quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Alunos do Centro Educa Mais Professora Margarida Pires Leal apresentaram, nesta quarta-feira (17), os resultados finais das disciplinas eletivas no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho e no Teatro Alcione Nazaré, em São Luís

Alunos do Centro Educa Mais Professora Margarida Pires Leal apresentaram, nesta quarta-feira (17), os resultados finais das disciplinas eletivas no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho e no Teatro Alcione Nazaré, em São Luís.

A ideia de levar a culminância para fora do ambiente escolar surgiu para valorizar todo o esforço dos alunos e professores nos seis meses que duraram as disciplinas eletivas. “Essa é a primeira geração de alunos do ensino integral do Maranhão e do Centro Educa Mais Professora Margarida Pires Leal. Nós estamos aqui para mostrar o nosso melhor e para mostrar que os nossos alunos são protagonistas das suas histórias”, ressaltou o gestor geral, Sandavid Castro.


Exposição de fotos sobre rotina escolar faz parte da culminância das disciplinas eletivas. (Foto: Lauro Vasconcelos)
A ideia de levar a culminância para fora do ambiente escolar surgiu para valorizar todo o esforço dos alunos e professores nos seis meses que duraram as disciplinas eletivas.
Os 217 alunos do Centro Educa Mais trabalharam durante o semestre em quatro disciplinas eletivas: Economia Criativa, Fazendo Arte, Caminho da Roça e Tecnologia da Educação.

Na disciplina Fazendo Arte, os estudantes aprofundaram os conhecimentos em canto, dança, fotografia, vídeo, poesia e teatro. A aluna Cassiane Reis, estudante do 1° ano, declamou uma poesia e cantou no musical 'Geni e Zepelim', que faz referência ao clássico da MPB de autoria de Chico Buarque. “Nessa eletiva a gente aprendeu sobre as quatro linguagens da arte e a nos expressar por meio dela. Aprendemos que somos protagonistas diante das dificuldades da vida. Nós temos capacidade de ser alguém por meio da arte”, disse Cassiane.


Durante esse período eles aprenderam a fabricar colares, anéis e pulseiras por meio do projeto 'Arte em bijuterias', que pertence à eletiva Economia Criativa, onde os alunos aprendem a evitar o desperdício e criar a partir daquilo que é descartado, atribuindo valor aos objetos confeccionados. 


Alunos das disciplinas eletivas do Centro Educa Mais Professora Margarida Pires Leal. (Foto: Lauro Vasconcelos)
Na disciplina Fazendo Arte, os estudantes aprofundaram os conhecimentos em canto, dança, fotografia, vídeo, poesia e teatro.
O plantio e a colheita são parte dos novos conhecimentos adquiridos pelos alunos da disciplina eletiva Cantinho da Roça. O resultado pode-se ver na própria escola, que agora conta com uma grande horta em pleno funcionamento, que gera verduras, plantas ornamentais e medicinais. “Nós aprendemos como produzir uma horta em casa e na escola, sem agrotóxicos, e utilizamos esses materiais às vezes no almoço”, afirmou Isabella Reis, aluna do 1° ano.

Na disciplina eletiva Tecnologia da Educação, os alunos criaram um blog que está à disposição de toda a comunidade escolar, onde relatam o dia a dia na escola. Para Artur Felipe, de 16 anos, a experiência esse ano foi especial. “Aprendemos valores que às vezes são esquecidos por muitos. Sinto-me feliz e satisfeito por ter adquirido conhecimentos diversos durante esse semestre”, afirmou.

Alunos de Centro Educa Mais levam apresentações de disciplinas eletivas ao Teatro. (Foto: Lauro Vasconcelos)
Os 217 alunos do Centro Educa Mais trabalharam durante o semestre em quatro disciplinas eletivas: Economia Criativa, Fazendo Arte, Caminho da Roça e Tecnologia da Educação.
O subsecretário da Educação, Danilo Moreira, esteve presente nas apresentações dos alunos e ressaltou as disciplinas eletivas como ponto alto da experiência de implementação do sistema de educação integral no Maranhão.

“Esse é o momento de o estudante colocar em prática o que ele aprendeu, e as eletivas são a oportunidade de ter uma experiência diversificada em relação ao conteúdo, ao ensino e à aprendizagem. A gente explora bastante a criatividade, o potencial dos estudantes, com várias linguagens e por meio do protagonismo. Esse é um momento de muita alegria não só para a gente, mas para o próprio estudante, que está exercitando a sua criatividade e aprendendo de maneira diferenciada”, afirmou o subsecretário.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB