quarta-feira, 6 de junho de 2018

Solicitou a quebra do sigilo do presidente e dos...


A Polícia Federal (PF) solicitou a quebra do sigilo telefônico do presidente Michel Temer e dos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Minas e Energia), referente ao ano de 2014. O pedido foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF). Esta é a primeira vez que uma investigação em andamento pode quebrar o sigilo telefônico de um presidente da República. Temer já teve os sigilos bancário e fiscal quebrados por ordem do ministro do STF Luís Roberto Barroso, no inquérito que apura supostas propinas no setor portuário.

Resultado de imagem para MICHEL TEMER MOREIRA FRANCO PADILHA
Parte desse dinheiro teria sido usado na campanha de Paulo Skaf ao governo de São Paulo.
A investigação em andamento apura suposto pagamento de R$ 10 milhões pela Odebrecht, que teria sido acertado em um jantar no Palácio do Jaburu, residência oficial de Temer, em 2014. De acordo com as apurações, parte das entregas teriam sido feitas no escritório do advogado José Yunes, amigo de Temer.

O objetivo do pedido da PF é rastrear telefonemas do presidente e dos dois ministros naquele ano. O delator Cláudio Mello Filho, ex-executivo da Odebrecht, afirmou ter participado de um jantar com Padilha, Marcelo Odebrecht e Temer para acertar o repasse R$ 10 milhões da Odebrecht para o PMDB. Parte desse dinheiro teria sido usado na campanha de Paulo Skaf ao governo de São Paulo, enquanto o restante teria sido captado por Eliseu Padilha. 

JB
EDIÇÃO ANB ONLINE

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB