quarta-feira, 3 de abril de 2019
Sampaio tem exatos 17 meses para mostrar a que veio
Expectativa em torno da gestão dele cresce em São José de Ribamar

POR FERNANDO ATALLAIA 
REPÓRTER DE CIDADES DA AGÊNCIA BALUARTE 

Para os ribamarenses que moram na região das Vilas, o principal desafio do prefeito Eudes Sampaio(PTB), é recuperar, em tempo hábil, a malha viária das comunidades locais. Mas, Sampaio, que vai para um mês à frente da gestão da terceira maior cidade do Maranhão, tem também outro desafio para os milhares de munícipes que residem na Sede: devolver a autoestima das famílias ali existentes, através de ações de combate à pobreza. 

Entre duas realidades negativas pujantes, onde é atribuída a um ex-prefeito a responsabilidade pela ''destruição'' do município e a outro o abandono da cidade por renúncia do cargo, Eudes Sampaio foi vice de Gil Cutrim e de Fernando Moura da Silva, agora titular da Sepe. As reivindicações dos ribamarenses da Zona Rural são mais impermeáveis: eles se sentem renegados à condição de excluídos  do panorama social local. Bairros como Ubatuba, Bom Negócio, Rio de São João, Tijupá Queimado, Santana, Mata, Trizidela da Maioba, Matinha, Quinta ainda não tiveram o devido reconhecimento de sua vocação natural, a Agricultura.
O prefeito de São José de Ribamar, Eudes            Sampaio: Qual o principal desafio da sua gestão à frente da terceira maior cidade do Maranhão?

A parte mais urbana da cidade, as Limítrofes  se situa no dilema da má distribuição do espaço físico, frequentemente confundido com  o da capital São Luís. As políticas públicas, que bailam entre a Balneária e a capital maranhense, não são aplicadas a contento há anos e os habitantes da região, desassistidos por ambos os lados, não sabem a quem recorrer quando necessitam verem seus pleitos atendidos. Há uma confusão histórica e uma crise identitária recorrente: boa parte  dos moradores de bairros como Parque Vitória, por exemplo, se sentem nativos de São Luís, assim como centenas de habitantes de comunidades como Altos do Turu, sonham em ter por lá uma maior presença de uma  gestão tipicamente ribamarense. 

No plano pragmático, Eudes Sampaio,  apontam especialistas, deveria já nas próximas semanas anunciar um conjunto de medidas para as áreas essenciais da gestão, mas não ignorando os grandes desafios a serem enfrentados. ''Ele tem que manter a gestão dos serviços essenciais, mas pensando a cidade a médio, longo ,  prazo, dando alternativas aos eleitores que votaram nele na última eleição, no sentido de propor um enfrentamento de problemas graves como Desemprego, falta de Infraestrutura e Saúde precária. Nesta última área, pleitear junto ao SUS que Ribamar seja elevada à categoria de Alta Complexidade de atendimento, para atender as demandas da população como um todo’’, disse um deles. 

O fato é que Sampaio tem a oportunidade única de estabelecer novos paradigmas de gestão em São José de Ribamar, quebrando outros que vem engessando o município ao longo das décadas. No campo político, os grupos de oposição preferiram aguardar as movimentações do gestor, mas não por muito tempo: muitos representantes do segmento já afirmaram ter as respostas para as dificuldades históricas vivenciadas pela Balneária.

Ele as tem?  

Um comentário:

  1. Seu Eudes é muito preparado vai dar conta do recado
    Boa sorte meu prefeito e Sucesso
    Diego da Sede

    ResponderExcluir

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB