quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
Com o tema ‘Estado, políticas públicas educacionais e desenvolvimento regional’, a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão realiza nesta...

Com o tema ‘Estado, políticas públicas educacionais e desenvolvimento regional’, a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul) realiza nesta quinta (21) e sexta-feira (22), o Seminário de Integração Acadêmica, envolvendo atividades de recepção para os calouros da instituição, do semestre de 2019.1.

O seminário será realizado nos campi Imperatriz e Açailândia, e a programação conta com Aulas Magnas, apresentação da universidade e oficinas específicas para cada curso.
O reitor do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), o professor doutor Jhonatan Almada, ministra pela manhã a primeira Aula Magna, com o tema ‘A universidade e o desenvolvimento regional’, para os alunos de Medicina Veterinária, Engenharia Agronômica, História e Pedagogia.

Os ingressantes dos cursos de Administração, Ciências Biológicas, Letras – Inglês e Química participam à tarde da Aula Magna ‘Estado, Políticas Públicas Educacionais e Desenvolvimento Regional’, ministrada por Jesus Marmanillo Pereira, professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

À noite, os calouros de Geografia, Física e Letras – Português contam com dois professores para a abertura, o vereador Carlos Hermes e o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro, com a Aula Magna ‘O papel do Estado no desenvolvimento educacional’.

O seminário será realizado nos campi Imperatriz e Açailândia.
Além das Aulas Magnas, os calouros participam de oficinas específicas de cada curso, para conhecerem melhor os temas do curso e a universidade. Durante a programação, é distribuído o Manual do Calouro, uma publicação feita pela UemaSul para auxiliar e orientar os ingressantes.

As atividades acontecem também no campus de Açailândia, no turno da tarde, para os cursos de Administração e Gestão Ambiental, com a Aula Magna ministrada por Karla Janis Lima da URE/Semed.

“A cada início de semestre ficamos muito felizes e ansiosos para receber nossos alunos novos e rever os veteranos. Este ano temos uma grande programação para fazer o acolhimento dos calouros e integrá-los da melhor forma ao ambiente universitário, com oficinas temáticas para cada curso e as aulas magnas para a abertura”, destaca a reitora da UemaSul, Elizabeth Nunes Fernandes.

“É um momento importante também, para refletirmos sobre o cenário atual das políticas públicas educacionais e o desenvolvimento regional, no âmbito da universidade. Esperamos que todos se sintam acolhidos e à vontade aqui”, completa Elizabeth.

Universidade Inclusiva

Em 2019, a UemaSul receberá, pela primeira vez, alunos com deficiência. Para atendê-los, a universidade está em processo de adaptação, com a aquisição de equipamentos, materiais, mobiliário adaptado e também contratação de profissionais para acompanhá-los.

Dentre os ingressantes, está Rafael dos Santos Silva, de 21 anos. Ele concluiu o ensino médio em 2018, na unidade estadual Governador Archer. Rafael tem baixa visão, é um dos dois alunos da UemaSul com deficiência visual, e vai cursar licenciatura em História.

Durante a entrevista, Rafael falou sobre a necessidade do ledor, que já está sendo providenciado pela universidade. “É a realização de um sonho”, conta ele. “Quando recebi a notícia, fiquei muito feliz. Sorte que não tenho nenhum problema cardíaco, pois fiquei muito surpreso de ter passado”.
A universidade já conta com rampas de acesso, corrimões e banheiros adaptados para cadeirantes, além de oferecer a disciplina de LIBRAS na grade curricular. Os alunos que têm deficiência visual terão professores, máquinas para impressão dos textos, leitores de tela para os computadores, além da implantação de ferramentas de acessibilidade no site institucional.

A pró-reitora de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica em exercício, Maria da Guia Taveiro, falou da alegria em receber os acadêmicos.

“Nós estamos muito felizes e nos adaptando para receber estes alunos com deficiência e muitos outros. Iremos estruturar um núcleo, pois já temos professores de LIBRAS e, em breve, abriremos seletivo para professores ledores, que acompanharão os alunos nas atividades cotidianas”, diz Maria da Guia Taveiro.

“Temos tido apoio das secretarias do Governo do Estado e do colégio Governador Archer, que se ofereceram para dar suporte nesse processo”, conclui Maria.

MATÉRIA ENVIADA PELA SECRETARIA DA COMUNICAÇÃO SOCIAL E ASSUNTOS POLÍTICOS DO GOVERNO DO MARANHÃO 

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB