segunda-feira, 25 de março de 2019

Ministro da Justiça e Segurança Pública afirma que não há motivo para se preocupar

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou, nesta segunda-feira (25/3), que entende a apreensão do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, mas que a presença do líder do PCC, Marcola, na Penitenciária Federal de Brasília será mantida. “É um receio um pouco exagerado. A liderança criminosa vem para um presídio de segurança máxima, com um sistema bastante rígido”, disse Moro.

Resultado de imagem para GOVERNADOR DO DF
Ibaneis Rocha: 'Ele não entende nada de segurança'.

Para Moro, há uma certa incompreensão do governador do DF, mas, de acordo com ele, os moradores do Distrito Federal estão “absolutamente seguros”. “O presídio de segurança máxima foi feito exatamente para isolar essas lideranças criminosas, não podemos simplesmente não utilizá-lo”, completou o ministro. 

 

Resultado de imagem para MARCOLA

O líder do PCC, Marcola. 

Ele ressaltou ainda que outras unidades da Federação que contam com unidades prisionais desse tipo recebem criminosos ligados a facções criminosos de atuação nacional e que, por isso, o DF também deve colaborar.

Sergio Moro acusa golpe menciona Deus Rodrigo Maia

Sérgio Moro, afirmou, nesta segunda-feira, que entende a apreensão do governador.

Há dois dias, Ibaneis Rocha reagiu duramente à decisão do governo federal de transferir para o presídio de segurança máxima, o chefe máximo do PCC, e disse que Sérgio Moro 'não entende nada de segurança'. 

AS INFORMAÇÕES SÃO DO CORREIO BRAZILIENSE
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB