quarta-feira, 4 de julho de 2018
Rio

Miguel Iskin e Gustavo Estellita são alvos. Há mandado de busca contra Sérgio Côrtes


A força-tarefa da Lava Jato deflagrou na manhã desta quarta-feira (4) um desdobramento da Operação Fatura Exposta, que mira esquemas de corrupção na Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro. Há 15 mandados de prisão no Rio e oito em São Paulo. Os empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita, presos na primeira fase e soltos meses depois pelo ministro Gilmar Mendes, são alvos de mandados de prisão.


Os agentes também retornam à casa do ex-secretário estadual de Saúde Sérgio Côrtes, para cumprir mandado de busca e apreensão. 

Resultado de imagem para empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita,
Miguel Iskin e Gustavo Estellita são alvos.


Policiais também estão na residência de André Loyelo, atual diretor do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), parar cumprir mandado de prisão temporária.

Nesta fase, o Ministério Público Federal coloca o foco em grandes multinacionais fornecedoras de material hospitalar, envolvidas em fraudes em licitação e formação de cartel. Em São Paulo, a força-tarefa mira executivos da Philips, com mandado de busca e apreensão na sede da empresa.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO JB
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB