quarta-feira, 2 de março de 2016
POESIA SEMPRE!
Leia o poema ‘Se’ da obra inédita Horizontes Fustigados de autoria do poeta e jornalista maranhense Fernando Atallaia

Se

À Stoya

Se ela pede vinho, ele a toma carne
Ancas de delícias apontando neurônios sobre ideias
As mais iluminadas torres em seus lábios colidindo

'Se ela quer alturas (in)exploradas
Há de darem a ela o precipício ainda fundo'
Se ela pede água, ele a toma vinho
Leite. Último pingo das vacas secas de estrada
Almas tristes enroscadas às crepusculares

Se ela quer alturas (in)exploradas
Há de darem a ela o precipício ainda fundo
Mãos que tocam na epiderme  os telhados

A atriz pornô Stoya: homenageada pela poética atallaiana em versos
Um pulo
Uma lâmina em que se rasgue o desespero da caverna
A paz que lhe falta aos olhos  prenhes de universos
Este maior que aquele que lhe apraz
Outros menores que ela nas escórias 

Se ela implora noites
Ele a lança aos dias, aos novos-antigos açoites dos cafés nas madrugadas
Não há prova de amor maior que a oferta do vazio nas paradas

Da vida

Dos coletivos

Dos temerários

Não há

Uma doçura resgatada sem ela poderá durar apenas um deleite à decadência
Uma doçura resgatada sem ela poderá durar apenas um deleite à decadência
Mas é da ciência das volúpias que arrebentam os frêmitos mais vulcânicos
Uma larva/lavra de semântica inaugurada, apossuída

E se ela os quer instantes?
Ele a toma por câimbras na eternidade
A última e necessária 
Girassóis noturnos
A caminhar
Entre
Os
Humanos.


Fernando Atallaia, São José de Ribamar, Janeiro de 2015


32 comentários:

  1. Se Stoya quer o foco das câmeras, a curiosidade dos fotógrafos e o olhar lúbrico dos circunstantes, Fernando Atallaia dá a ela uma aura mística que transcende o erotismo usando a poesia como câmera e as palavras oblíquas como ferramenta.

    ResponderExcluir
  2. A cada poema de Atallaia fico mais feliz e ansioso pelo próximo .
    A verdade dos anseios humanos e dos comportamentos lascivos nas rotinas das bocas, e dos pensamentos sujos ou puros das esquinas quando faz
    "Mas é da ciência das volúpias que arrebentam os frêmitos mais vulcânicos" ; fazem dessa literatura uma nova cara é uma ótima opção para o deleite de todos nós amantes declarados da boa poesia!
    Valeu meu amigo e parceiro Atallaia!
    Carlos Berg.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, meu irmão. Tem cheiro de verdade. Aquele gosto que só os poetas pertencentes as ruas e entregues a vida poderiam ter. Parabéns!

    Victor Hugo Torres

    ResponderExcluir
  4. Fabuloso. Beijooooos da Célia!!!!

    ResponderExcluir
  5. ATALLAIA,SEMPRE SURPREENDENDO! PALAVRAS QUE FORMAM FRASES ÚNICAS, E TRANSCENDEM O SEU INTERIOR, ALÉM DA LINDA HOMENAGEADA. O SEXO EXPLICITO DE FORMA CALMAMENTE EXITANTE. PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  6. 'Girassois noturnos a caminhar entre os humanos''. Entendi como os dois(ele e ela) juntos nas madrugadas, o encontro das aguas(Homem e Mulher) na saga humana da existencia. Aplausos e de pé.

    Parabens Grande Poeta.

    José Cordeiro, seu mais novo admirador.

    ResponderExcluir

  7. Bela poesia, que nostra o lado lacivo, a antagonia do ser. Nesta obra Fernando explora a volúpia do ser humano. Mostra o lado noturno e soturno da poesia. Que apenas os que amam a noite e a obcenidade sabem o sabor. Parabéns ao poeta por extenar tais sentimentos.

    ResponderExcluir
  8. Meu lindo, adoro o que você faz dando esse tratamento digno as mulheres que sofrem preconceito social, alem de sua poesia ser um charme e encantadora, adorei este poema em especial, sucesso Fernando.

    Ana Paula-UFMA

    ResponderExcluir
  9. Sinto-me honrada em ter um amigo que permite que sua sensibilidade seja transmitida em poemas. Parabéns Fernando ! Jane Lobo

    ResponderExcluir
  10. Muito bem expressado, nem sei explicar o quanto vc soube descrever essa necessidade que realmente ela deseja..."mulher"

    ResponderExcluir
  11. Você é um ícone da literatura e da cultura do MA, portanto não podia ser diferente. Parabéns príncipe!!

    Marcela Bogea, odontóloga

    ResponderExcluir
  12. Carne, sexo, palavra, mulher tudo possui a transfiguração da luz pela fustigante e inquietante poética do Fernando Atallaia. Va bene!

    ResponderExcluir
  13. NA ABUNDÂNCIA DOS DESEJOS E DOS ANSEIOS FEMININOS A SENSIBILIDADE DE UM GRANDE POETA. QUE ATRAVÉS DA SUA SOBERANIA
    NOS EXPRESSA OS SENTIMENTOS DO SER MULHER NOSSAS ETERNAS INSPIRADORAS...JORGE LOBATO

    ResponderExcluir
  14. Parabéns ao meu amigo Fernando Atallaia por mais um belo poema erótico.

    ResponderExcluir
  15. Novamente você surpreende seus admiradores com tamanha perspicácia, sagacidade para retratar através de um erotismo suave, a magia de uma mulher. Perfeita a utilização das palavras, a semântica facilmente decifrada no contexto de mais essa bela obra. Parabéns poeta e continue a nos presentear com esses magníficos trabalhos.

    ResponderExcluir
  16. Quando leio seus Poemas me remeto um instante ao "Boca do Inferno" Gregório de Matos Guerra. Com suas obras inusitadas e bastantes erotizadas. Vejo que és um tanto mais comportado na sua idéia que pra mim são de inteira inteligencia de seu criador!! Continue abrilhantando nossa literatura meu Nobre Amigo!!
    Forte abraço.

    ResponderExcluir
  17. Não sei nem o que dizer de tao lindo o que vc escreve e vc é um lindo tambem nunca conheci uma pessoa tao gente fina como vc te adorei beijosss meu lindo de verdade
    Daniele avenida 6 primavera

    ResponderExcluir
  18. Poesia analitíca, tbm muito consistente sobre a situação da mulher, examinando-a por meio a auto-psicanálise, concluo que a alienação das mulheres não é de ordem biológica, mas sim cultural. Aplausos às mulheres que obtém sucesso, e as que fracassam, mas no entanto nunca deixam de atrair o seu fantástico olhar de Poeta;

    Emilia Fiquene

    ResponderExcluir
  19. Meu grande amigo e poeta!! você mais uma vez está de parabéns!
    A poesia é um espelho que torna bonito aquilo que é distorcido.
    Uma doçura resgatada sem ela poderá durar apenas um deleite à decadência
    É a mais pura verdade. E falar das puras errantes, melhor ainda. Quando se fala em poesia
    Fernando Atallaia é a sua mais perfeita tradução!

    ResponderExcluir
  20. Fernando Atalaia nos revela a cada estrofe, a cada nova construção literária uma profunda certeza de que ele invade o sensível e o belo para externar a doçura de encontros e desencontros da alma humana. Sem dúvida estamos a ver revelações de um dos maiores poetas da nova safra literária maranhense e brasileira.

    ResponderExcluir
  21. Gostei além de ser um ótimo jornalista é um ecelente poeta.!!!!

    ResponderExcluir
  22. (Uma doçura resgatada sem ela poderá durar apenas um deleite à decadência)- FODAÇO, MANO-PARABENS

    EDUARDO PINHEIRO, PINHERIINHO DO CAVACO

    ResponderExcluir
  23. Fernando, mais uma vez, meus parabéns por essa genialidade poética! Por toda essa intelectualidade que você possui.
    Cada vez me surpreendo mais com seus poemas.
    É uma honra conhecer tão nobre escritor maranhense.

    ResponderExcluir
  24. Poema picante, sensual e sugestivo sem ser vulgar e apelativo , mostrando a competência e qualidade do nosso brilhante poeta usando uma linguagem de duplo sentido e belas imagens. Parabéns poeta !

    ResponderExcluir
  25. Sua Poesia é igual o dono: lindo.
    Mais e mais inspirações para você, querido...
    Suziane

    ResponderExcluir
  26. À stoya, um poema sem vícios, sem segundas intenções e sem duplo sentido para uma atriz pornográfica. Só mesmo um poeta com a sensibilidade e maestria do Fernando Atallaia.

    Assan Kaid

    ResponderExcluir
  27. Fernando, você está cada vez mais fenomenal no uso da palavras. Que bom saber que o Maranhão ainda produz talentosos poetas como você.
    Um abraço do seu amigo e leitor!!

    ResponderExcluir
  28. Parabéns poeta Atallaia! É sempre bom quando algo fustiga a sensibilidade de um poeta para terminar num terremoto de emoção! Abraços Vicente Telles

    ResponderExcluir
  29. Alto nivel. Parabens.

    Marcia

    ResponderExcluir
  30. MUITO FOOODAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA TU É FODAAAA MANO
    PENSE NUM CARA QUE ESCREVE QUE FAZ A MULHER GOZAR SÓ NA LEITURA
    A NAO MEU IRMAO VAI SER LINDO ASSIM AQUI EM CASA FERNANDO
    TE AMO TU É UM TESAOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
    SILVIA TUA GOSTOSA DO COHATRAC

    ResponderExcluir
  31. Prostituta nada mais ...e o versso que não tem nada de poético não passa de meras palavras de um cara doido pra trepar com ela ..aconselho esse a este cidadão procurar nos saits uma garota para satisfaselo ..

    ResponderExcluir

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB