sexta-feira, 12 de junho de 2020
Prefeitura mantém política de desvalorização dos  artistas locais
Cachês não ultrapassam  a irrisória marca dos  R$ 2 500 em São José de Ribamar

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

Causou revolta em São José de Ribamar o edital lançado pela Prefeitura para seleção de artistas para o São João deste ano.
· ANB Online·: BALNEÁRIA 2020: EM MEIO À DENÚNCIAS DE ...
MATRACANDO EM 500?  População de São José de Ribamar se revoltou com valor de cachês que serão pagos a artistas ribamarenses. 
Os cachês não ultrapassam a marca irrisória  de R$ 2 500. Esse valor, o mais alto numa disposição de categorias, onde 1  cantor solo  leva a bagatela de R$ 500,00 para apresentar-se, foi  classificado pelos ribamarenses como ‘Migalhas do Zé Eudes’. Se acompanhado de 1 músico, o valor da apresentação sobe para ínfimos R$ 1.000,00.

Conhecida por valorizar artistas de outros estados em detrimento dos da terra, a gestão do grupo que comanda o Executivo ribamarense  há 15 anos manteve a mesma desvalorização na administração do vice-prefeito Zé Eudes(PTB).

Petebista, ele concorre à renovação do mandato daqui a três meses.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB