sexta-feira, 20 de abril de 2018

Emprego formal cresce 0,15% em março, informa ministério

O emprego formal no Brasil cresceu em março. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado hoje (20), pelo Ministério do Trabalho houve acréscimo de 56.151 postos de trabalho, com aumento de 0,15% em relação ao saldo de fevereiro.

Esse resultado decorreu de 1,340 milhão de admissões e de 1,284 milhão de desligamentos.
Esse resultado decorreu de 1,340 milhão de admissões e de 1,284 milhão de desligamentos. No acumulado do ano, houve crescimento de 204.064 empregos, representando expansão de 0,54%, nos dados com ajustes.

Nos últimos 12 meses, o acréscimo chegou a 223.367 postos de trabalho, correspondente ao 0,59% de crescimento.


AS INFORMAÇÕES SÃO DA AGÊNCIA BRASIL
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE
3 Perguntas para: Maura Jorge 
   
Ex-prefeita de Lago da Pedra entre os anos 2009 e 2016, Maura Jorge Ribeiro, mais conhecida como Maura Jorge, foi também deputada estadual por duas legislaturas. 

Advogada por formação e originária da cidade de Lago da Pedra, se filiou , recentemente,  ao Partido Social Liberal( PSL) que tem como presidenciável o polêmico deputado federal , Jair  Bolsonaro. Maura é evangélica e faz questão de professar a fé, agregando-a  ao seu perfil político. 

55 anos, casada, a ex-deputada é mãe de três filhos.  Há quase dois anos, Maura Jorge Ribeiro lançou pré-candidatura ao Governo do Maranhão. Ela é uma das mulheres na disputa entre os postulantes ao cargo maior do Executivo estadual. 

Nessa rápida entrevista a Agência Baluarte para a serie ‘3 Perguntas para’, Maura dá uma panorâmica aos milhares de leitores de ANB do seu projeto político-eleitoral , a quem classifica como  ‘de estado’. Boa leitura: 

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR DE ELEIÇÕES DA AGÊNCIA BALUARTE 
atallaia.baluarte@hotmail.com

Agência Baluarte - Fale aos  milhares de leitores da Agência Baluarte  o que a levou se interessar pela disputa ao Executivo estadual e a que pé está seu projeto político, atualmente.

Maura Jorge – Antes de tudo, é importante dizer que o meu projeto não é político, mas sim de estado. Tenho um projeto de Maranhão. Acredito que é possível seguirmos rumos diferentes, fazendo uma política inclusiva, sem impostos abusivos para o cidadão. Essa certeza, somada a um anseio popular, me fez aceitar este enorme desafio que é a pré-candidatura ao Governo do Estado. E fico feliz em poder afirmar que muitas pessoas têm aderido à nossa luta. Tenho andado por todo o estado conversando com a nossa gente, ouvindo seus anseios. O povo quer uma via alternativa para o Maranhão, e eu tenho trabalhado incansavelmente para que todos saibam que ela existe.

Resultado de imagem para maura jorge
A pré-candidata ao Governo do Maranhão, Maura Jorge em entrevista a Agência Baluarte: ''Independentemente do partido em que estou, minhas ações são sempre em prol do bem comum. Em todos os meus 27 anos de vida pública, como deputada estadual e prefeita de Lago da Pedra, sempre pautei minha gestão naquilo que é benéfico para o povo''.
Agência Baluarte - A Sra. vinha encampando ações em prol do Podemos, partido do qual  foi presidente e hoje integra os quadros do PSL. O que ocasionou essa mudança?

Maura Jorge – Independentemente do partido em que estou, minhas ações são sempre em prol do bem comum. Em todos os meus 27 anos de vida pública, como deputada estadual e prefeita de Lago da Pedra, sempre pautei minha gestão naquilo que é benéfico para o povo. Afirmo isso com muita tranquilidade, afinal não fiz nada mais do que a minha obrigação. E foi graças a essa postura que conclui meu último mandato com uma aprovação popular superior a 80%. A mudança de legenda se deu por uma conjuntura política, mas mantenho minhas convicções e continuo tendo muito carinho pelo Podemos, que é um partido que ajudei a construir aqui no Maranhão e de onde saí pela porta da frente. O Podemos continua na nossa base de apoio. 

Agência Baluarte - O que a candidata Maura Jorge tem como  propostas destoantes dos demais pré-candidatos anunciados até aqui? Qual seria o diferencial de um governo capitaneado pela Sra. no Maranhão?

Maura Jorge – Costumo dizer que só posso falar sobre aquilo que conheço. E esse, sem dúvidas, é o meu diferencial. Conheço verdadeiramente o nosso estado e a nossa gente. E essa relação próxima vai muito além dos meus 27 anos de vida pública. É por conhecer a realidade do nosso povo que posso governar para o nosso povo, desde a dona de casa até a grande empresária e o grande empresário. Uma gestão sem impostos abusivos, com políticas públicas continuadas, que não sejam voltadas para fins eleitoreiros ou para a perpetuação de poder. Algo que o atual governo claramente não está interessado em fazer. É tempo de renovação, e nós temos coragem e competência para realizá-la.

Abertura imediata de apuração sobre um documento emitido sem o conhecimento e a autorização do Comando da Instituição Policial Militar

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão determinou a abertura imediata de apuração sobre um documento emitido sem o conhecimento e a autorização do Comando da Instituição Policial Militar. A nota tratava de suposta determinação a Unidades do Interior sobre identificação de lideranças políticas.

“É um erro gravíssimo. Eu determinei a imediata exoneração dos responsáveis por essa nota. Não tem como permanecer na direção de um controle de processo eleitoral quem emite uma nota dessa”, diz o secretário da Segurança Pública, Jefferson Portela.

“A exoneração é de um, dois ou quantos forem. A nota contraria as regras da democracia”, acrescenta Portela. De acordo com ele, “isso foi comunicado sem passar ao comando geral, o que não pode. Nós somos uma corporação que tem disciplina e hierarquia.”

O comandante geral da PM, Jorge Luongo, diz que o procedimento de apuração já foi instaurado: “Nós fomos pegos de surpresa com essa documentação indevida e não autorizada. É um absurdo, uma nota ilegal que não foi emanada pelo comando da instituição. De pronto, a gente repudia esse levantamento”.

Resultado de imagem para JEFFERSON PORTELA
O secretário de Segurança, Jefferson Portela: ''É um erro gravíssimo. Eu determinei a imediata exoneração dos responsáveis por essa nota. Não tem como permanecer na direção de um controle de processo eleitoral quem emite uma nota dessa''.
“Determinamos de imediato a abertura de um procedimento apuratório para atribuir a responsabilidade a quem errou, a quem tomou essa iniciativa”, acrescenta Luongo.

“Nossa PM não age dessa forma, nós queríamos tão somente levantar informações para iniciar o processo de planejamento [de segurança] para a eleição de 2018. E alguém avançou nessa questão de forma ilegal, absurda e arbitrária”, diz o comandante da PM.

Nota oficial

Em comunicado oficial na noite de quinta-feira (19), o comando da Polícia já havia classificado a nota de “equívoco grave e sem precedentes”.

Veja a íntegra da nota:

“A Polícia Militar do Maranhão vem a público esclarecer que o documento que circula nas redes sociais onde supostamente se determina às Unidades do Interior que identifiquem lideranças antagônicas ao Governo Local e Estadual é um equívoco grave e sem precedentes, não autorizado pelo Comando da Instituição Policial Militar, que na sua gênese procurava tão somente catalogar dados informativos e estatísticos que subsidiassem um banco de dados para a elaboração do planejamento do policiamento das eleições 2018.

Informa que logo que este equívoco foi identificado, tomou medidas imediatas para corrigir tal erro e tornar sem efeito tais medidas, assim como instaurou um procedimento de apuração legal para as devidas providências que o caso requer.

Coronel PM Jorge Luongo – Comandante geral da Polícia Militar do Maranhão”
Poluição sonora promovida pelos supermercados é alvo de ampla insatisfação dos ribamarenses que residem na localidade
Secretaria do Ambiente da prefeitura de São José de Ribamar faz que não vê.

POR FERNANDO ATALLAIA 
DIRETO DA REDAÇÃO 

Os Supermercados Mateus localizado no Tijupá Queimado em São José de Ribamar tirou a tranquilidade de milhares de ribamarenses que residem nas proximidades do bairro e em  comunidades adjacentes como a Vila Kiola. 
Resultado de imagem para NELSON WEBER
Secretário do Ambiente de São José de Ribamar, Nelson Weber: Talvez seja esta  uma das razões pelas quais o...

Promovendo barulho ensurdecedor constante, o estabelecimento tem a conivência da Secretaria do Ambiente da prefeitura de São José de Ribamar que não determinou a regulação dos decibéis distribuídos pelos Supermercados em forma de zoada intensa. Há indícios  de que dezenas de pessoas apresentam há três anos  inicio de surdez em função do alto volume. 

O descaso que compromete a saúde dos ribamarenses, já devidamente registrado em matérias anteriores da Agencia Baluarte, se acentuou e virou regra na cidade.  Por toda tarde dessa sexta-feira (20) a reportagem de ANB Online tentou contatar o titular da pasta, Nelson Weber , para saber dele informações sobre possíveis medidas a serem adotadas pela Secretaria para conter o problema, mas até o fechamento dessa matéria nenhuma ligação feita por nossa equipe havia sido atendida. Nelson Weber foi apontado este ano por um vereador da base aliada do atual prefeito, Fernando Moura da Silva, como cobrador de propinas em São Joséde Ribamar.
mateus e luis fernando
AMIZADE DO BARULHO  Fernando Moura e Ilson Mateus foram também no passado, apontados: ribamarenses seguem atordoados.
Talvez seja esta  uma das razões pelas quais o Supermercados Mateus opera de forma arbitrária na cidade e a prefeitura, assim, não possa se manifestar. 

Talvez.
quinta-feira, 19 de abril de 2018
Equipes iniciam cadastramento do Cheque Minha Casa para famílias atingidas pelas chuvas
 
Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) já iniciaram o cadastramento de famílias para receber o Cheque Minha Casa, anunciado pelo governador Flávio Dino na última sexta-feira (13). Como as inundações e alagamentos danificaram moradias e muitas famílias perderam bens materiais, além de enviar mantimentos, o Governo do Estado vai conceder cheques no valor de até R$ 5 mil para reconstrução da moradia e compra de eletrodomésticos e móveis. A inclusão no benefício e o valor do cheque vão depender da extensão dos danos.

Serão beneficiadas famílias dos municípios do interior que decretaram situação de emergência, devido a inundações e alagamentos causados pelas fortes chuvas desde abril. Para receber o benefício, o Corpo de Bombeiros junto à Secretaria Estadual de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), está fazendo o cadastramento dos beneficiários e  a mensuração do valor do cheque. A loja que receber o Cheque Minha Casa terá desconto do ICMS.

Segundo informações do chefe do Departamento de Gestão de Riscos da Defesa Civil, capitão Fernandes, o cadastro já está sendo concluído nas cidades mais atingidas pelas chuvas e com maior número de famílias afetadas.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) já iniciaram o cadastramento de famílias para receber o Cheque Minha Casa, anunciado pelo governador na última sexta-feira (13).
“Já estamos finalizando o cadastramento em Trizidela do Vale e Pedreiras, vamos agora para Marajá do Sena. A mensuração do valor que cada família irá receber será feito pela Secretaria Estadual de Cidades e Desenvolvimento Urbano, conforme determinação do governador”, explicou o capitão.
De acordo com informações da Secid, até o final da semana as equipes vão trabalhar na avaliação dos danos de cada família nas cidades de Trizidela do Vale, Pedreiras e Marajá do Sena. Na semana que vem, as equipes da secretaria junto ao Corpo de Bombeiros seguem para Caxias, Presidente Vargas e São João do Soter.

“Nós vamos levar o benefício à população atingida pelas enchentes nos municípios oficialmente em situação de emergência. O que há de novo nesta versão do programa é que além do valor de até R$ 5 mil para reconstrução das moradias danificadas ou destruídas, nós vamos fornecer os cheques para que as pessoas possam adquirir móveis e eletrodomésticos essenciais”, diz a secretária de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Flávia Alexandrina.

Toda ação está sendo oficializada em um decreto e um edital emitido pelo Governo do Maranhão.

Famílias atingidas 

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), por meio da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA), registrou aumento do número de famílias afetadas pelas inundações em Pedreiras e Trizidela do Vale.

Segundo informações do CBMMA, a cidade de Pedreiras está com 182 famílias desabrigadas; e Trizidela do Vale, com 419 famílias. Nos onze municípios que decretaram situação de emergência, e nos que ainda não decretaram como Bacabal, Imperatriz, Codó, Timbiras e Cantanhede, foram registradas 2.354 famílias atingidas pelas chuvas.

Equipes do CBMMA continuam atuando nas áreas inundadas ou alagadas junto as equipes da Defesa Civil, da Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma) e de equipes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), do Comando Tático Aéreo (CTA) e das prefeituras municipais.
Além de auxiliar no transporte marítimo de médicos e demais profissionais de saúde para atender a população em áreas de alagamento e difícil acesso terrestre, as equipes do Corpo de Bombeiro também trabalham no cadastramento de famílias desabrigadas e no atendimento de diversas ocorrências.
O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli negou hoje pedido feito pela defesa do ex-ministro José Dirceu para... 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli negou hoje (19) pedido feito pela defesa do ex-ministro José Dirceu para evitar eventual prisão após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça Federal.

Dirceu foi condenado a 30 anos e nove meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa, na Operação Lava Jato.

Resultado de imagem para jose dirceu

Na decisão, Toffoli disse que, embora seja a favor da prisão somente após os recursos na terceira instância, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), deve prevalecer o entendimento do Supremo que autoriza a prisão após a segunda instância.

“Entretanto, à luz do princípio da colegialidade, tenho aplicado em regra o entendimento predominante na Corte a respeito da execução antecipada”, decidiu Toffoli.

Resultado de imagem para dias toffoli
O ministro Dias toffolizou José Dirceu(imagem acima): pedido negado.
Mais cedo, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) rejeitou os embargos infringentes que Dirceu havia interposto contra sua condenação.

Com a negativa de mais esse recurso, abre-se caminho para que o juiz Sérgio Moro, responsável pela condenação em primeira instância, venha a decretar a prisão de Dirceu, baseado no entendimento atual do Supremo que autoriza a execução provisória de pena após encerrado o trâmite do caso no segundo grau de jurisdição.  

Segundo o TRF4, porém, a defesa de Dirceu ainda pode apresentar um último recurso, os embargos de declaração contra a rejeição dos infringentes, adiando dessa maneira o encerramento do trâmite do caso na segunda instância.


AS INFORMAÇÕES SÃO DA AGÊNCIA BRASIL
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE

Médicos da Fesma sobem rio para atender moradores isolados pelas chuvas


Uma força-tarefa formada por profissionais da Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma) e do Corpo de Bombeiros conseguiu levar atendimento para moradores isolados pela chuva na cidade de Pedreiras. 

A bordo de um pequeno barco a motor, a equipe subiu o Rio Mearim até o povoado Santa Cantídia. Só assim foi possível alcançar os moradores.

O enfermeiro Cleanto Furtado, que faz parte da Fesma, gravou um vídeo mostrando a ação: “Estamos aqui no Rio Mearim, entre as cidades de Pedreiras e Trizidela do Vale, subindo o Rio Mearim com o apoio do Corpo de Bombeiros para prestar atendimento na comunidade Santa Cantídia, que ficou isolada pela cheia do Rio”. 


A ideia é prevenir a disseminação de doenças comuns após enchentes, como febre e diarreia.

“Enquanto isso, equipes da Fesma estão na cidade percorrendo abrigos e atendendo famílias desabrigadas”, acrescentou.

Ação emergencial

A Fesma tem feito centenas de atendimentos em cidades prejudicadas pelas fortes chuvas que vêm caindo no Estado. Os esforços estão focados tanto nas casas de quem não foi desalojado quanto nos abrigos para onde foram as pessoas prejudicadas.


A Fesma, criada por Flávio Dino para trabalhar nos 30 municípios do Plano Mais IDH, está atuando emergencialmente em Trizidela do Vale, Pedreiras e Marajá do Sena por causa das chuvas.


A ideia é prevenir a disseminação de doenças comuns após enchentes, como febre e diarreia. “Atendemos, distribuímos itens e damos orientações quanto à higiene. Também estamos tratando das doenças que mais aparecem por conta das enchentes”, conta a enfermeira Glauciane Fernanda, que está em Trizidela do Vale.
quarta-feira, 18 de abril de 2018
Jovem político maranhense pleiteará  vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão
Lages vem recebendo, a cinco meses do pleito, o apoio de centenas de lideranças ao seu projeto político. 

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR DE ELEIÇOES DA AGENCIA BALUARTE 
atallaia.baluarte@hotmail.com

O jovem político maranhense da região de Itapecuru,  Wendel Lages vem recebendo ,  a cinco meses do pleito,  centenas de declarações de apoio ao seu projeto político. Ele é pré-candidato a deputado estadual sob a bandeira da renovação na Alema.

Grande aposta  de sua cidade e já perfeitamente contextualizado entre os lideres comunitários e políticos da Grande São Luís, Wendel pretende, se eleito, aproximar através de projetos sociais a população  da Região Metropolitana dos interiores do estado. ''Quero se eleito for, mostrar que não há distância entre os municípios maranhenses  e a  Grande São Luís. Através de projetos sociais de largo alcance social podemos unir nossas populações e torná-las, de fato,  irmãs nos mesmos interesses em prol do desenvolvimento e progresso de nosso estado'', pontua o líder. 

O jovem político maranhense e pré-candidato a deputado estadual Wendel Lages: ''Os maranhenses anseiam por um tempo de renovação na Assembleia Legislativa do Maranhão e eu, preocupado que sou com os caminhos do estado, pus meu nome à disposição. Estamos querendo dá o nosso melhor em prol de todos''.
Com a pré-candidatura em franco crescimento, o jovem político vem sendo procurado por aqueles que almejam vê na próxima Legislatura nomes que oxigenem o Legislativo maranhense depois de acentuado desgaste perceptível no atual conjunto de deputados. ''Os maranhenses anseiam por um tempo de renovação na Assembleia Legislativa do Maranhão e eu, preocupado que sou com os caminhos do estado, pus meu nome à disposição. Estamos querendo dá o nosso melhor em prol de todos'', afirma Wendel Lages.
Deputado tem percorrido várias cidades e conclamou os parlamentares a se unirem para amenizar o sofrimento das vítimas das fortes chuvas que atingem todo o estado

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) foi um dos parlamentares a chamar atenção para a situação de calamidade em que se encontram diversos municípios maranhenses afetados pelas enchentes.

O deputado tem percorrido várias cidades e conclamou os parlamentares a se unirem para amenizar o sofrimento das vítimas das fortes chuvas que atingem todo o estado nos últimos dias, sobretudo na Região do Médio Mearim.

Resultado de imagem para JUNIOR VERDE
Deputado Júnior Verde acompanha em tempo real a situação dos desabrigados no Maranhão.
Cerca de 150 municípios maranhenses estão em estado de alerta. Estradas foram cortadas, a exemplo da BR-135, que teve um trecho destruído no perímetro entre os municípios de Dom Pedro e Presidente Dutra, inviabilizando o trânsito de veículos.

Júnior Verde tem acompanhado de perto a situação dos municípios e afirmou que o momento é de unir forças. Estou me somando a essa luta. Vocês podem contar conosco, todos aqueles que estão aí necessitando de apoio, pois este Parlamento está atento e vai fazer sua parte, vai acompanhar as ações necessárias, inclusive da própria Defesa Civil, garantiu o deputado, mencionando o Decreto Nº 31.536, de 11 de março de 2016, assinado pelo governador Flávio Dino, que criou o Comitê de Prevenção e Acompanhamento de Inundações, no âmbito do Estado do Maranhão.

O presidente Michel Temer acolheu pedido apresentado pela bancada ruralista e exonerou o presidente da Fundação Nacional do Índio, Franklimberg Ribeiro de Freitas


O presidente Michel Temer acolheu pedido apresentado pela bancada ruralista e exonerou o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Franklimberg Ribeiro de Freitas. A reportagem apurou que Franklimberg já foi comunicado da decisão e deverá deixar o cargo até a próxima segunda-feira.

Cerca de 40 deputados e senadores da bancada ruralista apresentaram uma carta a Temer solicitando a demissão, sob argumento de que o atual presidente da Funai não estaria considerando projetos do setor.

Em nota, a Frente Parlamentar Agropecuária afirmou que o pedido de "exoneração imediata" do então presidente da Funai foi "demanda trazida por populações indígenas insatisfeitas com o desempenho" de Franklimberg. Segundo a nota, mais de 170 líderes indígenas assinaram ofício entregue a Temer e, "a partir desta reivindicação, a FPA solicitou a substituição" do dirigente.

Resultado de imagem para Fundação Nacional do Índio, Franklimberg Ribeiro de Freitas
Cerca de 40 deputados e senadores da bancada ruralista apresentaram uma carta a Temer solicitando a demissão, sob argumento de que o atual presidente da Funai não estaria...
A reportagem apurou que o Ministério da Justiça, ao qual a Funai é vinculada, tentou segurá-lo. Segundo fontes Franklimberg foi surpreendido com a decisão. O ministro da Justiça, Torquato Jardim, admitiu que o momento para a exoneração preocupa. "É uma semana difícil, pelas celebrações do Dia do Índio. E, na semana que vem, são esperados 5 mil índios", afirmou. Entre os dias 23 e 27 será realizado, em Brasília, o Acampamento Terra Livre, o principal encontro indígena do País.

Nesta terça-feira, 17, Franklimberg não quis comentar o assunto. A Funai também não se pronunciou. Entre os mais cotados para assumir o cargo estaria o diretor da Funai, Francisco Nunes, que teria a simpatia dos ruralistas.

Perfil

Franklimberg ocupa a presidência da fundação desde janeiro de 2017. Sua chegada ao órgão causou polêmica à época, por causa da entrada de militares para cargos na Funai. Doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado Maior do Exército, Franklimberg é general de brigada, assessor de relações institucionais do Comando Militar da Amazônia. Comandou a 1.ª Brigada de Infantaria de Selva em Roraima e foi chefe do Centro de Operações do Comando Militar da Amazônia.

Na Funai, liberou a nomeação de servidores do concurso realizado em 2015 pela fundação e que venceria no ano passado. Em meio a uma de suas piores crises, a Funai também conseguiu o descontingenciamento de R$ 27 milhões e trocou de sede em Brasília, o que, segundo a instituição, gerou economia de R$ 400 mil por mês. 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo
Edição da Agência Baluarte 

Postagens mais visitadas

Maranhão Avante!

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB