis ainda...

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu mais quatro registros de candidaturas. Jair Bolsonaro (PSL), Álvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (MDB) agora estão oficialmente na disputa pela Presidência da República.

Guilherme Boulos (PSOL), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), João Amoêdo (Novo), Cabo Daciolo (Patriotas) e Vera Lúcia (PSTU) já estavam registrados.
 
No patrimônio listado por Bolsonaro, há cinco casas, três veículos automotores, ações, caderneta de poupança e aplicações bancárias.

Na declaração de bens de Marina Silva estão uma casa em Rio Branco no valor de R$ 60 mil e seis lotes na chácara El Shaday, na mesma capital.

declarações de bens Bolsonaro Álvaro
Meirelles possui R$ 283,2 milhões em ações de empresa e R$ 58,8 milhões em fundo de longo prazo e de investimento em diretórios creditórios. Um apartamento do candidato está avaliado em R$ 21,8 milhões.
No valor declarado por Álvaro Dias, a maior quantia corresponde a quotas ou quinhões de capital, no valor de R$ 1,4 milhões. O candidato ainda diz ter R$ 560 mil em outras participações societárias.
Com R$ 377 milhões declarados, Henrique Meirelles aparece como o segundo candidato mais rico entre os presidenciáveis. Ele está atrás apenas de João Amoêdo.

Meirelles possui R$ 283,2 milhões em ações de empresa e R$ 58,8 milhões em fundo de longo prazo e de investimento em diretórios creditórios. Um apartamento do candidato está avaliado em R$ 21,8 milhões. Esses são os três bens mais valiosos informados por ele. Meirelles tem R$ 6,8 milhões depositados no exterior, R$ 917 mil em joias, quadros, objetos de arte, coleção e antiguidades e R$ 1 milhão em salas ou conjunto comercial.

Dos candidatos a presidente que tiveram os nomes aprovados nas convenções partidárias, 3 ainda não registraram candidaturas. São eles: João Vicente Goulart (PPL), José Maria Eymael (DC) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O prazo final para os candidatos aprovados nas convenções partidárias registrarem as candidaturas é esta quarta, às 19h. A campanha eleitoral começa oficialmente no próximo dia 16. No dia 31, se inicia o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV.

Com as candidaturas apresentadas, o patrimônio declarado pelos candidatos ficou da seguinte maneira:

1. João Amoêdo: R$ 425 milhões
2. Henrique Meirelles: R$ 377 milhões
3. Álvaro Dias: R$ 2,9 milhões
4. Jair Bolsonaro: R$ 2,3 milhões
5. Ciro Gomes: R$ 1,6 milhão
6. Geraldo Alckmin: R$ 1,3 milhão
7. Marina Silva: R$ 118 mil
8. Vera Lúcia: R$ 20 mil
9. Guilherme Boulos: R$ 15,4 mil
10. Cabo Daciolo: Diz que não tem bem nenhum

AS INFORMAÇÕES SÃO DO PRAGMATISMO

EDIÇÃO BALUARTE

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB