quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Em resposta à solicitação feita pela Defensoria Pública do Estado, a Caema cancelou débitos de todos os moradores do Residencial Eco Tajaçuaba

Em resposta à solicitação feita pela Defensoria Pública do Estado (DPE/MA), a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) cancelou débitos de todos os moradores do Residencial Eco Tajaçuaba, que buscaram a assistência da instituição, ano passado, em razão de cobranças indevidas relacionadas aos serviços de água e esgoto.
RESIDENCIAL ECO TAJAÇUABA Buscando a resolução administrativa do conflito, a Defensoria encaminhou ofício à empresa, anexando lista com 24 consumidores prejudicados. 
Os assistidos alegam que unidades autônomas do Residencial, empreendimento do Programa Minha Casa Minha Vida, foram invadidas e que os débitos são de responsabilidade das pessoas que se estabeleceram ilegalmente nos imóveis. O caso foi levado ao conhecimento do Núcleo de Moradia e Defesa Fundiária, da DPE/MA, que identificou a necessidade de tutela coletiva em face da Caema, e encaminhou o caso para o Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon), também da Defensoria.
Buscando, inicialmente, a resolução administrativa do conflito, a Defensoria encaminhou ofício à empresa, anexando lista com 24 consumidores prejudicados com a cobrança, sendo prontamente atendida com o cancelamento dos débitos. O Núcleo de Moradia ainda buscou dados atualizados sobre os ocupantes das demais unidades do Residencial Eco Tajaçuaba junto à Secretaria Municipal de Administração de São Luís.
MATÉRIA ENVIADA PELA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA DPE-MA 

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB