domingo, 27 de dezembro de 2020

Os eleitos em novembro terão a  missão  de fazer da Região Metropolitana um lugar próspero para se viver, respeitando peculiaridades das quatro principais cidades

POR FERNANDO ATALLAIA

EDITOR-SÊNIOR DA AGÊNCIA BALUARTE

atallaia.baluarte@hotmail.com

Raposa, São Luís, Paço do Lumiar e São José de Ribamar. Em novembro foram eleitos os novos prefeitos das cidades que compõem o quarteto metropolitano da Grande São Luís. Apesar de parecidas, elas guardam- reservadas as devidas peculiaridades-, proporções ainda soterradas que precisam ganhar espaço e voz a partir de janeiro de 2021.    

Numa linha semelhante ao que se fez no Sul do país, as potencialidades presentes na Região Metropolitana, se recuperadas e...
Os problemas- comuns as quatro-, dizem muito do que anseiam os maranhenses que habitam o território de Paço, São Luís, Ribamar e Raposa. Uma das demandas populacionais consideradas urgentes,  ações que melhorem a trafegabilidade e o ordenamento do trânsito e que favoreçam  aos condutores   maior   fruição; uma  política de segurança pública que mapeie a Ilha em seus principais pontos e limites, objetivando a prevenção de  ações criminosas, além do fortalecimento da Saúde, são alguns dos apelos antigos dos  moradores.

Esperam que os novos prefeitos atuem de maneira uníssona, abandonando vaidades e...
Num cenário espinhoso, aonde por quase 20 anos as políticas públicas chegaram  de forma espaçada e precária,  as desvantagens sentidas levaram à sacralização de  tumores sociais como o trafico de drogas que se mantem, hoje, na Grande São Luís como ‘oferta de ascensão social' e 'oportunidade de renda’. 

Apesar da  conjuntura social  ainda esfacelada com sinais  claros de avanço das desigualdades, os imbróglios, dificuldades e  percalços que permeiam  a região estão  longe de serem resolvidos se as velhas formas de gestão perdurarem. Os maranhenses esperam que os novos prefeitos atuem de maneira uníssona, abandonando vaidades e protecionismos, em favor de uma visão propositiva unificada que vise o desenvolvimento conjunto.        

Os problemas- comuns as quatro-, dizem muito do que anseiam os maranhenses que habitam o território de...
Vulnerabilidade social e desemprego- Quatro anos é um período naturalmente exíguo para gerir as cidades de forma a tracionar o progresso durante esse  tempo  com avanços que se querem imediatos, mas revolvido o peso burocrático  presente na máquina administrativa sobrará aos prefeitos nitidez para desempenhar um papel fundamental na busca de soluções. Causa rubor em turistas e maranhenses, o estado de penúria ainda verificado em bairros como Ilhinha, em São Luís e Vila Laci, em Raposa.

Numa linha semelhante ao que se fez no Sul do país, as potencialidades presentes na Região Metropolitana, se recuperadas e ressurgidas, serão por si mesmas cartões-postais da representatividade local além-fronteiras. Ainda não se explorou o turismo, a diversidade cultural,  a produção agrícola  e a vocação pesqueira do quarteto em sua totalidade. Há muito que São José de Ribamar já poderia ser um polo exportador de pelos menos seis culturas nativas do município. Em 15 anos nada foi feito.

Apesar da  conjuntura social  ainda esfacelada com sinais  claros de avanço das...
Agora é hora de reparar ausências históricas de territórios cada vez mais chamados a comunicar mensagens e ideias, com suas  populações ávidas por participar de um processo social que por anos se manteve aquém do seu radar. Os maranhenses da Grande São Luís estão no jogo. Serão partícipes de um novo momento que não  poupará malversações, nepotismos, omissões, grandes ou  pequenas corrupções. O desejo coletivo por justiça social virou- a partir da eleição de 2020-, um emblema das comunidades desassistidas e nas redes nada mais se vê que o brado pontual daqueles que elegeram  a alternância como palavra de ordem.

3 comentários:

  1. parabéns vc como sempre arrebentando nas materias seu lindo
    show!!!''''
    loirinha da sede Te adolooooo Fernando

    ResponderExcluir
  2. Meu caro Fernando não é a toa que você é um dos maiores jornalistas do Maranhão se não for o maior
    Você aponta como prioridade o fortalecimento da região e não de cada cidade isoladamente
    Parabéns, Poeta!
    Reinaldo (EMEM)

    ResponderExcluir

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB