sexta-feira, 2 de março de 2018

Feiras do Livro, do Comércio e da Agropecuária de Imperatriz se tornam Patrimônio Cultural  

O governador Flávio Dino sanciona, nesta sexta-feira (2), em Imperatriz, as leis aprovadas na Assembleia Legislativa do Maranhão que reconhecem o Salão do Livro de Imperatriz (Salimp), a Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp) e a Feira do Comércio e Indústria de Imperatriz (Fecoimp) como Patrimônios Culturais Imateriais do Maranhão.
O título de Patrimônio Cultural Imaterial confere proteção e reconhecimento às expressões culturais, tradições, saberes, formas de expressão e celebrações que a sociedade preserva. Isso significa mais garantia de que esses eventos vão continuar acontecendo.

A sanção das leis pelo governador ocorre num momento em que o Salimp, a Fecoimp e a Expoimp se consolidam como principais indutores da economia e cultura da Região Tocantina, fortalecendo também a movimentação turística e financeira de Imperatriz.
Para Zeca Tocantins, idealizador e coordenador musical do Salão do Livro de Imperatriz (Salimp), o reconhecimento do Governo do Estado e da Assembleia Legislativa fortalecem o setor livreiro da região.

Local de realizaçao da Expoimp
“Esse reconhecimento do Governo do Estado e da Assembleia Legislativa fortalecem e incentivam o evento, colaborando para que ele seja mantido como um dos principais indutores do mercado de leitura e de educação na região”, afirma.

Tradição

Já o diretor da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz, Leonardo Leocádio, vê o título como uma forma de reconhecimento do trabalho realizado pela Associação que há quase 20 anos organiza a Fecoimp.

“Reforço o quanto estamos felizes com a Assembleia Legislativa e o Governo do Estado, que conferem à Fecoimp o título de patrimônio cultural imaterial do Maranhão. Ficamos bastante lisonjeados, uma vez que esse reconhecimento contempla quase 20 anos de trabalho ao promover a Feira”, ressaltou.

O autor do projeto de lei, deputado Marco Aurélio, explica que a medida “serve como reconhecimento da importância desses eventos que fazem parte da tradição da nossa região, projetando-a não só para o Maranhão, mas para o Brasil”.

Os eventos 

Com 15 edições realizadas ininterruptamente, o Salão do Livro de Imperatriz (Salimp) tem como objetivo estimular a cultura na Região Tocantina, impulsionando o mercado literário e a leitura por meio da realização de palestras, oficinas, eventos musicais, exposições, debates e gincanas culturais.

Resultado de imagem para FLAVIO DINO
PATRIMÔNIO CULTURAL E TRADIÇÃO A sanção das leis pelo governador ocorre num momento em que o Salimp, a Fecoimp e a Expoimp se consolidam como principais indutores da economia e cultura da Região Tocantina
Promovida pela Academia Imperatrizense de Letras, o evento reúne anualmente 120 mil pessoas. Na edição de 2017, foram expostos 30 mil títulos, sendo comercializados em torno de 90 mil livros.

A Feira do Comércio e Indústria de Imperatriz (Fecoimp) realizará neste ano a 18ª edição e se consolida como a principal feira multissetorial do Maranhão, atraindo média de 35 a 40 mil visitantes a cada ano, com mais de 150 expositores de Imperatriz e outros estados da federação.

Já a Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp) chega em 2018 à 50ª edição, estabelecendo-se como o maior evento do setor na região. Além de apresentar os resultados e avanços da agropecuária regional, o evento aquece economicamente a cidade, gerando emprego e renda.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB