sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Gestão de Fernando Silva na cidade tenta incutir na opinião pública que Ribamar está sendo reconstruída
Responsabilidade por ‘destruição’ é também de Moura. 

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR-CHEFE DA AGÊNCIA BALUARTE 
atallaia.baluarte@hotmail.com

Quem assistiu o prefeito Luís Fernando Moura da Silva rogar quase que desesperado para que os ribamarenses dessem a Gil Cutrim o segundo mandato num slogan inventado por ele mesmo que dizia ‘Quem gosta de mim, vota em Gil Cutrim’, não esperava ver hoje o prefeito massacrando seu afilhado querido aos quatro cantos. 

Resultado de imagem para LUIS FERNANDO E GIL CUTRIM
‘TIRO NO PÉ’ Ribamarenses repudiam deboche  de Fernando Silva em São José de Ribamar:  irresponsável com a cidade, ele indicou o inepto Gil Cutrim que agora acusa de destruição do município.
Responsável direto pela indicação de Cutrim a prefeito, a quem acusa de ter destruído São José de Ribamar, Fernando Silva foi irresponsável com a cidade. Sabia ele que Gil não teria condições práticas, de experiência e preparo, para gerir àquela altura uma cidade da envergadura da Balneária. Mas como que numa jogada apenas política,  sem se preocupar com as consequências, impôs e pediu voto a Cutrim. Deu no que deu: um município massacrado por ações de politicalha, favorecimentos, enriquecimentos ilícitos e na esfera da gestão pública delegado a ações paliativas, medíocres que não condizem com suas reais demandas. 
Resultado de imagem para camara de vereadores de sao jose de ribamar
Câmara de Vereadores fere a  Lei de Transparência há quase uma década em São José de Ribamar; Ministério Público(imagem abaixo) faz que não vê.
Os ribamarenses estão insatisfeitos. Ganhando um ano ‘no grito’, após campanha onde usou tática eleitoereira para concentrar atenção em torno de si com os chamados Planeja, o prefeito nada pôs em prática do que pregou fazer a partir de janeiro passado. Sustenta um discurso que serve apenas para neutralizar e banir em definitivo seu concorrente no município. Gil Cutrim é candidato a deputado federal e todas as vezes que a administração de Moura divulga, em deboche aos ribamarenses, que mais um aparelho público foi reconstruído está afirmando que Gil Cutrim-indicação de Silva- foi quem o destruiu. Uma forma de conferir desgaste pontual ao candidato, mas também enfatizar a mea culpa. 
Resultado de imagem para ministerio publico sao jose de ribamar

O fato é que o discurso da reconstrução- cunhado em primeira mão e de  forma legítima em reportagens da Agencia Baluarte e agora usado de maneira oportunista pela gestão de Silva- nada mais é que um ‘tiro no pé’.  A predileção de Fernando por Gil deixa claro que nos últimos 10 anos, São José de Ribamar tem sido apenas uma cidade aonde políticos descompromissados com os ribamarenses vem fazendo o que bem querem no vasto município, empurrando , a seu bel prazer, políticos de qualquer espécie. 

Em 2017 , a Balneária  foi reconhecida como a terceira mais violenta cidade do País. As gestões que estiveram no comando nesses últimos anos – ao lado de uma  Câmara de Vereadores  leniente, que opera na política profissional sob suspeitas de corrupção, debochando do Ministério Público há quase uma década-, são responsáveis diretas pelo diagnóstico. As gestões que estavam no comando eram justamente as de Moura e Cutrim, apoiadas que foram pelas anteriores que fizeram da cidade um curral eleitoral ululante em pleno século 21. 
Resultado de imagem para sao jose de ribamar
A terceira maior cidade do Maranhão foi diagnosticada como a terceira  mais violenta do País; resultado da ausência das gestões que passaram pelo município nos últimos 10  anos.
Isso mostra que nenhuma dessas gestões, inclusive a atual, teve pelo município preocupação à altura dos desafios e necessidades da população local. Recentemente, Fernando Silva foi visto ao lado de dois vereadores que há três meses lhe faziam média de oposicionistas. Todas as vezes que o teatro é encenado, há cooptação desses e de mais   dois parlamentares. Essas práticas rotineiras  em São José de Ribamar apontam  para uma gestão inflada por egos famigliares já conhecidos dos ribamarenses. A própria concentração de renda entre membros dos poderes é uma prova: enquanto uns poucos com endereço permanente  no Legislativo e Executivo seguem milionários, a grande maioria da população ribamarense ainda é pobre e miserável. 

Desigualdade que se arrasta por todas as comunidades e bairros  locais. 

3 comentários:

  1. FERNANDO SILVA FAZ RECONSTRUIR O QUE ELE CAUSOU ATRAVÉS DE GIL CUTRIM EM 3 ANOS? O POVO DESSA RIBAMAR TA SENDO ENGANADO NA CARA DE PAU E NÃO SE EMENDA, ACORDA SEU POVO

    RICHARDON DE BURITI

    ResponderExcluir
  2. A Mula De Edmar Cutrim Ta Batendo No Fernando Silva seu Atalaia O Cara Perdeu A Boquinha Na Prefeitura E Ficou Louca A Moça
    Edmar Bota Vagabundo Pra Trabalhar É Certo
    Faz Essa Materia Meu Grande
    NEILSON

    ResponderExcluir
  3. pra gil cutrim eu digo sim sil sim sim sim nessa porra quem gosta de mim vota é em gil cutrim meu irmao kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ai deu a merda que deu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    ronaldo da sede

    ResponderExcluir

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB