sexta-feira, 30 de agosto de 2019
SÃO JOSÉ DE RIBAMAR ‘PEGANDO FOGO’

Parlamentar do PDT, Nonato Lima  está em  seu sétimo mandato e afirma  que não será  mais candidato a Vereador. O projeto agora é pleitear a cadeira do Executivo municipal na eleição que vem representando um divisor de águas  para a  terceira maior cidade do Maranhão.

Um dos primeiros no card da disputa, Lima é figura tarimbada do cenário politico ribamarense e coleciona inúmeras ações em prol da população da Balneária. Nessa rápida entrevista a ANB ele fala sobre esse e outros assuntos. Boa leitura:

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR DE ELEIÇÕES DA AGÊNCIA BALUARTE

Agência Baluarte - Sua pré-candidatura foi lançada há nove meses e agora faltam apenas 12  para a eleição que definirá os rumos de São José de Ribamar. O que o levou dá continuidade ao projeto num momento onde os ribamarenses se mostram cada vez mais insatisfeitos com a governabilidade local?

Nonato Lima- A continuidade desse processo se deu pelos próprios anseios populares, todos esses meses, por onde passei, foram  depositados a mim a confiança e esperança de dias melhores, o que nos dá a força necessária para continuar. Sabe-se, que os ribamarenses cansaram de tantas promessas não cumpridas. Todos os gestores tiveram oportunidade de mostrar os trabalhos feitos no município, a população avaliou e hoje mostra-se insatisfeita. O cenário atual dá oportunidade para alguém que a população se identifique, que valorize seu povo e, principalmente, que conheça o município e suas problemáticas. Sou nascido e criado aqui, conheço meus conterrâneos e me tornei legislador também para tentar sanar as dificuldades que eu reconheço em cada rua ou bairro que visito. No caso do Executivo, não é diferente, quero trabalhar em prol do povo e tornar São José de Ribamar mais desenvolvida.

Agência Baluarte- O Sr.  é vereador da cidade por sete mandatos. Quais são hoje os principais desafios, em sua opinião, a serem enfrentados pelo prefeito que governará o município a partir de 2021?
Resultado de imagem para vereador nonato lima sao jose de ribamar agencia baluarte
O pré-candidato a Prefeito de São José de Ribamar, Nonato Lima em entrevista a Agência Baluarte: ‘’Tenho a absoluta certeza que, se for da vontade de Deus e dos ribamarenses que eu seja o seu representante, vou tratar essa cidade com o devido respeito, valorizando meus conterrâneos de nascença e os que aqui escolheram para morarem. Nosso propósito é fazer o melhor para nossa cidade, pelos ribamarenses e para os ribamarenses’’. 

Nonato Lima - A gestão municipal, sem dúvida, é um acumulado de grandes desafios, estruturais e corporativos. Atualmente, unir correntes políticas em prol de uma maior governabilidade, que seja a favor e para os ribamarenses, talvez seja o maior deles. Outro desafio relevante, se  dá na importância de conscientizar nossa população sobre a construção de um mandato onde todos participem, pautado sempre no diálogo claro e efetivo. Os nossos cidadãos merecem um gestor que os conheça, ouça seus anseios e busque soluções concretas.

Agência Baluarte - A que pé está a sua pré-candidatura em solo ribamarense? A avaliação a ser feita é positiva?

Nonato Lima - Muito positiva! Desde que foi lançada a nossa pré-candidatura, não parei um dia sequer de trabalhar, visitar nossas vilas e conhecer ribamarenses que querem que o município se desenvolva. Graças a  Deus recebo diariamente muitas adesões ao nosso projeto. Sinto-me grato a todos aqueles que têm confiado e multiplicado nossa esperança em dias melhores para nossa querida São José de Ribamar.

Agência Baluarte - Fale aos 230 mil ribamarenses leitores da Agência Baluarte sobre os projetos concebidos pelo seu gabinete no decorrer de uma trajetória marcada pelo debate público na Câmara.

Nonato Lima- Além dos trabalhos há anos como relator da principal Comissão da Câmara Municipal, a de “Constituição, Justiça e Redação Final”, que analisa todos os projetos de iniciativas do Executivo e Legislativo, tenho um acervo de projetos de Leis e Indicações importantes para a vida dos ribamarenses, tais como: Praças do Viva Piçarreira, Viva Juçatuba, Praça São Pedro, Quadra Poliesportiva da Vila Julinho, Praça Ana Carolina Câmara, Reforma da Praça do Cruzeiro e Criação do Estacionamento para os Taxistas, Sede dos Moto-Taxistas do Outeiro; Poço na Piçarreira, Rotatória do Turiúba (imediações do Posto Maracajá), Terminal dos Ônibus na Campina; Asfalto das ruas: Rua Silva Maia, Rua do Sol, Rua do Vieira, Rua Nova, Rua 7 de Setembro, Rua Josué Montelo, Av.01 Alto do Turú, Rua Menino Deus, Rua Luís Leite, Rua Beco Feliz, Rua Monte Sinai, Av.Tropical, Alameda Grajaú, Alameda Santa Inês, Rua da União, Escola Municipal do Alto do Turú, Escola Municipal Montero Lobato, Iluminação Pública do Jardim Tropical, Vila J. Lima, Vila São Luís, Vila Flamengo, Vila Cafeteira, Vila Operária, Vila Santa Terezinha, Vila Recanto da Paz e Vila Kiola; Implantação da Rede Elétrica nos Bairros Sarnambi e Recanto São José; Complementação da Rede Elétrica da Vila Julinho, Iluminação Pública do Alto do Turú, Rede Elétrica e Iluminação Pública da Vila Nova Jerusalém, Centro de Apoio para abrigar a Polícia Militar, Corpo de Bombeiro e Guarda Civil Municipal em Panaquatira, Semáforo em Frente ao Liceu Ribamarense I; Lei que Institui o Programa Antidrogas nas Escolas, Lei que Torna Obrigatória a fixação de Cartazes em Estabelecimentos que comercializam bebidas Alcoólicas e Cigarros a menores de 18 anos, Lei que Institui o Projeto “Lixo Consciente, uma ideia Reciclável”, Lei de Utilização de Sacolas Plásticas Oxi-biodegradável pelos estabelecimentos comerciais, Lei de destinação de Baterias, Pilhas e Lâmpadas usadas, Lei de Assistência Especial a ser fornecida às parturientes cujos filhos recém-nascidos seja pessoa com deficiência, Lei que Institui o Código de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal, Lei sobre Obrigatoriedade da Realização de exames de acuidade visual e auditivo nas escolas da rede pública Municipal, Lei Obrigatoriedade de fixação de cartaz com o número (180) disque denúncia da violência contra a mulher, Lei de Instalação de Lixeiras Seletivas em Logradouros públicos, Lei sobre a Criação de Feiras Livres, Lei que cria Comenda de Mérito Ribamarense, entre outros, afinal são vários anos de trabalho que não conseguem se resumir a essas linhas.

Agência Baluarte – O Sr. espera que o ex-prefeito Gil Cutrim, do seu partido, oficialize apoio à sua pré-candidatura em São José de Ribamar?

Nonato Lima- O deputado federal Gil Cutrim é meu amigo e teve meu apoio para deputado federal, assim como o senador Weverton Rocha, presidente estadual do PDT. Vale lembrar que sou o único pré-candidato a prefeito filiado ao PDT e com boas chances de ganhar a eleição, é natural esperar apoio do meu partido.

Agência Baluarte - Quais  as principais bandeiras do seu projeto político para a população que habita as quatro regiões da Balneária? Ainda é possível resgatar São José de Ribamar do fosso do abandono?

Nonato Lima- Com certeza! O nosso propósito é justamente resgatar o município, promovendo-lhe a evolução e o crescimento necessários. Se assim não fosse, eu não estaria engajado nesse projeto inovador, cheio de trabalho e esperança. Como filho da minha querida São José de Ribamar, o que mais quero é ver minha cidade mais justa e desenvolvida, pois foi aqui que eu nasci há 53 anos, lugar que amo, lar da minha família. Um município de proporções como São José de Ribamar precisa de uma gestão participativa e regionalizada, ou seja, é necessário que o gestor, inicialmente, ouça a população das mais variadas regiões da cidade para depois definir o planejamento a ser seguido. É necessário ter a consciência de que o processo de resgate deve nascer do contato direto com os ribamarenses. Tenho a absoluta certeza que, se for da vontade de Deus e dos ribamarenses que eu seja o seu representante, vou tratar essa cidade com o devido respeito, valorizando meus conterrâneos de nascença e os que aqui escolheram para morarem. Nosso propósito é fazer o melhor para nossa cidade, pelos ribamarenses e para os ribamarenses.
Empresário confirmou que projeto político rumo ao  Executivo segue fortalecido
Propósito de Daniel da Farmácia é avançar aglutinando apoios até 2020

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR DE ELEIÇÕES DA AGÊNCIA BALUARTE

Se depender do empresário e líder político Daniel da Farmácia,  São Bento terá a partir de janeiro de 2021 um novo prefeito.

O empresário  confirmou na manhã desta sexta-feira(30), em contato com a imprensa, que o seu projeto político segue fortalecido  na cidade e que a pré-candidatura avança no sentido de aglutinar  apoios até dezembro deste ano  quando, segundo ele,    seu grupo terá a real dimensão do trabalho realizado.
O pré-candidato a Prefeito de São Bento, Daniel da Farmácia: ‘’Estamos em campo e em São Bento, nossa terra natal, temos angariado apoios importantes como o do ex-prefeito Carrinho Muniz. Até dezembro teremos a dimensão exata do trabalho empreendido, mas já posso adiantar que não recuaremos’’.

‘’Estamos em campo e em São Bento, nossa terra natal, temos angariado apoios importantes como o do ex-prefeito Carrinho Muniz. Até dezembro teremos a dimensão exata do trabalho empreendido, mas já posso adiantar que não recuaremos’’, afirmou.

Um dos principais pré-candidatos do município, o líder destacou a importância de nomes como Aluisio Mendes para a consolidação da empreitada rumo à cadeira do Executivo municipal.

‘’ O deputado Aluisio Mendes é um líder politico importante nesse momento. Ele quer  o progresso e o desenvolvimento  de São Bento. É no sentido de agregar pessoas que juntamente conosco tem vestido a camisa de nossa pré-candidatura a Prefeito, que nosso projeto tem caminhado’’, destacou Daniel da Farmácia.
quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Durante a reunião da Comissão de Constituição e Justiça, o Projeto de Lei 318/2019, de autoria do deputado estadual Dr. Yglésio, foi apreciado e teve relatório pela aprovação 


Nesta terça-feira (27), durante a reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o Projeto de Lei 318/2019, de autoria do deputado estadual Dr. Yglésio (PDT), foi apreciado e teve relatório pela aprovação da matéria.
O projeto altera e acrescenta dispositivos à Lei 10.813, de 20 de março de 2018, e dispõe sobre as Diretrizes Estaduais de Estímulo, Incentivo e Promoção ao Desenvolvimento Local de Startups. 
Projeto que altera Lei das Startups é aprovado na CCJ
O objetivo é estimular a criação de empregos e renda atraindo investimentos que estimulem o crescimento econômico do Maranhão.
Durante a aprovação do relatório, o deputado estadual Dr. Yglésio explicou que a ideia do PL é aperfeiçoar uma lei já vigente que trata do incentivo ao desenvolvimento de startups. Depois de aprovado na CCJ, o projeto será apreciado no Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão.

O objetivo é estimular a criação de empregos e renda atraindo investimentos que estimulem o crescimento econômico do Maranhão. O projeto também tem como finalidade desburocratizar a entrada e saída das startups no mercado, criando processos simples e ágeis para abertura e encerramento dessas empresas.
Outros objetivos: oferecer apoio técnico e financeiro às startups em processo de formação para redução das desigualdades regionais; promover o desenvolvimento das startups maranhenses e fomentar uma cultura de empreendedorismo no Estado e fomentar parcerias entre instituições de ensino superior no Maranhão e as empresas privadas, aliando conhecimento científico. 

Na oportunidade, os parlamentares garantiram apoio às entidades com o objetivo de dar encaminhamento para resolver solicitações feitas pelos educadores e...

Os vereadores Osmar Filho (PDT), presidente da Câmara Municipal, e Ricardo Diniz (PRTB) reuniram-se, nesta última terça-feira (27), com representantes do Fórum das Escolas Comunitárias e Filantrópicas de São Luís e da Rede de Bibliotecas Ilha Literária.

Na oportunidade, os parlamentares garantiram apoio às entidades com o objetivo de dar encaminhamento para resolver algumas solicitações feitas pelos educadores e também se comprometeram em instalar, no âmbito do Poder Legislativo ludovicense, uma Frente Parlamentar para defender os interesses das Bibliotecas Comunitárias e execução do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas.
Vereadores garantem apoio às Escolas Comunitárias de São Luís
Os representantes solicitaram dos vereadores apoio no que se refere a solucionar, por exemplo, impasse relacionado a...
O encontro, vale destacar, foi proposto por Diniz, que agradeceu a atenção dispensada por Osmar Filho em relação ao assunto. 
Os representantes solicitaram dos vereadores apoio no que se refere a solucionar, por exemplo, impasse relacionado a demora na certificação contábil por parte do Ministério Público, o que implica no reconhecimento destas unidades de ensino perante a Secretaria Municipal de Educação e posterior liberação de recursos para manutenção e custeio; regulamentação da Lei do Fundeb e de um percentual dos recurso municipais para Educação.
“O debate foi muito proveitoso. Agradeço aos vereadores pela atenção e disponibilidade em dialogar conosco para que estes pleitos sejam resolvidos. Dialogar diretamente com os representantes do povo nos deixa felizes e fortalecidos para que continuemos a trabalhar por esta causa, que é um direito das crianças e adolescentes que estudam nestas instituições de ensino e que são de famílias carentes”, disse Neusa Oliveira, articuladora do Fórum das Escolas Comunitárias.
Os vereadores Osmar Filho, presidente da Câmara Municipal, e Ricardo Diniz reuniram-se, nesta última terça-feira, com representantes do Fórum das Escolas Comunitárias e Filantrópicas de São Luís e da Rede de Bibliotecas Ilha Literária.
Osmar Filho explicou que dará todos os encaminhamentos necessários, sendo que o primeiro passo será marcar uma reunião que envolva os Poderes Executivo e Legislativo, Ministério Público e a representação das Escolas. “As escolas, realmente, carregam com muita dificuldade e sacrifício toda a manutenção e custeio e recebem muito pouco para mantê-las. É fundamental investir na educação das crianças e assim garantir mais oportunidade para as futuras gerações”, disse o presidente ressaltando que Ricardo Diniz será o autor do projeto de resolução legislativa propondo a criação da Frente Parlamentar.
“Esta é uma data histórica para a Câmara Municipal de São Luís que, pela primeira vez, recebe os representantes do Fórum das Escolas Comunitária”, comentou Diniz, lembrando que são aproximadamente 200 Escolas que prestam serviço às comunidades, oferecendo creche e ensino infantil.
segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Cerca de 430 articuladores pedagógicos municipais e regionais, participam, até sexta-feira, do 1º Seminário 


Cerca de 430 articulares pedagógicos municipais e regionais, de 215 municípios maranhenses, que aderiram ao Pacto pela Aprendizagem, participam, até sexta-feira (30), do 1º Seminário Formativo do programa, com foco nos indicadores de qualidade da aprendizagem nas redes públicas de ensino. A formação iniciou nesta segunda-feira (26), na Escola de Governo do Maranhão, bairro Areinha, em São Luís.

Além de refletir sobre a qualidade na educação, também serão discutidos no encontro os resultados do Sistema de Avaliação do Maranhão (SEAMA), cujas avaliações foram realizadas na última semana, e temas como: o papel do articulador, as contrapartidas do município e os desafios do Pacto em todo o Estado.


“Já vínhamos trabalhando com as formações no município com o Escola Digna, que está dando resultados muito positivos, e acredito que Pacto pela Aprendizagem veio reforçar essas ações para que nós continuemos com perfeição e melhoria para os alunos do nosso município”, destacou a articuladora pedagógica de Barra do Corda, Fabíola Patrício.

Já a articuladora regional de Itapecuru, Sheila Furtado, ressaltou a contribuição do Pacto na qualidade da educação. “Nosso objetivo aqui é extrair o melhor dos articuladores municipais para que atuem efetivamente na educação do nosso Maranhão, principalmente melhorando os índices de qualidade, a aprendizagem dos nossos alunos, porque é isso que desejamos: a qualidade do ensino público no Estado”, enfatizou.

Articuladores pedagógicos municipais e regionais no primeiro dia de formação. 
A formação do Pacto ocorrerá em duas etapas: a primeira reúne articuladores dos municípios que compõem as regionais de Codó, Santa Inês, Itapecuru Mirim, Pinheiro, Timon, Caxias, Bacabal, Presidente Dutra, Barra do Corda, Chapadinha, São Luís, e será realizada até quarta-feira (28); a segunda inicia na quarta e segue até sexta, com a participação dos municípios que integram as UREs de São João dos Patos, Zé Doca, Açailândia, Pedreiras, Rosário, Viana, Balsas e Imperatriz.

Parceria

Instituído pelo Governo do Estado, com o objetivo de intensificar o regime de colaboração entre Estado e municípios, melhorando a aprendizagem e elevação dos índices de permanência dos estudantes no ambiente escolar, o Pacto pelo Fortalecimento da Aprendizagem conta com a parceria do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Famem (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão) e a Escola de Governo do Maranhão (EGMA).

Para o professor Odair José Neves, diretor da EGMA, a realização do 1° Seminário Formativo representa um marco histórico para a instituição. É a união pela Educação maranhense materializada através dos esforços de órgãos comprometidos com as diretrizes de Governo da gestão estadual.

“Estamos empenhados em cumprir, junto com a Seduc, essa importante missão que é formar os profissionais da Educação que integram o Pacto pela Aprendizagem. Estamos iniciando a formação nessa segunda (26) e a nossa expectativa atender as metas do Governo, alinhados com a ideia de transformação dos índices do nosso Estado, sonhada e colocada em prática desde o início da gestão do governador Flávio Dino”, afirmou.


MATÉRIA ENVIADA PELA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E ASSUNTOS POLÍTICOS DO GOVERNO DO MARANHÃO

Mais da metade da população desaprova o desempenho pessoal do presidente. É o que mostra a pesquisa CNT/MDA 

Mais da metade da população desaprova o desempenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro. É o que mostra a pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira. O índice de desaprovação aumentou significativamente, chegando a 53,7%, ante 28,2% de fevereiro. No início do ano, 57,5% diziam aprovar o desempenho do presidente, mas esse índice caiu agora para 41%. Não quiseram ou não souberam responder 5,3% dos entrevistados.
Resultado de imagem para bolsonaro novinho
No início do ano, 57,5% diziam aprovar o desempenho do presidente, mas esse índice caiu agora para...
Com relação ao governo de Jair Bolsonaro, também aumentou a reprovação em 20 pontos percentuais. A avaliação negativa do governo passou de 19% em fevereiro para 39,5% em agosto. A avaliação positiva diminuiu, passando de 38,9% em fevereiro para 29,4% agora. A avaliação regular do governo é de 29,1% e 2% não souberam responder.
Foram realizadas 2.002 entrevistas, entre os dias 22 e 25 de agosto, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

IstoÉ
Edição de ANB Online

Foram mais de 800 serviços médicos oferecidos e cerca de 1.500 atendimentos efetuados

Promover pequenas ações que fazem toda a diferença é uma das marcas do mandato do presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT).
Neste sábado (24), o vereador participou do projeto solidário “Amigos em Ação” , na Unidade Escolar Básica (U.E.B) Criança Feliz, na comunidade Portelinha, na Ilhinha.
Neste sábado, o vereador participou do projeto solidário “Amigos em Ação” , na Ilhinha.
Neste sábado (24), o vereador participou do projeto solidário “Amigos em Ação” , na Unidade Escolar Básica (U.E.B) Criança Feliz, na comunidade Portelinha, na Ilhinha.
O projeto, ofereceu diversas especialidades médicas, além de limpeza de pele, corte de cabelo, consultoria jurídica, palestras de conscientização ambiental, consultoria com conselheiros tutelares e brincadeiras voltadas para as crianças do bairro.
Durante sua passagem, aproveitou para cumprimentar os amigos e conversar sobre algumas demandas da região.
Foram mais de 800 serviços médicos oferecidos e cerca de 1.500 atendimentos efetuados.

Durante sua passagem, aproveitou para cumprimentar os amigos e conversar sobre algumas demandas da região.
Osmar Filho apoia e prestigia ação social na Ilhinha
Foram mais de 800 serviços médicos oferecidos e cerca de 1.500 atendimentos efetuados.
“Nosso mandato tem buscado cuidar da nossa população, promovendo saúde, bem-estar e diversão pra todos. Me orgulha apoiar esse projeto e contribuir de maneira generosa com os moradores desse bairro que nasci e cresci, e no qual, tenho satisfação imensa em sempre estar por perto”, disse o pedetista.
domingo, 25 de agosto de 2019

Após cumprir  agenda de compromissos em Brasília

Após cumprir  agenda de compromissos em Brasília, acompanhado do deputado estadual Zé Gentil (PRB), o prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB), se reuniu com os vereadores que integram a sua base na Câmara Municipal para discutir o projeto político do seu grupo para 2020. O chefe do Executivo destacou o papel dos representantes do Legislativo, destacando que os vereadores aliados, assim como ele, querem o melhor para o município.
2020 Na reunião, os vereadores opinaram e sugeriram propostas para as próximas eleições.
“Foi uma conversa salutar e bem descontraída, que demonstrou que prefeito e vereadores estão bem alinhados em um único propósito, trabalhar em benefício do povo caxiense”, enfatizou Fábio Gentil.
Na reunião, os vereadores opinaram e sugeriram propostas para as próximas eleições. O prefeito ouviu atentamente cada consideração e colocou-se à disposição para o grupo encontre o melhor caminho para as eleições de 2020. Fábio Gentil destacou que união será importante para o fortalecimento da aliança, em busca do melhor resultado nas urnas, ano que vem.
DM
EDIÇÃO DE ANB ONLINE 

Agora, a onda de queimadas e as declarações -sem provas- do presidente de que ONGs poderiam estar envolvidas nos incêndios que se alastram 
SÃO PAULO- Desde que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) contestou dados do desmatamento divulgados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o problema tem sido destacado pela mídia estrangeira, acarretando reações como o corte de repasses da Alemanha e da Noruega ao Fundo Amazônia.

Agora, a onda de queimadas e as declarações -sem provas- do presidente de que ONGs poderiam estar envolvidas nos incêndios que se alastram pelo país ganharam repercussão em todo o mundo. O saldo é que a Amazônia virou notícia nos principais portais estrangeiros.

Em sua maioria, ao analisar o cenário, os jornais associam o aumento do desmatamento na floresta à gestão de Jair Bolsonaro, aos interesses do agronegócio e à falta de investimentos do atual governo em políticas ambientais. "Os ministros deixam claro que suas simpatias estão com os madeireiros, e não com os grupos indígenas que vivem na floresta", diz o britânico The Guardian.
Resultado de imagem para IMPRENSA INTERNACIONAL AMAZONIA
Para o também britânico Financial Times, Jair Bolsonaro facilitou o "boom do desmatamento".
Para o também britânico Financial Times, Jair Bolsonaro facilitou o "boom do desmatamento", enquanto o espanhol El País diz que o Brasil "arde em um ritmo recorde". Confira a repercussão nos principais veículos.

THE GUARDIAN

O jornal britânico noticiou, nesta quarta (21), que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) acusou ONGs de terem envolvimento com a onda de incêndios na Amazônia, mesmo sem apresentar dados. No texto, o jornal afirma que Bolsonaro tenta evitar críticas internacionais sobre sua "incapacidade de proteger a maior floresta tropical" do mundo.

The Guardian também ressalta que, desde que Bolsonaro assumiu o governo, menos multas estão sendo aplicadas, e que seus ministros "deixam claro que suas simpatias estão com os madeireiros, e não com os grupos indígenas que vivem na floresta". Nesta quinta (22), as vaias que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, recebeu em evento sobre o clima em Salvador foram destaque na homepage do portal.

THE ECONOMIST

A capa da primeira semana de agosto da revista britânica já apresentava a imagem de um toco de árvore com o formato do mapa do Brasil sob o título "Vigília da morte para a Amazônia". A publicação afirma que a região "está perigosamente perto do ponto de inflexão", do qual não haveria como retornar. 

"O Brasil tem o poder de salvar a maior floresta tropical da Terra, ou destruí-la", escreve a revista em editorial, apontando o presidente brasileiro como responsável pelo problema.

THE WASHINGTON POST

O americano ressaltou que a floresta Amazônica é essencial para o equilíbrio climático e para a biodiversidade do planeta e que, sem ela, a mudança climática ocorrerá a níveis acelerados. 
O jornal também falou do episódio ocorrido em São Paulo nesta segunda (19), quando uma frente fria e a fumaça vinda das queimadas escureceu o céu da capital no início da tarde. Após citar São Paulo como "capital do Brasil", publicou o erramos corrigindo para "maior cidade". 

THE NEW YORK TIMES

O jornal americano ressalta que o desmatamento da Amazônia aumentou rapidamente desde que Bolsonaro tomou posse e cortou subsídios para combater as atividades ilegais na floresta. A reportagem afirma que "o presidente de extrema-direita acusou ONGs de colocar fogo na floresta depois que o governo cortou financiamentos, apesar de não apresentar nenhuma evidência". 
Na publicação, fazendeiros que estão "limpando suas terras" são responsabilizados pelos incêndios que se alastraram pelo Norte do país. A matéria também ressalta que o fogo aumentou tanto que a fumaça alcançou o litoral atlântico e São Paulo.

FINANCIAL TIMES

O jornal econômico  publicou um artigo de opinião assinado pelo professor da Universidade de Oslo, Bard Harstad, sobre como a pressão comercial de outras nações pode ajudar a salvar a Amazônia brasileira.

O artigo ressalta que Jair Bolsonaro "facilitou o boom do desmatamento". "O diretor responsável por relatar dados de satélites foi demitido; um insider do agronegócio foi indicado para lidar com assuntos indígenas; a supervisão das terras indígenas foi transferida para o departamento agrícola; e o corte do orçamento está em execução. Como consequência, o desmatamento em julho foi o triplo de um ano atrás", diz o artigo.


FdS
Edição de ANB Online

Bastou apenas meio ano no Palácio do Planalto para Jair Bolsonaro se lançar candidato a um novo mandato, contrariando a promessa de campanha de não disputar a reeleição

Bastou apenas meio ano no Palácio do Planalto para Jair Bolsonaro se lançar candidato a um novo mandato, contrariando a promessa de campanha de não disputar a reeleição. Com quase oito meses no cargo, o presidente mantém sua estratégia: cultivar a polarização com o PT e adotar um clima de palanque permanente. Os números mostram que tal postura vem dando certo até aqui. De acordo com o capítulo da pesquisa VEJA/FSB dedicado aos cenários para 2022, Bolsonaro vence em todas as simulações que testam seu nome.

Ele tem 35% das preferências no primeiro turno em relação a Fernando Haddad (PT, 17%), Ciro Gomes (PDT, 11%), Luciano Huck (sem partido, 11%), João Amoêdo (Novo, 5%) e João Doria (PSDB, 3%). O resultado reflete o chamado “recall” da recente disputa eleitoral — os três mais bem colocados no primeiro turno de 2018 ocupam, na mesma ordem, as primeiras posições no levantamento. Nas projeções de segundo turno, Bolsonaro confirma o favoritismo em relação a Haddad (48% a 35%) e também quando o adversário é Doria (45% a 29%). “O presidente está ganhando o terceiro turno. Bolsonaro alimenta relações políticas turbulentas enquanto mantém um casamento estável com seu eleitorado”, diz o cientista político Antonio Lavareda.
MANOBRAS – Doria com o neotucano Alexandre Frota: estratégia para aumentar o número de aliados do PSDB. 
Um nome que poderia ofuscá-lo como candidato da situação a 2022, o ministro Sergio Moro, aparece bem no cenário em que substitui o presidente, liderando com 27%. Apesar disso, não repete o desempenho do chefe, ficando 8 pontos abaixo — e perdendo para o somatório de votos de candidatos mais à esquerda, como Ciro Gomes e Fernando Haddad. Outro destaque é Luciano Huck. Nos dois cenários testados, com Bolsonaro e sem o presidente, o apresentador recebe entre 11% e 13% das intenções de voto, respectivamente, em um desempenho bem melhor que o de nomes como Doria e João Amoêdo. Por ora, Huck não pretende entrar na disputa, como considerou fazer em 2018. Mas continua engajado no movimento de renovação política Agora! e discutindo os problemas brasileiros em palestras pelo país. Recentemente, afirmou que o governo Bolsonaro é “o último capítulo do que não deu certo”. Cinco dias depois, viu o nome de uma de suas empresas na lista das que tomaram dinheiro emprestado do BNDES para comprar jatinhos. Cruzamento feito pela FSB entre os resultados da pesquisa de primeiro turno e votos dados por eleitores a Bolsonaro em 2018 mostra que Huck é o candidato que mais incomoda o presidente: Bolsonaro mantém 59% de seus eleitores e perde 8% para Huck, 6% para Ciro, 5% para Amoêdo, 4% para Doria e 3% para Haddad.
Ao contrário de Huck, Doria já mexe ostensivamente suas peças mirando 2022. Em entrevista a VEJA publicada em junho, descartou disputar reeleição estadual (sem assumir ainda que poderá ser candidato a presidente), emplacou um preposto no comando do PSDB, atuou para atrair o deputado Alexandre Frota às hostes tucanas e, dia sim, dia não, busca se afastar do presidente, depois de literalmente vestir a camisa “BolsoDoria” em 2018. Nesta semana, afirmou que “jamais” nomearia um filho para embaixador, petardo direcionado diretamente a Bolsonaro, que, como se sabe, está em uma cruzada para arrumar um emprego para o filho Eduardo Bolsonaro em Washington. Apesar da movimentação, o tucano terá muito trabalho pela frente. Último colocado nos cenários de primeiro turno e derrotado por Bolsonaro (45% a 29%) e Haddad (37% a 33%) no segundo, o tucano ainda não demonstra o potencial eleitoral de governador do estado mais rico e à frente do maior colégio eleitoral do país, mas tem campo para crescer com uma gestão que promete privatizações e chuvas de investimentos estrangeiros. “Falta a Doria mais projeção nacional, e o movimento de se descolar do bolsonarismo mostra, na percepção do eleitorado de centro-direita, oportunismo”, avalia o cientista político Rafael Cortez.
Maiores desafios terão os candidatos situados mais à esquerda. Derrotado pelo presidente em 2018, Haddad manteve a segunda posição nas duas simulações de primeiro turno da pesquisa FSB/VEJA. A dificuldade é ampliar seu espectro de votos para além dos fiéis ao PT. A imagem de corrupção associada ao partido também não ajuda. No último dia 20, Haddad foi condenado em primeira instância pela Justiça Eleitoral pela prática de caixa dois na campanha à prefeitura paulistana de 2012. “Será difícil para a esquerda evoluir, especialmente se Bolsonaro entregar algum crescimento econômico”, diz Cortez. Parece distante, mas 2022 é logo ali.

VEJA
EDIÇÃO BALUARTE 

A escritora, atriz, roteirista, apresentadora e colunista passava o fim de semana no sítio da família em Gonçalves

Fernanda Young morreu, neste domingo, aos 49 anos. A escritora, atriz, roteirista, apresentadora de TV e colunista passava o fim de semana no sítio da família em Gonçalves (MG). As causas da morte não foram divulgadas mas, segundo pessoas próximas, ela teve uma crise de asma seguida de parada cardíaca. A artista chegou a ser levada a um hospital, mas não resistiu. Fernanda deixa marido e quatro filhos.
Resultado de imagem para FERNANDA YOUNG GOSTOSA
Aos 49 anos. 
Seu primeiro trabalho como roteirista para a TV foi em 1995, com "A comédia da vida privada", adaptação de textos de Luis Fernando Verissimo que assinou com o marido, Alexandre Machado, exibida pela Rede Globo. No ano seguinte, lançou o primeiro livro, "Vergonha dos pés", pela editora Objetiva. Ela também foi autora da série "Normais", exibida pela TV Globo.
Young se preparava ainda para estrear uma peça em São Paulo, no dia 12 de setembro. Em "Ainda nada de novo", contracenaria com Fernanda Nobre.
Neste sábado, ela chegou a compartilhar uma foto no Instagram em que dizia passar o texto do espetáculo.
Na manhã deste domingo

Na manhã deste domingo (25), o deputado estadual Hélio Soares (PR) sofreu um infarto. O ocorrido teria sido em um município do interior do estado, e de imediato ele foi transferido para Capital onde receberá tratamento.
Resultado de imagem para helio soares
A assessoria do parlamentar ainda não...
A assessoria do parlamentar ainda não emitiu nota sobre o assunto.
SÃO JOSÉ DE RIBAMAR ‘PEGANDO FOGO’
Movimento comandado pelo pré-candidato a Prefeito de São José de Ribamar, Jota Pinto, vem sendo solicitado em tempo real pelos ribamarenses que apostam numa Nova Balneária

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR DE ELEIÇÕES DA AGÊNCIA BALUARTE

Os mais de 230 mil ribamarenses que habitam a terceira maior cidade do Maranhão querem uma virada  de página na história política de São José de Ribamar. E a prova disso é o entusiasmo com o qual os munícipes vêm recebendo por bairros e comunidades os integrantes do maior movimento social da cidade.

TOUR CONTRA O ABANDONO ''Muitas obras paradas em São José de Ribamar; muitas vidas paradas sem nenhuma perspectiva de vida e futuro e a  Aliança Ribamarense está indo aonde somos chamados''. 
Ontem(24), a Aliança Ribamarense percorreu, por mais uma vez, localidades abandonadas pelo Governo municipal que tem à frente o prefeito Dr. Sampaio, do PTB.

''Há um cenário claro: o clamor da população em face da  calamidade pública que assola os bairros da cidade balneária’’, diz o  fundador da Aliança Ribamarense e pré-candidato a Prefeito de São José de Ribamar, Jota Pinto(Patriota).

O esforço para identificar os muitos problemas existentes nas comunidades vem sendo empreendido pelos próprios ribamarenses.
A AR reúne grande parte  da nova geração de políticos do município e está presente nas quatro regiões da Balneária. Segundo Pinto, o esforço para identificar os muitos problemas existentes nas comunidades vem sendo empreendido pelos próprios ribamarenses que solicitam a presença do Movimento nos bairros.
Ontem a Aliança Ribamarense percorreu, por mais uma vez, localidades abandonadas pelo Governo municipal. 

''Hoje nossa agenda é pautada pelos ribamarenses que nos solicitam apoio na luta contra o abandono de São José de Ribamar. Estamos, juntamente, com eles verificando in loco a triste realidade do município para pensar soluções’’, frisa Pinto.

Tour contra o abandono- Moradores do Jardim Tropical, Matinha, Maiobinha e Sede foram contemplados com mais uma edição da Aliança Ribamarense que acontece sob a égide do descontentamento popular com o Poder Público. Eles denunciam o abandono da dignidade ribamarense no vasto território e acompanham as ações do Movimento que vem  representando  nos dias atuais o resgaste da autoestima de mães e pais de família.  

Se prepara para atividades conjunturais, fechando parte do organograma de atuação até...
''Muitas obras paradas em São José de Ribamar; muitas vidas paradas sem nenhuma perspectiva de vida e futuro e a  Aliança Ribamarense está indo aonde somos chamados. Até porque o nosso empenho é obedecer a  um chamado que vai muito além de nossa compreensão. Temos uma causa nobre  em prol de uma cidade importante para milhares de pessoas’’, afirma Jota Pinto.

O fundador da AR e pré-candidato a Prefeito de São José de Ribamar, Jota Pinto: ''Temos uma  causa nobre  em prol de uma cidade importante para milhares de pessoas’’. 
A AR se prepara para atividades conjunturais, fechando parte do organograma de atuação até dezembro deste ano. Entre as próximas ações a serem realizadas  reuniões na Zona Rural, Limítrofes e Vilas e o encontro de balanço anual onde o Movimento pretende reunir cerca de 20 mil pessoas em torno do debate público local. 
sábado, 24 de agosto de 2019

José Malheiros, o Malheirinhos, visitou a UFMA de Pinheiro, onde se reuniu com a coordenadora do...

Para consolidar a pesquisa com o bagrinho na Baixada, o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Agerp, José Malheiros, o Malherinhos,  visitou a UFMA de Pinheiro, onde se reuniu com a coordenadora do curso de Engenharia de Pesca, Yllana Marinho.
Esteve em pauta a criação de uma estação de peixe acoplada ao Laboratório de Pesca da instituição de ensino. O objetivo é consolidar o trabalho já realizado e estabelecer um período para que as pesquisas possam ser avaliadas e transferidas para os criadores da Baixada Maranhense.
Também participaram: o chefe do Escritório Regional da Agerp de Pinheiro, Rodrigo Belloti ; o coordenador de Pesquisa Pesqueira da Agerp, Luiz Rocha; e o pesquisador da UFMA, Rodrigo.
O objetivo é consolidar o trabalho já realizado e estabelecer um período para que as pesquisas possam ser avaliadas e transferidas para os criadores da Baixada. 
Projeto Bagrinho– A pesquisa tem o objetivo a reprodução em cativeiro do bagrinho ( Trachelyopterus galeatus), e acontece atualmente no IFMA – Maracanã.
Aproveitar as potencialidades dos pescadores da região da Baixada Maranhense para gerar mais renda às famílias ribeirinhas. Essa é a estratégia do Governo do Estado, que está sendo colocada em prática, em parceria com o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) e a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Projeto Bagrinho.
O projeto, implantado em novembro do ano passado, está em sua fase inicial. O objetivo é aumentar a produção do peixe muito pescado na região. Foi idealizado pelos professores Luiz Rocha, da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp-MA); e Weverson Almagro, do curso de Aquicultura do IFMA Maracanã.
A iniciativa está obtendo resultados expressivos, com a criação e engorda de peixes em cativeiro.
O Projeto Bagrinho é realizado no campus do IFMA Maracanã. Começou com a preocupação em ampliar a produção do peixe como instrumento de geração de renda ao pescador e pescadora local. É gerenciado por professores e estudantes do Curso de Aquicultura.
Com o apoio da UFMA de Pinheiro, por meio da professora do curso de Engenharia de Pesca, Yllana Marinho, o peixe está conseguindo a reprodução de forma sustentável na Baixada Maranhense.
A iniciativa visa a aproximação dos produtores locais, com a previsão de integração com a Associação dos Piscicultores do Povoado de Itans, no município Matinha.

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB