terça-feira, 13 de novembro de 2018
As ações e estratégias voltadas à redução de gastos na Defensoria Pública estadual ganharão mais um forte aliado. Desta vez, a...
 
As ações e estratégias voltadas à redução de gastos na Defensoria Pública estadual (DPE/MA) ganharão mais um forte aliado. Desta vez, a economicidade atingirá o setor de transporte da instituição, que se mantém com uma frota de sete veículos próprios e outros 12 locados. A partir de iniciativa inovadora, a gestão pretende contratar, por meio de licitação, sistema de transporte individual de passageiro acionado por aplicativo, para atender as necessidades de deslocamento de defensores públicos e servidores, no período da noite, durante a vigência dos plantões.

Resultado de imagem para DPE-MA
A partir de iniciativa inovadora, a gestão pretende contratar, por meio de licitação, sistema de transporte individual de passageiro acionado por...
Segundo levantamento da Divisão de Logística e Consumo Consciente, da DPE/MA, o custo dos deslocamentos em serviço poderá ser reduzido em até 1/3 dos custos atuais, considerando os gastos com veículos próprios. O processo licitatório está em tramitação, mas a gestão adianta que isso não representará, em princípio, o fim da locação de veículos pela instituição. “Embora estejamos cientes das vantagens do transporte de passageiros por aplicativos, no que diz respeito à redução de gastos e à segurança, a nossa intenção é continuar avaliando sua aplicação dentro da nossa realidade, para então verificar a possibilidade de ampliá-lo”, explicou Catarina Pinheiro, chefe da Divisão de Logística, acrescentando que, além de São Luís, o novo serviço será estendido também para o núcleo regional de Imperatriz, nos plantões noturnos.  
Para o defensor-geral do Estado, Alberto Pessoa Bastos, a preocupação da Defensoria é legítima e a mudança de paradigma no setor de transportes integra um conjunto de ações que vem transformando a rotina da DPE/MA, desde junho deste ano. “O país vive um momento difícil e, neste contexto, acreditamos que esses novos modelos de transportes via aplicativos, que surgiram recentemente, permitirão à implementação de soluções que facilitem a modernização da gestão, a redução de gastos e maiores ganhos com eficiência e eficácia operacional”, afirmou.
Ainda de acordo com o termo de referência, a cobrança pela prestação dos serviços será feita de acordo com os valores estabelecidos na legislação dos municípios. Estes valores, que deverão ser aprovados e confirmados pelos usuários ao final da cada corrida, deverão ser registrados no aparelho de medida e também registrados no aplicativo e página da web.

MATÉRIA ENVIADA PELA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA DPE-MA

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB