segunda-feira, 17 de setembro de 2018
ESCÂNDALO NA TUCANATA
Rocha tem até as 15h desta segunda-feira para efetivar o repasse
Caso não o faça, candidatos desistirão das candidaturas em protesto ao senador 

POR FERNANDO ATALLAIA 
EDITOR DE ELEIÇÕES DA AGÊNCIA BALUARTE 

O maior escândalo da história eleitoral do Maranhão dos últimos anos abriu polêmica logo na manhã de hoje- após declaração dos candidatos a Deputado do PSDB maranhense que anunciam a desistência  de suas candidaturas caso o senador Roberto Rocha, presidente da legenda, insista em não repassar o fundo partidário-, chegar à imprensa. 

Resultado de imagem para roberto rocha
CORRIDA CONTRA O TEMPO Roberto Rocha tem menos de 4horas para repassar fundo partidário.
A assessoria de Rocha, que evita se manifestar sobre a questão, silenciou nos últimos 15 dias diante do imbróglio que segue sem solução. Francivaldo Mendes, um dos candidatos do partido, afirmou que é consenso entre os tucanos a decisão de abandonar a base do governável num desmonte, que segundo ele, infelizmente atinge a todos. 

''Infelizmente não era para ser assim, mas se o fundo partidário não for repassado até as 15 horas desta segunda-feira, as 17 horas estaremos nós, todos os candidatos a Deputado desistindo das candidaturas. Seremos prejudicados e ele também'', lamentou Francivaldo. 

Resultado de imagem para FRANCIVALDO MENDES
O candidato a deputado estadual, Francivaldo Mendes, um dos líderes dos indignados: ''Infelizmente não era para ser assim, mas se o fundo partidário não for repassado até às 15 horas desta segunda-feira, às 17 horas estaremos nós, todos os candidatos a Deputado, desistindo das candidaturas. Seremos prejudicados e ele também’’.
Com a sinalização de Mendes, candidato e um dos  líderes dos indignados, Roberto Rocha e coordenação de campanha tem menos de quatro horas para se posicionarem, revertendo a situação. 
  
Corrida contra o tempo.

No último sábado (15)

No último sábado (15), a comarca de Caxias realizou um casamento comunitário com 66 casais do município, solenidade realizada em parceria com a Igreja Assembleia de Deus. O evento foi coordenado pelo juiz da 3ª Vara Cível de Caxias, Antonio Manoel Araújo Veloso, com a participação dos juízes João Pereira Neto e Ailton Gutemberg Carvalho Lima. A solenidade contou com a presença do corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva; da tabeliã titular do 3º Ofício Extrajudicial, Delfina Teixeira de Abreu; do pastor Caetano Jorge Soares; e da chefe de gabinete do município, Lycia Mayara Waquim, representando o prefeito.

 O corregedor, desembargador Marcelo Carvalho Silva, falou aos noivos e convidados sobre a importância da formalização da união civil, ressaltando o relevante papel social e desdobramentos na vida familiar que traz o casamento. “Temos muito orgulho deste projeto que ajuda a tornar o Poder Judiciário mais próximo da sociedade”, ressaltou.

Cerimônia aconteceu na Igreja Assembleia de Deus de Caxias
66 casais do município, solenidade realizada em parceria com a Igreja Assembleia de Deus.

O juiz Antonio Manoel Araújo Veloso também frisou que o casamento formal é importante para garantir importantes direitos aos familiares com a eventual morte de um dos cônjuges, como previdenciários, sucessórios e de herança. “Acabou o tempo de o Poder Judiciário ficar fechado em si mesmo, é preciso sair dos gabinetes e encontrar a sociedade, por quem somos pagos e devemos servir”, avaliou.

Dona Maria de Lourdes, de 80 anos, e seu Raimundo do Carmo Araújo, de 88, formaram o primeiro casal a dizer sim perante o juiz Antonio Veloso, recebendo a certidão de casamento das mãos do corregedor-geral da Justiça. Em seguida, o segundo casal mais idoso – Francisco das Chagas Silva e Maria do Rosário de Jesus formalizou o casamento, seguido do casal mais jovem (Dimael da Silva Anjos e Mônica da Conceição Santos), casados pelo juiz Ailton Gutemberg Lima.

SÃO LUÍS – Neste sábado (22), mais de mil casais participam do maior casamento comunitário do Estado, que acontece no Centro de Convenções da Universidade Federal (UFMA), a partir das 17h. A solenidade vai comemorar os 20 anos do projeto Casamentos Comunitários, que já permitiu a regularização formal da união civil de mais de 110 mil casais do Estado, de forma gratuita.
domingo, 16 de setembro de 2018

Extinta desde 2000, deve voltar a voar nos céus brasileiros em breve


A ararinha-azul (Cyanopsitta spixii), extinta na natureza desde 2000, deve voltar a voar nos céus brasileiros em breve. A ave, natural da Caatinga nordestina, ainda é criada em cativeiro. Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), ainda existem cerca de 150 ararinhas mantidas por criadores no Brasil e no exterior.

O processo de reintrodução deve começar em março do ano que vem, quando deverão chegar ao Brasil 50 ararinhas que serão trazidas da Alemanha, por meio de uma parceria do governo federal com criadores europeus.

Para receber as ararinhas-azuis, a União criou em junho deste ano um refúgio de vida silvestre de cerca de 30 mil hectares em Curaçá (BA), que será envolvido por uma área de proteção ambiental de mais cerca de 90 mil hectares.

O processo de reintrodução da ave envolve a readaptação dos indivíduos à natureza, o que leva algum tempo. De acordo com Pedro Develey, diretor executivo da Save Brasil, que colaborou com o projeto de criação da unidade de conservação de Curaçá, as aves deverão ser soltas entre 2020 e 2023.
“Tem todo um processo de treinamento, porque você tem que ensinar esses bichos. O ideal é que se soltem esses indivíduos jovens, que têm mais capacidade de aprendizado. Então tem que esperar já nascer uma outra geração. Sendo otimista, em 2020, já poderiam acontecer as primeiras solturas”, estima Develey.

Resultado de imagem para ARARINHA-AZUL
O processo de reintrodução deve começar em março do ano que vem, quando deverão chegar ao Brasil 50 ararinhas que serão trazidas da...
De acordo com o pesquisador, a ararinha-azul desapareceu da natureza principalmente por causa da coleta para a venda como animal doméstico.

Aves extintas

Na semana passada, a organização internacional BirdLife anunciou a extinção de oito espécies de aves em todo o mundo, das quais cinco eram do Brasil, entre elas a ararinha-azul. Segundo Develey, a ararinha ainda pode ser recolocada na natureza, mas as outras quatro aves estão provavelmente perdidas para sempre, já que não foram encontrados mais indivíduos na natureza e não são criadas em cativeiro.

Duas delas, nativas da Mata Atlântica nordestina, foram consideradas extintas por causa da destruição de seu habitat: gritador-do-nordeste (Cichlocolaptes mazarbarnetti) e limpa-folha-do-nordeste (Philydor novaesi).

O caburé-de-pernambuco (Glaucidium mooreorum), uma espécie de coruja, foi classificada como possivelmente extinta, também devido à devastação da Mata Atlântica nordestina. “A Mata Atlântica do Nordeste é a mata atlântica mais deteriorada, a que mais sofreu perdas. Essa extinção nada mais é do que o resultado de anos de desmatamento”, disse Develey.

Outra espécie também possivelmente extinta, a arara-azul-pequena (Anodorhynchus glaucus), que vivia no Sul do país, chegou a essa situação pelo mesmo motivo que sua parente ararinha-azul: o tráfico ilegal de animais silvestres.

Há ainda espécies que correm grande risco de serem extintas nos próximos anos, como a rolinha-do-planalto (Columbina cyanopis), que acreditava-se estar extinta há sete décadas até ser redescoberta em 2015 (hoje existem 12 indivíduos vivendo numa reserva florestal) e o entufado-baiano (Merulaxis stresemanni), que também resiste com poucos indivíduos em uma reserva privada em Minas Gerais. “Recentemente, infelizmente, teve um incêndio nessa reserva e provavelmente alguns desses poucos indivíduos foram perdidos”, afirma Develey.

Já o tietê-de-coroa (Caliptura cristata), que vive na região serrana do Rio de Janeiro, já não é avistado há mais de 20 anos. “Tem sido feitas várias buscas [por mais indivíduos] e ninguém tem achado. Provavelmente esse bicho está lá e ninguém está vendo. Mas, se for achado, deve ter poucos indivíduos”, disse.

As informações são do repórter Victor Abdalla
Edição de Fernando Atallaia e Juliana Andrade
sábado, 15 de setembro de 2018

Além do trabalho já conhecido com o auxílio ao agricultor familiar no Estado do Maranhão, o candidato a deputado estadual esteve reunido com produtores e lideranças do ramo 

Além do trabalho já conhecido com o auxílio ao agricultor familiar no Estado do Maranhão, o candidato a deputado estadual Márcio Honaiser esteve reunido com produtores e lideranças do ramo agropecuário de Açailândia para debater representatividade do setor na Assembleia Legislativa. 

CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL Márcio Honaiser esteve reunido com produtores e lideranças do ramo agropecuário de Açailândia para debater representatividade do setor na Assembleia Legislativa.
Para Paulo Lira, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Açailândia, o momento é de fortalecer o apoio a Honaiser e Raimundo Coelho. “Nós fizemos essa reunião pela necessidade de ter um representante como o Márcio Honaiser que é da área da pecuária, do pequeno agricultor, do agronegócio em geral. Ele é uma pessoa com conhecimento e que tem nos demonstrado muita sensibilidade e atenção ao nosso setor”, analisou.

Na reunião, também esteve presente Raimundo Coelho, candidato a deputado federal.

Em sua fala, Mário Honaiser destacou o crescimento do agronegócio na região de Açailândia. “Aqui nós tivemos um grande crescimento do agronegócio, da integração da lavoura pecuária. Conversamos com esse segmento para mostrar que a produção agrícola e pecuária do Maranhão é a grande fonte da nossa economia e temos que continuar investindo e representando ela, independente do seu tamanho e para quem seja”, explicou. 

Em sua fala, Mário Honaiser destacou o crescimento do agronegócio na região de Açailândia. “Aqui nós tivemos um grande crescimento do agronegócio, da integração da lavoura pecuária. Conversamos com esse segmento para mostrar que a produção agrícola e pecuária do Maranhão é a grande fonte da nossa economia e temos que continuar investindo e representando ela, independente do seu tamanho e para quem seja''.

Na reunião, também esteve presente Raimundo Coelho, candidato a deputado federal. Ele chamou atenção dos presentes para o fato de o Maranhão não ter, na Câmara Federal, representantes na frente parlamentar de apoio à agropecuária brasileira. “Falta representação no agro como um todo: desde os trabalhadores, agricultores familiares, produtores rurais, grandes negócios empresariais. Nós estamos aqui para que todos os seguimentos desse agro maranhense sejam representados na câmara federal”, concluiu.
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Na quinta-feira, a cotação bateu recorde da era do Plano Real

A cotação da moeda norte-americana encerrou a semana revertendo a forte tendência de alta, fechando esta sexta-feira (14) em queda de 0,69% cotado a R$ 4,1667 para venda. O dólar bateu ontem a maior cotação desde o Plano Real, fechando próximo a R$ 4,20. O Banco Central fechou a semana realizando os leilões tradicionais de swap cambial, sem efetuar nenhuma oferta extraordinária de venda futura da moeda.

Resultado de imagem para DOLAR EM ALTA
 O Banco Central fechou a semana realizando os leilões tradicionais de swap cambial, sem efetuar nenhuma oferta extraordinária de venda futura da moeda.

O índice B3, da bolsa de valores de São Paulo, fechou o dia em alta de 0,99%, com 75.429 pontos. A semana apresentou uma queda acumulada de 1,4%. Os papéis da Petrobras terminaram a semana valorizadas em 0,37%, seguidas das ações da Vale com alta de 2,38%.

AS INFORMAÇÕES SÃO DA AB
EDIÇÃO BALUARTE 

Mara Romero Borella vive um dilema pessoal. Ela foi...


Mara Romero Borella vive um dilema pessoal. Ela foi acusada, em 2012, de venda e distribuição de drogas em bares, boates e academias da Itália. Após anos de um longo processo, a peso mosca foi suspensa por 15 anos (até 2029) pelo Comitê Olímpico Italiano. Entretanto, a lutadora foi denunciada em 2018 por mais duas violações e recebeu um novo gancho da Agência Italiana Antidoping que dobrou sua sentença. Com uma punição recorde, atleta será liberada para lutar em 2044.

Na primeira contravenção de Borella, o Comitê a enquadrou no artigo 2.7 do código da Agência Mundial Antidopagem (WADA) que fala sobre o tráfico de substâncias proibidas.
Resultado de imagem para Mara Romero Borella
Já em sua segunda transgressão, a italiana foi acusada de...

Já em sua segunda transgressão, a italiana foi acusada de violação da primeira pena ao competir e utilizar de instalações esportivas do país.

Em seu Stories do Instagram a lutadora deixou uma mensagem: "Só eu posso me julgar. Eu conheço meu passado, sei o motivo de minhas escolhas, sei o que tenho por dentro. Eu sei o quanto sofri, sei quão forte e frágil posso ser, eu e mais ninguém".

Ela ainda pode competir no UFC

Apesar do maior gancho já aplicado a uma atleta,o futuro de Mara Borella ainda é indefinido. Como o UFC não segue as regras da WADA, o gancho aplicado pela Agência não é válido para o Ultimate. Portanto, a franquia pode mantê-la em seu quadro de atletas.

A italiana estreou no Ultimate com uma vitória sobre a brasileira Kalindra Faria no UFC 216 em julho de 2017. Em sua segunda luta a italiana foi derrotada por Katlyn Chookagian no UFC Charlotte em janeiro deste ano.

As informações são da repórter Franciele Marques
Edição ANB
Em virtude da condenação por estelionato associado ao crime de quadrilha e bando, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, indeferiu
Barrado por problemas com a Justiça Comum. Condenado em 2010 por estelionato e associação criminosa no Amapá. Pena de três anos e oito meses de prisão, convertida.
O TRE  acompanhou manifestação da  PRE-MA.  Inelegibilidade de oito anos decorrente da condenação por órgão colegiado, em casos que envolvam organização criminosa.

TRE 'soltou os cachorros' no Pitbull: Rogério está inelegível agora e por mais...
“Portanto, considerando a extinção pena no dia 30/08/2018, o Impugnado está inelegível até o final de agosto de 2026”, decidiu o juiz eleitoral Eduardo Moreira.

O TRE-MA confirmou , portanto,  que Rogério  está inelegível.

Agora e por mais 8 anos.
Fernando quer ter como aliados candidatos eleitos no pleito de 2018
Sete nomes da oposição ribamarense prometem fazer da eleição de 2020 a mais difícil da história política do prefeito.

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR DE ELEIÇÕES DA AGÊNCIA BALUARTE 
atallaia.baluarte@hotmail.com

O prefeito de São José de Ribamar Fernando Moura da Silva caiu em campo para prevenir-se das investidas do consórcio oposicionista ribamarense que reúne, atualmente, sete nomes contra o projeto de eleição do candidato de Fernando e Eudes Sampaio, o vice  vitalício da cidade.   Ambos pretendem permanecer no comando da  prefeitura também a partir de 2020. 

Resultado de imagem para luis fernando neto evangelista hildo rocha
Para prevenir-se das investidas do consórcio oposicionista ribamarense que...
Fazendo campanha para deuses e  diabos  na terceira maior cidade do estado, Fernando Moura , apesar da saúde fragilizada, respondeu à Câmara de Vereadores  que há dois dias aumentou de 17 para 21 o número de vagas  para o pleito vindouro. O Legislativo ribamarense  quer se fortalecer, visando lançar  nome à cadeira do Executivo em substituição ao de  Moura.

FORASTEIROS NA BALNEÁRIA Carlinhos Florêncio vai a São José de Ribamar: Fernando  afirma que ainda é detentor das porteiras.
Fernando, por sua vez, almeja fazer aliados na Alema e Câmara Federal como contraponto à articulação da Câmara.  Ele afirma que ainda é detentor das porteiras da cidade, considerando  ser São José de Ribamar um grande curral eleitoral a céu aberto. Em solo ribamarense  a disputa por votos entre  cupinchas  de Moura e oposicionistas  se intensificou nas últimas semanas.

Resultado de imagem para beto das vilas
ESPERANDO 2020 O presidente da Câmara de Vereadores, Manoel Albertin, o Beto das Vilas: mais 4 vagas.
A eleição de 2018 virou termômetro para 2020.
Em entrevista à revista Carta Capital, o governador e candidato à reeleição, disse não duvidar que o... 

Em entrevista à Carta Capital, o governador e candidato à reeleição, Flávio Dino (PCdoB), disse não duvidar que o grupo Sarney tente emplacar um “tapetão” judicial caso Roseana Sarney (MDB) perca as eleições, aos moldes da trama contra Jackson Lago em 2009.

Resultado de imagem para JOSÉ SARNEY
“O DNA golpista está no sarneísmo desde 1964” .

“É certo que eles tentarão, porque o DNA golpista está no sarneísmo desde 1964. Eles têm o longo know-how de golpe”, enfatizou o governador.

A monocrática e controversa decisão da juíza eleitoral de Coroatá, Anelise Reginato, em determinar a inelegibilidade de Dino logo no início da campanha é vista como movimento inicial de um possível golpe político, mas Dino garante: “tenho convicção de que não conseguirão”. 

Resultado de imagem para FLAVIO DINO
O governador Flávio Dino identificou a origem do golpe.
 
“Faço um governo sério, ficha limpa, nota 10 de transparência. Temos uma posição de defesa muito sólida diante desse processo arranjado. Não tem nenhuma bala empírica que fere a lei para sustentar algum tipo de processo dessa natureza”, garante o ex-juiz federal.

Aumento na renda faz IDH do Brasil subir 0,001 ponto e chegar a 0,759

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil subiu 0,001 ponto em 2017 na comparação com 2016 chegando a 0,759 numa escala que varia de 0 a 1 - quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento humano. De acordo com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), um incremento de 0,14% na renda média per capita do brasileiro garantiu que o país continuasse avançando, mesmo timidamente, no desenvolvimento humano em 2017, apesar de as desigualdades no acesso da população à saúde, educação e perspectivas econômicas ainda persistirem.

O novo índice manteve o Brasil na 79ª posição no ranking que inclui 189 países. Na América Latina, o país ocupa o 5º lugar, perdendo para Chile, Argentina, Uruguai e Venezuela. O IDH brasileiro está acima da média regional da América Latina e Caribe, de 0,758.

IDH com ajustes

Quando o órgão inclui na conta um ajuste com relação a desigualdades de renda, saúde e educação, o IDH brasileiro despenca para 0,578.

O Brasil tem o 9º pior coeficiente de Gini – que mede exclusivamente a renda – na comparação mundial. Entre os países da América do Sul, o Brasil é o terceiro mais afetado por esse ajuste da desigualdade, ficando atrás do Paraguai e da Bolívia.

Resultado de imagem para MULHER NA MISERIA
Na relação com dados colhidos desde 1990, o país registrou um crescimento de 0,81% da taxa anual do IDH, com acréscimo de mais de 10 anos na expectativa de vida, que passou a ser de...
Na relação com dados colhidos desde 1990, o país registrou um crescimento de 0,81% da taxa anual do IDH, com acréscimo de mais de 10 anos na expectativa de vida, que passou a ser de 75,7 anos, e de 3,2 anos na expectativa de tempo de escolaridade de crianças a partir do ingresso nas escolas em idade regular. A média de estudos de adultos com 25 anos ou mais passou de 3,8% para 7,8% e a renda dos brasileiros neste mesmo período cresceu 28,6%.

Mundo 

Noruega (0,953), Suíça (0,944), Austrália (0,939), Irlanda (0,938) e Alemanha (0,936) lideram o ranking com os melhores resultados. Os cinco últimos países no ranking são: Burundi (0,417), Chade (0,404), Sudão do Sul (0,388), República Centro-Africana (0,367) e Níger (0,354).


A Irlanda registrou um dos maiores crescimentos ao subir 13 posições de 2012 para 2017. Violência, conflitos armados e crises internas fizeram com que países como Síria, Líbia, Iêmen e Venezuela registrassem as maiores quedas do índice, respectivamente, 27, 26, 20 e 16 posições.

Considerando a realidade de 1990, o IDH global aumentou 21,7% e o número de países classificados como de “muito alto desenvolvimento humano” aumentou de 12 para 59 e os de “baixo desenvolvimento humano” caiu de 62 para 38 neste período.

A expectativa de vida das pessoas, ao nascer, passou de 65,4 anos em 1990 para 72,2 anos em 2017 e mais de 130 países conseguiram universalizar as matrículas de crianças no ensino primário. Entretanto, assim como no Brasil, os avanços são ameaçados pelas desigualdades entre países ou até internamente. Mundialmente, a diferença na distribuição de renda chega a 22,6%, enquanto as desigualdades nos ganhos em educação são de 22% e em saúde, 15,2%.

O aumento da expectativa de vida para toda a população também não pode ser confundida, segundo o Pnud, com qualidade de vida. Em média, as pessoas em todo o mundo têm 87% da sua vida com saúde relativamente boa, segundo a estatística, mas, “muitas enfrentarão desafios de saúde nos últimos anos de vida”, destacou o programa apontando a realidade dos países de baixo IDH.


As informações são da repórter Carolina Gonçalves 
Edição de Fernando Atallaia e Lilian Beraldo

GATOS PINGADOS 

Mais uma vez a primeira-dama do município de Pinheiro, Thaísa Hortegal, candidata a deputada estadual

Segundo pinheirenses, máquina da prefeitura  tenta elegê-la a qualquer custo. 

Mais uma vez a primeira-dama do município de Pinheiro, Thaísa Hortegal, candidata a deputada estadual, passa vexame por falta de público. Não bastasse a vergonha que passou na cidade de Santa Inês ao lado da esposa do ex-prefeito Ribamar Alves, só os poucos gatos pingados levados do Comitê Central da cidade de Pinheiro, acompanharam a candidata nas cidades de Peri Mirim e Palmeirândia.

GATOS PINGADOS Segundo pinheirenses, máquina da prefeitura  tenta elegê-la a qualquer custo.
Um internauta da cidade de Peri Mirim, usou a sua página numa rede social para descrever o fiasco do evento da candidata na cidade de Peri Mirim. “Nunca vi tanta gente de Pinheiro reunida em Peri Mirim. Parabéns a candidata Thaísa Hortegal”. O internauta relata ainda a falta de compromisso da candidata. “Uma pena que o que você promete, voçê não cumpre, a dança portuguesa, Majestade de Lisboa, sentiu na pela sua falta de compromisso”, finalizou o internauta da cidade de Peri Mirim, Jhamerson Reis.


''UMA PENA QUE O QUE VOCÊ PROMETE, VOCÊ NÃO CUMPRE''.

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB