terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Pesquisadores britânicos desenvolveram uma tecnologia de escaneamento capaz de examinar os textos escritos em papiros – antes utilizados para embrulhar múmias

Pesquisadores britânicos desenvolveram uma tecnologia de escaneamento capaz de examinar os textos escritos em papiros – antes utilizados para embrulhar múmias. O novo método torna possível que especialistas leiam escrituras antigas sem destruir sarcófagos.

Cientistas da Universidade de Londres realizaram escaneamento de papiros de 2.000 anos para revelar o texto presente neles. As letras foram decifradas graças à pasta e ao gesso, utilizados para mumificação.

Resultado de imagem para mumia

Sarcofágo escaneado tinha segredos escondidos.

Não obstante, os pesquisadores conseguiram escanear papiros de forma legível. Para testar a tecnologia, foi escaneado um sarcófago no museu do castelo de Chiddingstone (Reino Unido). A análise permitiu que os cientistas descobrissem a palavra "Irethorru" – um antigo nome egípcio – escrita no papiro, o que significa "o olho de Horus é contra os meus inimigos".

A nova tecnologia permite com que egiptólogos tenham acesso à verdadeira história do Antigo Egito, segundo declara à emissora BBC Adam Gibson, pesquisador-chefe do projeto.

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB