quinta-feira, 15 de julho de 2021

Vinte e uma pessoas já foram detidas pela equipe que investiga a morte do presidente

assassinato do presidente do Haiti, Jovenel Moise, no último dia 7  foi planejado na República Dominicana, afirmou o chefe da polícia local na noite de ontem. As informações são da agência de notícias AFP .

Uma foto com duas pessoas, entre os suspeitos que foram detidos pela polícia, e o ex-senador Joel John Joseph — que recebeu uma ordem de prisão — circula pelas redes sociais. Os integrantes participavam de uma reunião e, de acordo com o diretor-geral da polícia haitiana, Léon Charles, estavam planejando o homicídio de Moise na República Dominicana.

"Estavam reunidos em um hotel de Santo Domingo. Ao redor da mesa estão os autores intelectuais, um grupo de recrutamento técnico e um grupo de arrecadação de fundos", disse Charles a jornalistas. "Algumas das pessoas na foto já foram detidas. É o caso do médico Christian Emmanuel Sanon e de James Solages. Este último coordenou com a empresa de segurança venezuelana CTU, com sede em Miami", continuou.

18 colombianos e 3 haitianos, sendo dois deles também com nacionalidade norte-americana. Posteriormente, três colombianos foram... 
Antonio Emmanuel Intriago Valera, responsável do CTU, também aparece na imagem, além do chefe da empresa Worldwide Capital Lending Group, Walter Veintemilla. A companhia é alvo de investigação por suspeita de ter "arrecadado fundos para financiar" o assassinato do presidente , segundo Charles.

"Havia um grupo de quatro (mercenários) que já estavam no país. Os outros chegaram em 6 de junho. Passaram pela República Dominicana. Nós rastreamos o cartão de crédito que foi usado para comprar as passagens", afirmou.

Com as investigações, até o momento, 21 pessoas foram detidas. Entre elas estão 18 colombianos e 3 haitianos, sendo dois deles também com nacionalidade norte-americana. Posteriormente, três colombianos foram mortos pelos policiais. "São ex-soldados das forças especiais da Colômbia. São especialistas, criminosos. Esta é uma operação bem planejada", disse o chefe policial.

Ainda de acordo com Charles, quatro agentes de segurança de Moise foram isolados e outros 24 submetidos a medidas cautelares.


IG

EDIÇÃO DE ANB

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB