domingo, 9 de agosto de 2020

Disputa entrará para a história política da Balneária  não apenas pela alta relevância da terceira maior cidade do Maranhão

Mais pelo protagonismo que São José de Ribamar poderá encabeçar a partir de 2021

POR FERNANDO ATALLAIA

EDITOR DE ELEIÇÕES DA AGÊNCIA BALUARTE

atallaia.baluarte@hotmail.com

Cinco pré-candidatos disputam o assento na cadeira do Executivo de São José de Ribamar, a terceira maior cidade do Maranhão.

Entre eles, o representante do que os ribamarenses denominaram de ‘sistema paliativo de administração’, Zé Eudes(PTB). A designação é uma alusão clara à atual realidade de uma cidade central no debate de questões que arrolam  problemáticas intrincadas no seio da Grande São Luís.

Moradores de São José de Ribamar protestam pedindo melhorias em ...
Ribamarenses protestam em frente à placa da Prefeitura na terceira maior cidade do Maranhão: desigualdades aprofundadas desde 2005. 

Os 100 mil eleitores que vão às urnas decidir o futuro de São José de Ribamar em novembro, provenientes de uma massa populacional estimada, hoje, em mais de 230 mil habitantes com endereço certo nas quatro regiões do município, sabem que a responsabilidade é grande em face dos desafios que a emblemática cidade enfrenta desde 2005, quando uma onda de currais eleitorais se estabeleceu em solo local, aprofundando as desigualdades.

O próximo prefeito terá, naturalmente, como principal incumbência quebrar um paradigma histórico que absorveu as qualidades de um povo trabalhador à condição estática de pedintes. Contextualizar a cidade para além da própria região  onde está inserida é também uma necessidade premente. Pelas caraterísticas que São José de Ribamar encerra tanto no plano natural, com um meio ambiente rico, contudo, massacrado pela falta de políticas públicas  que ao longo de 15 anos fizeram do turismo local uma paisagem fantasmagórica com praias abandonadas e investidores ausentes.

Imagem de Santuário em São José de Ribamar é depredada
Depredação de imagens do Santuário ocorrida em setembro do ano passado: triste registro de uma  cidade que ainda não encontrou seu norte.  
Mas a otimização de um cenário desolado que atravessa ruas e avenidas numa  Infraestrutura caótica, encontra um desafio maior nos dias atuais. A cidade precisa responder a uma multidão de desempregados que não vê em São José de Ribamar espaço para por em prática suas habilidades dentro de um ambiente de trabalho que sequer existe. A ausência de investimentos pontuais na Geração de Emprego e Renda vem frustrando juventude, mães e pais de famílias que veem seus filhos abduzidos por ofertas do mundo da criminalidade. Não há, igualmente, incentivo governamental para o fortalecimento do micro e pequeno empreendedor ribamarense. A paisagem é aterradora, e não se suporta mais em si, o que levou a Gestão municipal, há uma semana, desviar o foco do problema para outro tema espinhoso: regularização fundiária. Um imbróglio interno que leva à outra discussão travada em tempo real pelos ribamarenses no que tange à definição territorial do município, que segue confusa.

Bagrinho de barganha ou Pescadinha de mamata? – Apesar de São José de Ribamar ainda apresentar arestas em todas as áreas da administração pública, as muitas lacunas não foram suficientes para gerar em grande parte dos pré-candidatos a Prefeito  e Vereador um grau de consciência necessário à transformação social esperada pelos ribamarenses.

A disputa corre em  farta carga de intenção eleitoreira, especialmente oriunda dos projetos políticos de dois pré-candidatos ao Executivo. Conhecidos porta-vozes de currais que durante vários pleitos  davam  as caras no município apenas às vésperas da eleição. Esse  perfil vem sendo rechaçado pela população de São José de Ribamar de ponta a ponta desde quando a Agência Baluarte denunciou a prática há exatos três anos.

Ficheiro:São josé de ribamar.JPG – Wikipédia, a enciclopédia livre
Imagem de praia vazia em São José de Ribamar: turismo sem investimentos há quase duas décadas. 

Ainda assim, por outro lado, os chamados  ‘acordos grosseiros’  pontuam  há quatro meses a corrida na Balneária. Capazes de aglutinar pseudo lideranças de barganha, alguns nomes encontram uma paisagem propicia ao manejo de cooptações. O grupo governista nesse particular ganhou destaque por descer à vala comum pela primeira vez ao recrutar personas bizarras para defender Zé Eudes em três grupos de whatsApp.

O fato é que os governistas se confrontam com uma conjuntura desfavorável criada por eles mesmos em quase duas décadas de gestão. Vivem agora as consequências de um modelo ultrapassado, mas embromador que perdeu força a partir de 2018 e para fazer frente à possível derrocada tiveram de apelar ao submundo das redes.

Como anteviu ANB ainda em 2014.

Um comentário:

  1. Fernando publica meu comentário por favor
    É a Daniele

    Doutor Julinho envelheceu mal

    Prefeito de São José de Ribamar no início da década de 90, o médico Dr. Julinho surpreende pelo fôlego para liderar a disputa quase 30 anos depois de sua primeira gestão.

    De lá pra cá muita coisa mudou, e Julinho envelheceu nas ideias, práticas e ficou ultrapassado no modo de ver o mundo. Prova disso foi a entrevista no início do ano ao programa Ponto Continuando, da Mais FM.

    À época, o autointitulado “médico de alma branca”, deu mostras do quanto ficou no passado ao falar sobre temas como educação, ensino superior, turismo e infraestrutura.

    Filiado ao PL, o velho Julinho – e isso não tem nada a ver com idade – cercou-se de um ‘consórcio de aliados’ que parecem ter saído de filme antigo de bang bang americano, prontos para enfiarem as “garras” na administração pública.

    Por lá, Josimar de Maranhãozinho, Junior Marreca, PL, Avante e Patriota, sem nenhum histórico político em Ribamar, prometem dar as cartas no município que homenageia o padroeiro maranhense.

    É com essa gente que ele promete “governar” caso chegue à prefeitura a partir de 2021.

    Valei-me, São José de Ribamar!!!

    ResponderExcluir

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB