domingo, 17 de fevereiro de 2019

O Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão foi criado em 2015 com o intuito de...


Para o jovem Leandro Silva, aluno do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), as obras de expansão da Unidade Plena de São Luís (antigo prédio do Colégio Marista, no Centro) devem melhorar ainda mais a qualidade do ensino ofertado na escola.  

Aluno em tempo integral do 3º ano do Ensino Médio Técnico em Serviços Jurídicos, Leandro Silva avalia que as obras de expansão devem ampliar não apenas a estrutura física da unidade educacional, mas o conhecimento absorvido pelos estudantes. “Estudar no IEMA é um privilégio. Essa reforma vai ampliar nosso conhecimento. Nós teremos uma qualidade muito maior em nossa unidade”, destaca o aluno. 


Leandro Silva faz referência aos avanços inclusos no projeto de ampliação da Unidade Plena de São Luís, que já está em sua terceira etapa. 

Orçada em mais de R$ 2 milhões, a obra contempla a construção de uma ampla e moderna biblioteca, auditório, área de vivência e descanso, área administrativa, campo de futebol com arquibancada coberta e acessibilidade, além da requalificação da piscina e melhorias no sistema hidráulico e elétrico. A novidade é a construção de uma área exclusiva para lutas. 

O IEMA atua nas áreas de Unidade Plena e Vocacional.

Quem também aprova a expansão do IEMA de São Luís é a aluna do 2º do Ensino Médio, Mairla Fernanda Carvalho. “Todos os alunos estão muito felizes com a nova reforma. Tivemos a oportunidade de estudar em uma escola enorme, ainda mais agora, que vamos ter espaço de vivência, de luta, para praticar esportes, piscina. Isso nos motiva cada vez mais a ter uma escola de excelência. Para gente, é um prazer poder representar essa escola e poder estudar aqui”, afirma Mairla. 

“Qualquer aposta na educação é bem-vinda”

Margarida Heluy, professora de Português do IEMA, ressalta a construção da nova biblioteca, equipamento que vai contribuir para o aperfeiçoamento da relação ensino-aprendizagem. Para ela, a nova biblioteca vai incentivar ainda mais a leitura.

“Os alunos estão muito animados, muito esperançosos, porque qualquer incentivo, qualquer investimento, qualquer aposta na educação é sempre muito bem-vinda. Eu, como professora de português, vou ter uma estrutura, um espaço, um ambiente para trabalhar essa parte de leitura, de produção textual. Eu entendo que em tudo [a expansão] será magnífica”, pontua a educadora.

IEMA

O Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) foi criado em 2015 com o intuito de ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no estado.

O IEMA atua nas áreas de Unidade Plena e Vocacional. As Unidades Plenas estão em funcionamento em Axixá, Bacabeira, Coroatá, Pindaré-Mirim, São José de Ribamar, Timon, Santa Inês, Brejo, Presidente Dutra, São Luís (Centro e Itaqui-Bacanga) Matões e Cururupu.

Em Açailândia, Bequimão, Caxias, Carolina, Codó, Imperatriz, Pedreiras, Barra do Corda, Pinheiro, Ribeirãozinho, São Luís (Praia Grande, Escola de Cinema e Estaleiro Escola) funcionam as Unidades Vocacionais.


Nos últimos três anos, estudantes do IEMA conquistaram medalhas e premiações nacionais e internacionais na área de Robótica, Matemática, Geografia, Foguetes e Química. O Instituto ficou entre os finalistas do Prêmio Nacional de Competitividade nos Estados e entre os classificados no Prêmio Samsung Respostas para o Amanhã.

MATÉRIA ENVIADA PELA SECRETARIA DA COMUNICAÇÃO SOCIAL E ASSUNTOS POLÍTICOS DO GOVERNO DO MARANHÃO

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB