sexta-feira, 7 de abril de 2017
Petróleo e ouro disparam após ataque do Estados Unidos contra a Síria

A Síria é um dos principais produtores de petróleo do mundo.


Após os Estados Unidos lançarem dezenas de mísseis na Síria nesta quinta-feira (6), o preço do petróleo e do ouro dispararam logo no início desta sexta-feira (7), atingindo o valor mais alto das últimas quatro semanas. 


O valor do petróleo Brent subiu de US$ 54,88 para US$ 55,57 por barril, a maior tarifa desde o dia 8 de março. Em nova York, o aumento foi de 1,7%.   
Líderes da União Europeia defendem ataque de Trump e culpam Assad
Presidente da Rússia, aliado da Síria, Vladimir Putin destaca que ação química foi só um "pretexto".
Com o bombardeio na Síria, a reação nos mercados globais foi imediata. Em relação ao ouro, o lingote para entrega imediata subiu mais de 1% para US$1.263 a onça. O metal acumulava ganhos de quase 10% no ano no início da madrugada desta sexta-feira.

A Síria é um dos principais produtores de petróleo do mundo. Na estação de energia hidrelétrica, onde há jazidas petrolíferas, cerca de 20 mil toneladas de petróleo são produzidas diariamente.

Já às 10h23 (de Brasília), os preços começaram a se estabilizar, ainda em alta. O petróleo WTI para maio, contrato mais líquido, subia 0,29%, a US$ 51,85 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). No mesmo horário, o Brent para junho também registrava avanço de 0,16%, a US$ 54,98 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE).


As informações são do JB com Agência Ansa
Edição da Agência Baluarte

0 comentários:

Postar um comentário

IPVA 2017

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB