domingo, 16 de outubro de 2016
A Grande Poesia de Fernando Atallaia 

O Prof. Dr. da Universidade Federal do Maranhão e ex-presidente da Fundação Cultural de São Luís, Euclides Moreira Neto: ''Fernando Atallaia  já é, irrefutavelmente, um dos maiores poetas deste tempo''.  
Recorrendo ao conceito formal do que seria “Poesia” chegamos à definição de que essa modalidade poética é um gênero literário que se caracteriza por ser a mais depurada manifestação através da palavra, dos sentimentos, das emoções e reflexões que podem expressar o sentimento do Homem em torno da beleza, do amor, da vida ou da morte.



Não muito raramente, percebemos que muitos poetas só se sentem poeta quando se expressam por meio da dor, do sofrimento. De qualquer modo, a nova expressão poética contemporânea adquire novas nuances e aprofunda as sensações da percepção humana e a beleza ou tristeza vai estar embutida na forma e maneira de dizer as coisas, por isso, percebemos que a poética de Fernando Atallaia na obra “Ode Triste para Amores Inacabados” se apresenta como algo inovador e revelador de sentimentos, não só na forma ortográfica, mas a de somar os conteúdos que extrapolam a construção do verso ou da prosa.



Atallaia nos mune de uma construção literária polissêmica, proporcionando uma leitura que requer reflexão e leitura suplementar (para aqueles menos atentos), por isso mesmo seu conteúdo inteligente enche o seu público com diversas possibilidades de interpretação, incluindo, claro, a sua própria, mas sem fechar um olhar mais intimista com o leitor, que pode assim, também sonhar, ao seu modo particular de sentir a vida.



No poema ‘’Verso Antigo” em que o autor referencia o poeta Ferreira Gullar e outros nomes da literatura maranhense, ele nos presenteia com a construção ortográfica: “Era uma morada de sonhos em desalinho Alinhados para o amanhã de toda hora”, sugerindo a leitura sentimental que cada leitor pode construir em si o seu sonho, a partir da sua narrativa. Fernando Atalaia escreve e aborda sobre tudo sem medo, sem preconceito, sem os moralismos conservadores tão comuns naqueles que se consideram mais moderados, mas com a elegância inteligente da palavra em construção que certamente se constituirá referencia no meio literário maranhense, pois como ele próprio afirma “Não me tenham por medo de ser vós o que agora sois neste poema”. 

Fernando Atallaia  já é, irrefutavelmente, um dos maiores poetas deste tempo. 




Euclides Barbosa Moreira Neto é Investigador Científico vinculado ao Programa Doutoral em Estudos Culturais da Universidade de Aveiro-Portugal; Mestre em Comunicação da UFMA, foi presidente da Fundação Cultural de São Luís-FUNC, ex-diretor do Departamento de Assuntos Culturais-DAC da Universidade Federal do Maranhão, pertencendo ao quadro de Professores-Doutores da mesma Universidade.  

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB