segunda-feira, 15 de abril de 2019
Ainda repercutem as declarações feitas pelo deputado federal Edilázio Júnior

Ainda repercutem as declarações feitas pelo deputado federal Edilázio Júnior (PSD), feitas na quinta-feira (11), contra a construção do Terminal Hidroviário na Península da Ponta D´Areia, em São Luís.

Resultado de imagem para edilazio junior
O deputado Edilázio Júnior(à direita): Nota da COOPETTAÍB.
O parlamentar fez a declaração de repúdio a instalação do terminal, por inevitavelmente atrair a presença de passageiros, mototáxis e carrinhos, em reunião feita com moradores da Península.

Nesta segunda (15), a cooperativa dos carrinhos emitiu nota contra o parlamentar. Segundo a cooperativa, é “lamentável” a afirmação de Edilázio de que o projeto seria negativo por atrair a classe C.

NOTA DA COOPEPETTAIB

A COOPETTAÍB, vem a público, se manifestar sobre as declarações do Deputado Federal Edilázio Júnior (PSD) expostas nesta última quinta feira dia (11), durante reunião na associação de moradores do bairro nobre Ponta D’ Areia popularmente conhecido como Península, conforme foi amplamente divulgado pela imprensa local e redes sociais inclusive com vídeo da reunião.

Nesse sentido, é com profunda tristeza que centenas de nossos cooperados, motoristas que exercem o transporte opcional através dos denominados carrinhos lamentam imensamente a opinião emitida pelo parlamentar Federal maranhense, como o mesmo fala no vídeo que é totalmente contra a construção do tão sonhado Terminal Portuário da Península que servirá para realizar o transporte marítimo de passageiros de São Luís até o município de Alcântara, ou vice versa.

Mais lamentável ainda foi o argumento utilizado pelo parlamentar para justificar sua alegação afirmando que o projeto é negativo porque vai trazer para área nobre da capital “um público que (…) não tem nada haver com a gente e, sem desmerecer, que não entendam mal, mas o que vai vir cá é o público C”, enfatizou. Além de fazer críticas a possibilidade de circulação de moto-taxis, carrinhos-lotação e vans na região.

Ora, deputado Edilázio, as vias e ruas da península não são privatizadas a classe “A”. Qualquer cidadão pode fazer o uso das vias, independente se o maior número de moradores desta referida região seja de melhor condição na cidade. Fazer esse tipo de comentário é fazer acepção de pessoas. O senhor, deputado, demonstra o quão preconceituoso é.

Associar as diferenças de posição social dos indivíduos, decorrente do acesso à renda, padrão de vida e nível de escolaridade, caracteriza um tipo de violência.


Nos entristece ouvir de um cidadão detentor de mandato outorgado pelo povo. A pobreza, deputado, não se mede apenas pelos bens que a pessoa possui, mas acima de tudo pelo caráter do indivíduo. Estes cidadãos pertencentes as classes sociais mais baixas são pais e mães de família, trabalhadores honestos. O senhor deveria ser mais um para que esta obra realmente seja realizada gerando emprego e renda para a nossa cidade. Não se esqueça, deputado, que esses cidadãos que o senhor discriminou são eleitores. O senhor não se elege apenas com votos da sua classe social.

Por fim, agradecemos toda a classe política maranhense que trabalha no sentido de sempre acolher o nosso povo. Em geral, diferente do deputado federal Edilázio Júnior, agradecemos também ao governador Flávio Dino pela obra do Porto Flutuante na Península fortalecendo o turismo, fomentando emprego e renda e fazendo mais um modal de transporte marítimo em nossa cidade e ajudando a todo o povo maranhense independente de classe, cor ou credo religioso.

Dom, 14 de Abril 2019
Charles Silva Presidente Coopettaíb

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB