terça-feira, 24 de abril de 2018

A meta no Maranhão é imunizar 1.687.524 pessoas

O Governo do Estado iniciou, nesta segunda-feira (23), a vacinação contra gripe. A meta no Maranhão é imunizar 1.687.524 pessoas. A imunização segue até o dia 26 de maio e as doses contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde, de segunda a sexta-feira.

No Centro de Saúde Genésio Rego, a aposentada Lucimar Martins Viana, de 66 anos, fez questão de procurar o serviço de saúde no primeiro dia de vacinação contra gripe. “Acho importante ter esse cuidado com a minha saúde. Idoso pega gripe fácil e graças a Deus desde que comecei a tomar a vacina não tive gripe forte”, relata.

Denise Maranhão Ferreira também não quis esperar e antes das 9h levou seu filho Yan Victor, de 9 meses, para receber a imunização. “A preocupação com a saúde dele está acima de tudo e essa é uma oportunidade que os pais não podem perder. É muito importante a vacinação, por isso trouxe ele o quanto antes”, afirma.

Segundo a chefe do Departamento de Imunização da SES, Helena Almeida, cada município definirá a estratégia da vacinação, mas a meta da Secretaria de Estado da Saúde (SES) é vacinar pelo menos 90% dos maranhenses que integram o público-alvo, o que corresponde a 1.687.524 pessoas.

A imunização segue até o dia 26 de maio e as doses contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B estão disponíveis nas...
“Estamos abastecidos com vacinas contra gripe e de todas as outras do calendário vacinal estabelecido pelo Programa Nacional de Imunização. Durante este período, todas elas continuarão sendo oferecidas, não somente as contra a Influenza H1N1/H3N2. Já no Dia D vacinaremos somente contra a gripe”, informa. O Dia D da campanha será em 12 de maio.

Além de idosos a partir de 60 anos, fazem parte dos 9 grupos prioritários atendidos na campanha de vacinação as crianças de 6 meses até 4 anos 11 meses e 29 dias; pessoas com doenças crônicas como: diabetes, hipertensão, câncer, asma, bronquite e doenças degenerativas do sistema nervoso central; gestantes, independente do mês gestacional; mulheres em pós-parto, até 45 dias após o nascimento do bebê; profissionais de saúde da rede pública ou privada; povos indígenas; população privada de liberdade; e servidores do sistema prisional.

A vacinação inclui também os professores ativos de escolas públicas e privadas (ensino infantil, fundamental, médio e ensino superior). As pessoas portadoras de doenças crônicas (de 5 a 59 anos) e condições especiais devem apresentar prescrição médica/receita de uso contínuo.

Precauções

Em doenças agudas febris, sejam moderadas ou graves, recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença. Em caso de ocorrência de síndrome de Guillain-Barré (SGB) no período de até seis semanas após uma dose anterior, recomenda-se realizar avaliação médica criteriosa sobre os benefícios e risco da vacina antes da administração de uma nova dose.

Contraindicações

A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores bem como a qualquer componente da vacina ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. Reações anafiláticas graves a doses anteriores também contraindicam doses subsequentes.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB