quinta-feira, 16 de agosto de 2018
Poesia Sempre!
Leia na íntegra o poema Cabala, da obra inédita Itinerário do Baixo Forquilha-Noite, Putas e Poesia, de autoria do poeta e jornalista maranhense Fernando Atallaia


Cabala

Cabala, mentira,  pilhéria
Netunas cilíndricas no oco do inferno
Conspurcar na destreza a vestida - noite morta
Liberdade aos sóis da boca- tara 

Claudia se animama com um homem no meio da rua

Prócer frígido, abstraído ,   infenso
Escroque de palha na muralha- fumaça
Cubo de gelo à  fogueira mendiga
Prisioneiros de Calis na lascívia demente

São Luís, agosto de 1996

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB