sexta-feira, 4 de maio de 2018
Cinema pede desculpas após mulher com síndrome de Asperger ser expulsa da sala

Mulher de 25 anos com Síndrome de Asperger é humilhada e expulsa de sala de cinema por rir alto. Público presente considerou a medida “nojenta” e “intolerante” e muita gente saiu da sessão em protesto. Mãe da vítima divulgou desabafo.

Uma mulher de 25 anos portadora da Síndrome de Asperger passou por uma situação constrangedora em Londres no último fim de semana.

Acompanhada por dois amigos, a jovem Tamsin Parker assistia em um cinema em Londres o seu filme preferido — o western spaghetti “O bom, o mau e o feio” (1966), do italiano Sergio Leone. Ela foi convidada a sair da sessão porque estava rindo muito alto.

O caso não repercutiu bem e o Instituto de Cinema Britânico divulgou um pedido oficial de desculpas. As informações são do The Guardian. 

“Estamos levando essa situação muito a sério e, na manhã de hoje, investigamos mais (…) Podemos e devemos nos adequar melhor a todas as necessidades de nossos clientes, e tomarestamos levando essa situação muito a sério e, na manhã de hoje, investigamos mais (…) Podemos e devemos nos adequar melhor a todas as necessidades de nossos clientes, e tomaremos providências para implementar mudanças como o treinamento de funcionários”.

Totalmente humilhada

Testemunhas do episódio consideraram que a medida tomada contra Tasmin, que é artista e animadora, foi “nojenta” e “intolerante”.

Tamsin Parker cinema asperger
Ela foi convidada a sair da sessão porque estava rindo muito alto.
“Minha filha disse: ‘sou autista’, e um homem respondeu: ‘você é retardada'”, conta a diretora de teatro Lydia Parker, mãe de Tamsin.

“Outro homem, que a chamou de cadela, também foi expulso da sala, mas só depois dela sair. Ela foi totalmente humilhada e isso acabou com o seu aniversário”.

Lydia propôs que o instituto organizasse uma sessão do filme para Tamsi e seus amigos.
“Minha filha estava com medo e chorava muito quando a busquei no cinema”, lembra Lydia, que ficou satisfeita ao ver as mensagens de apoio recebidas nas mídias sociais.

Revolta

Lloyd Shepherd, que estava na mesma sessão de Tamsi, condena a expulsão da artista da sala. Segundo ele, algumas pessoas aplaudiram sua remoção, mas a maioria revoltou-se com a atitude, e vários deixaram a exibição em protesto. 

“Ela estava rindo muito alto, mas em momentos que eram engraçados. Algumas pessoas reclamaram. Ela foi arrastada para fora e gritava: ‘Sinto muito, tenho Asperger'”, conta. “Estou tremendo de raiva. Se houvesse um pouco de empatia, tudo daria certo. Foi intolerância nua e crua”, conclui.

Diretora de assuntos externos da Sociedade Nacional de Autismo do Reino Unido, Jane Harris afirmou que o incidente foi “chocante”. Um de seus amigos estava na sala.

“É bom saber que boa parte do público se solidarizou com Tamsi, mas o incidente mostra como ainda precisamos evoluir para que as pessoas com autismo sejam compreendidas”, disse.

Síndrome de Asperger

A Síndrome de Asperger é um transtorno do espectro autista, que antigamente era considerada uma condição relacionada, mas distinta do autismo. A redefinição ocorreu após maio de 2013.

As crianças com Asperger não apresentam grandes atrasos no desenvolvimento da fala e nem sofrem com comprometimento cognitivo grave.

Esses alunos costumam escolher temas de interesse, que podem ser únicos por longos períodos de tempo – quando gostam do tema “dinossauros”, por exemplo, falam repetidamente nesse assunto.

Habilidades incomuns, como memorização de sequências matemáticas ou de mapas, são bastante presentes em pessoas com essa síndrome.


AS INFORMAÇÕES SÃO DO SITE P
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB