segunda-feira, 5 de junho de 2017
Fonte que trabalha no local afirmou de forma categórica que pacientes estão sendo submetidos a cirurgias tardias que os levam à deficiência
 
POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

Uma notícia divulgada há quase  um ano de que o Socorrão II, localizado na Cidade Operária, teria sido laureado com o reconhecimento de que é referencia em traumatologia no quesito tratamento com excelência pode não passar de mais uma falácia institucionalizada. Tudo porque fonte que trabalha naquele local, no setor de Pequenas Cirurgias, denuncia esta semana a Agencia Baluarte que os pacientes que esperam dois, três meses por um procedimento  cirúrgico vem tendo os ossos calcificados e, posteriormente, por consequência de tratamento tardio, saem de seus  leitos,  deficientes. 

Resultado de imagem para helena duailibe
A eterna secretária de Saúde de São Luís, Helena Duailibe: cirurgias tardias que os levam à deficiência?
‘’O osso, devido à demora do tratamento adequado e da cirurgia no tempo certo, calcifica, então a partir dai os pacientes são levados a fazer a chamada cirurgia limpa que dar a eles esperança de terem a estrutura óssea recuperada. Mas o que ocorre é o contrário: como o estado de calcificação já estar avançado a deficiência acontece e eles (pacientes)acham que faz parte, que é normal. Mas não é, não. Poderiam ter sido restabelecidos, mas saem aleijados’’, disse a fonte que trabalha na enfermagem do hospital. 


O relato é escabroso e fere os direitos humanos universais na totalidade. Recentemente,  em matéria produzida por ANB Online que teve mais de 9 mil compartilhamentos nas redes sociais, a reportagem teve acesso a uma realidade que aponta  para sacrifício de vidas pelo estado, representado neste caso pela prefeitura de São Luís. Uma espécie  de holocausto evidenciado num quase genocídio perceptível em óbitos lavrados nos corredores do hospital por falta de medicamentos, material para  assepsia e abandono de pacientes em filas estendidas à  falta de leitos e macas. A realidade no Socorrão II é desumana, cruel, violenta e indigna de um centro de saúde, como definem os próprios profissionais que lá atuam. 


Coisas escabrosas estão acontecendo no Socorrão II, segundo fonte que trabalha no local.

Ainda conforme informou a fonte, que terá a identidade preservada para que não sofra perseguição e/ou represálias, há indícios de que desvios de conduta da direção do hospital , tipificados em possíveis fraudes, desvios de dinheiro público, favoritismos, conluios e superfaturamentos, podem ser umas das forças motoras da calamidade perpetrada  nas dependências internas do Socorrão II. 


‘’É muito estranho. Eles estavam pintando uma porta um dia desses lá próximo da enfermaria e a gente pergunta quanto tem de investimento por trás dessa porta, será se é só o valor da tinta? Porque a gestão é de uma  maquiagem, só. O que entra do SUS, mensalmente? Porque lá falta tudo, maca, leito, seringas, tudo. Funcionários como nós da enfermagem sempre com salários atrasados, porque nunca tem investimento para nada? Questionou.  
Resultado de imagem para edivaldo holanda jr
O prefeito Edivaldo Holanda Jr: ainda conforme informou a fonte, que terá a identidade preservada para que não sofra perseguição e/ou represálias...
ANB Online, diante das graves denúncias, tentou contatar  a diretora do hospital, Bernadete Veiga Ferreira para obter esclarecimentos sobre as declarações, mas não obteve êxito. Em seguida tentamos contatar a secretária de Saúde de São Luís, Helena Duailibe para saber qual o  posicionamento da pasta dirigida por ela quanto à situação do hospital, mas o telefone só sinalizava desligado ou fora de área.  Obstinada, nossa equipe ainda tentou contato com o prefeito Edivaldo Holanda Jr para saber o porquê de tantas arbitrariedades, desprezo, descaso e abandono  naquele hospital, mas fomos informados de que ele se encontrava ‘’rezando’’ pelos moribundos que lá esperam por atendimento, agonizando, diariamente. 


Até o registro do próximo óbito que fatalmente ocorrerá, por mais uma vez no corredor.

5 comentários:

  1. A administração dessa unidade de saúde é uma tragédia. A administração da secretária Helena Duailibe é uma tragédia. A administração do prefeito Holanda é uma tragédia. Incompetentes, irresponsáveis, inconsequentes. Eles desprezam a população de São Luis, o justo é que recebem o desprezo do povo de volta. Reage, povo.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente eu não conheço a realidade do Socorrão. Graças a Deus tenho sido poupado deste karma. É claro que lamento profundamente as notícias que ouço a respeito do atendimento da população necessitada e que condeno a gestão do atual prefeito por outros fatos que tenho o desprazer de conhecer. O problema é que este mesmo cidadão mal atendido é o primeiro que vai votar 12 na próxima oportunidade,

    ResponderExcluir
  3. Me admira o povo ficar inerte diante de tanta monstruosidade.
    A mudança que pregam durante campanhas eleitorais,passa longe da realidade vivida.

    ResponderExcluir
  4. Povo teve oportunidade de mudar, mas prefiro continuar sofrendo.

    ResponderExcluir
  5. O maior responsável por essa tragédia é o povo que alem de votar nesse verme Edivaldo Holanda, ainda cruza os braços e aceita tudo. E o pior acha que tudo é perseguição politica. Ainda temos o governador Flavio Dino que também é um grande responsável por toda essa desgraça que vem afetando a SAÚDE E A EDUCAÇÃO de São Luis, pois anunciava aos quatro cantos total apoio ao seu candidato e agora eleito nada faz por nossa cidade.

    ResponderExcluir

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB