quinta-feira, 16 de março de 2017
Seminário vai reunir políticos, gestores e especialistas para debater a revitalização dos rios maranhenses

A preservação dos rios maranhenses será a pauta principal do seminário que ocorrerá no próximo dia 24, das 8:00h às 18:30h, no auditório Alberto Abdalla- FIEMA, em São Luís. Com o tema ”Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes”, o evento vai reunir profissionais que são referências nacionais na área de sustentabilidade ambiental, para discutir e buscar alternativas para a recuperação dos rios.

O seminário é uma realização do Instituto Cidade Solidária e do gabinete do senador Roberto Rocha (PSB), com co-realização do Ministério de Meio Ambiente, Agência Nacional de Águas (ANA) e do MEA- Movimento Ensinando e Aprendendo. 

A preservação dos rios maranhenses será a pauta principal do seminário que ocorrerá no próximo dia 24, das 8:00h às 18:30h, no auditório Alberto Abdalla- FIEMA, em São Luís.
A cerimônia de abertura está marcada para as 9:00h, e contará com as presenças do Ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), senador Roberto Rocha (PSB), da presidente da Codevasf, Kênia Marcelino e do presidente da Agência Nacional de Águas, Vicente Andreu. 


A primeira palestra será proferida as 10: h30 pelo Ministro Sarney Filho, que falará sobre água, floresta e clima na agenda ambiental do Ministério de Meio Ambiente. Em seguida, as 11h:30, o secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do MMA, Jair Vieira Tánnus Jr., discorrerá sobre o tema da “Segurança Hídrica das Bacias Hidrográficas Para a Sustentabilidade”. Seguindo a agenda, o presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu, vai expor as experiências exitosas de estudos e despoluição das bacias hidrográficas. Logo após, a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, vai explanar os exemplos da bacia do Parnaíba. A programação se estenderá até as 17:15h, com especialistas que falarão sobre os principais temas ligados à preservação do meio ambiente.

Para participar do seminário, basta se inscrever pelos contatos: inscricoes@cidadesolidaria.org ou 98/98877-4813. No dia do evento, levar 01 kg de alimento não perecível, que será doado a uma instituição de caridade. 


Serviço:

Evento: Seminário Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes.
Data: 24 de março de 2017, das 8:00h as 18:30h.
Local: auditório Alberto Abdalla, na Federação das Indústrias do Estado do Maranhão- FIEMA. (AV. Jerônimo de Albuquerque- Cohafuma, São Luís- MA).
“Sempre votarei a favor do professor”, declara deputado Wellington na votação da MP 230/17
 
A Assembleia Legislativa do Maranhão vivenciou hoje (15) uma sessão plenária que deve entrar para história do Estado. Em meio à manipulação política da Casa, à independência de alguns deputados e às expressões de revolta dos professores, foi antecipada a votação da Medida Provisória 230/17, do Executivo, que altera o Estatuto do Magistério e nega reajuste de vencimentos aos professores.

De forma sutil e sem qualquer respaldo no Regimento Interno da Assembleia Legislativa, os deputados que integram a Base do Governo anteciparam a votação, que deveria acontecer amanhã (16), para hoje. Ao que parece, a ação foi motivada com o objetivo de impedir que professores acompanhassem a votação e, então, soubessem quais os parlamentares que votariam contra.

 
Ao justificar o seu voto, Wellington, que é um dos 10 deputados que votaram em defesa dos professores, disse que não poderia “trair a categoria”.
“Eles nos desrespeitaram duas vezes: primeiro, quando tentaram nos excluir e impedir que assistíssemos a votação. Depois, porque votaram de acordo com o que o Governador mandou e não em respeito a nós, professores, já que o que nós queremos é que concedam o reajuste de 19,87% sob o vencimento (retroativo 2016 e 2017) e não apenas a gratificação. Isso não é favor. É obrigação”, lamentou a professora Ilda Silva.

O posicionamento da maioria dos deputados da Assembleia gerou descontentamento por parte dos professores.

“Eu não consigo entender o motivo pelo qual essa Assembleia aprovou reajuste para servidores do TJ, do TCE e da própria Assembleia em cima do vencimento e, para nós, o Governo quer dar em cima da gratificação. São dois pesos e duas medidas? Eles mentem dizendo que nós temos o maior piso salarial. Como isso seria verdade? Nem reajuste de vencimentos teve”, desabafou Jairon Martins, professor da Rede Pública.

Ao justificar o seu voto, Wellington, que é um dos 10 deputados que votaram em defesa dos professores, disse que não poderia “trair a categoria”.

“Foi a educação que me fez ser quem eu sou hoje. Por isso, sei da importância de um professor e, principalmente, de quão difícil é essa missão. Como que eu poderia votar a favor de uma Medida que congela os vencimentos de nossos professores? Como que eu poderia defender a violação do art.32 do Estatuto do Magistério? Se eu fizesse isso, eu estaria traindo a categoria. A certeza que eu, enquanto educador possuo, é a de que sempre votarei a favor dos professores. Isso é questão de coerência. Não se pode falar em educação de qualidade quando professores são desrespeitados e tem direitos violados”, disse Wellington.
Cinco homens são presos por furto de energia elétrica

Os suspeitos estavam agindo no bairro do Turu, em São Luís.

Cinco homens foram presos, na manhã desta quinta-feira (16), por furto de energia elétrica em um condomínio no Turu, em São Luís. 

 

Antônio Marcos Conceição Silva, Walasse Johnson Marinho Macedo, Jango Dias Rocha, Hidelbrando da Silva Macedo e Charles William Corrêa foram encaminhados

Antônio Marcos Conceição Silva, Walasse Johnson Marinho Macedo, Jango Dias Rocha, Hidelbrando da Silva Macedo e Charles William Corrêa foram encaminhados para a Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic).

Prefeitura de São José de Ribamar realiza neste sábado (18), entrega dos cartões do Bolsa Escola 

A Prefeitura de São José de Ribamar por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda, SEDES, realiza neste sábado (18), a entrega de mais de quatro mil cartões do programa Bolsa Escola. 

A entrega ocorrerá a partir das 9h em dois endereços. Primeiro, no Centro Social Vila Sarney I e em seguida às 10h, na sede da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda. O beneficio é exclusivo para alunos matriculados na rede pública de ensino. 

Resultado de imagem para PROGRAMA BOLSA ESCOLA GOVERNO DO MARANHAO
O programa Mais Bolsa Escola é uma parceria com o Governo do Maranhão, que garante para famílias de baixa renda a transferência de R$ 51,00 para que seja aplicado na compra do material escolar.
O programa Mais Bolsa Escola é uma parceria com o Governo do Maranhão, que garante para famílias de baixa renda a transferência de R$ 51,00 para que seja aplicado na compra do material escolar. 

O Bolsa Escola consiste em um cartão de débito de uso exclusivo para compra de material escolar em um dos estabelecimentos da rede credenciada do programa do governo estadual. Com o cartão, as famílias que já são beneficiárias do programa federal Bolsa Família recebem um crédito para que possam comprar materiais escolares para os filhos.

SERVIÇO 
 
O Que: Entrega dos Cartões do Programa Bolsa Escola
Onde: Centro Social Vila Sarney I e Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Renda, SEDES.
Quando: Neste sábado (18).
Horário: 9h e 10h

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB