quarta-feira, 23 de maio de 2018
Ministro das Relações Exteriores afirmou que atitude "prejudicou o bom nome de Angola"

O ministro de Relações Exteriores de Angola, Manuel Augusto, exonerou nesta terça-feira (22/05) dois funcionários da diplomacia angolana que estiveram envolvidos na inauguração da Embaixada dos EUA em Jerusalém.

O diretor para África e Oriente Médio de Angola, Joaquim do Espírito Santo, teria autorizado a presença do ministro conselheiro da Embaixada de Angola em Tel Aviv, João Diogo Fortunato, na transferência da diplomacia norte-americana em Israel. Ambos os funcionários foram exonerados.

Manuel Augusto exonerou dois funcionários da diplomacia angolana que estiveram envolvidos na inauguração.
Segundo o chanceler angolano, a atitude “prejudicou” a imagem e as relações diplomáticas do país. “Houve uma falha de cumprimento dos procedimentos de tomada de decisão internos, o que prejudicou o bom nome de Angola com países com os quais mantêm uma histórica relação diplomática”, afirmou Augusto.

Embaixada

Os EUA transferiram sua embaixada em Israel para a cidade de Jerusalém no dia 14/05, acentuando protestos palestinos em Gaza e violenta repressão do exército israelense. Ao todo, foram mortos ao menos 60 manifestantes palestinos e mais de dois mil ficaram feridos.

Convidados para participar da inauguração, Espanha, Reino Unido, Itália e França declinaram por considerarem a transferência um rompimento do consenso da comunidade internacional.

Do BdF
Com teleSUR

Edição de Opera Mundi

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB