domingo, 5 de janeiro de 2020
SÃO JOSÉ DE RIBAMAR 'PEGANDO FOGO'
Calcanhar de aquiles de Eudes, desistência de Fernando Moura da Silva trava há duas semanas o crescimento eleitoral do projeto de reeleição
Prefeito e grupo estão sendo inquiridos a responder aos ribamarenses porque ainda não romperam com Moura

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR DE ELEIÇÕES DA AGÊNCIA BALUARTE

Há duas semanas o projeto de reeleição do prefeito Eudes Sampaio, o Dr. Sampaio (PTB), sofre uma baixa popular já perceptível nas movimentações do grupo governista e nas hostes políticas locais.

Os mais de 230 mil ribamarenses vêm inquirindo Eudes e grupo a explicar o porquê de ainda não terem rompido  com Fernando Moura da Silva, o Luis Fernando, em São José de Ribamar. Moura é tido na cidade como um traidor da confiança dos munícipes que o elegeram em 2016.

Esse fator vem representando um calcanhar de aquiles ao crescimento eleitoral de Eudes Sampaio para o pleito de 2020 e já se configura o principal obstáculo para a campanha do pleito de outubro. Nas quatro regiões da Balneária, grande parte dos ribamarenses afirma que só votaria em Eudes caso ele negasse, publicamente,  a presença de Luis Fernando no município, tornando-se independente da  eminência parda do ex-prefeito.
Resultado de imagem para EUDES SAMPAIO E LUIS FERNANDO
CALCANHAR DE AQUILES O prefeito que vai à reeleição, Eudes Sampaio: para ganhar o voto dos ribamarenses, ele precisa negar publicamente Fernando Moura da Silva. 
O imbróglio tem motivos  óbvios. A população ribamarense associa a desistência de Fernando Moura da Silva em 2019 a um golpe sem precedentes na governabilidade do município e teme que Sampaio-sendo ligado a ele- seja apenas um porta-voz da irresponsabilidade de Luis Fernando a partir de 2021. Em São José de Ribamar a pressão para que Eudes renuncie a influência de Moura da Silva cresce de ponta a ponta.

Por mais ‘folclóricas’ que pareçam ser as razões, na prática a gestão pública em São José de Ribamar foi afetada em aspectos cruciais: perda de confiança do empresariado; descrédito na cidade por parte de potenciais investidores e o pior: abalo da autoestima dos munícipes que criam que o município seria, de fato, reconstruído como anunciara Luis Fernando em campanha. Dentro dessa ambientação desfavorável, Sampaio tenta driblar os questionamentos, mas os ribamarenses querem mesmo  saber se ele continuará a levar o marketing enganoso de Fernando Moura tipificado no slogan ‘reconstrução e desenvolvimento’ ou inventará o seu próprio.

LEIA MAIS SOBRE AS ELEIÇÕES HISTÓRICAS DA TERCEIRA MAIOR CIDADE DO MARANHÃO, AQUI:


0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB