sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017
Prefeito de São José de Ribamar poderá ser dos um principais coordenadores de campanha de Dino na eleição mais disputada da história do estado.


POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO


O atual cenário politico do estado, escorregadio e pautado por pesquisa que aponta quase 40% de rejeição do governador Flávio Dino junto ao eleitorado, já deu o tom daquela que será a eleição mais disputada da história do Maranhão em 2018.

Com 11 nomes já postuláveis à cadeira de Dino, dentre estes Roberto Rocha, Maura Jorge e a ex-governadora Roseana Sarney, o pleito confere, segundo fontes ligadas ao Palácio dos Leões, temeridade ao projeto de reeleição de Flávio. Diante da constatação, Dino começa estabelecer estratégia onde busca unidade entre os prefeitos da Grande Ilha com o claro propósito dos gestores fazerem as vezes de cabos eleitorais do governador em suas cidades.

foto-1_eudes_flavio_dino_lf

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva poderá ser um dos principais coordenadores da campanha do governador ano que vem.

Dentro dessa conjuntura, nas últimas semanas o laço entre Dino e os prefeitos se estreitou, mas Flávio aposta em apenas um deles para coordenar grande parte da campanha comunista na região e no estado. Ele acredita que Luis Fernando Silva, prefeito de São José de Ribamar e detentor de histórico prestigio junto à classe politica maranhense, poderá converter apoios e reverter dificuldades que já começam se apresentar. A parceria entre o Governo e o prefeito vai além do protocolo: Flávio Dino vem delineando a relação com Fernando em grau de amistosidade e admiração já confessada há tempos atrás.



O fato é que Flávio não desconhece o perigo que ronda. Grande parte da população maranhense não associa mais o governo comunista a palavras como ‘mudança’, e/ou ‘diferença’. O discurso anti-oligárquico já caiu também por terra. E é justamente dentro desse hiato que a expectativa da população aponta para a ovação do conceito de boa governabilidade.



Terreno onde Luís Fernando Silva já foi referencia no passado e onde ele trafega muito bem no presente.
Justiça condena Diego Polary a 8 anos de prisão pela morte de Brunno Matos

Carlos Marão e João Gomes também foram condenados. Todos vão recorrer da decisão em liberdade.


O engenheiro civil Diego Polary, o bacharel em hotelaria Carlos Marão e o vigilante João Gomes foram condenados pela morte do advogado Brunno Matos e tentativa de homicídio de Alexandre Matos e Kelvin Chiang.

O resultado saiu por volta das 3h da manhã desta sexta-feira (3), após mais de 17 horas de julgamento. 13 testemunhas foram ouvidas, os três réus foram escutados, além de uma longa arguição do Ministério Público e da assistência de acusação, assim como da banca dos advogados de defesa.

Resultado de imagem para DJ DIEGO POLARY
E AINDA RECORRENDO EM LIBERDADE O resultado saiu por volta das 3h da manhã desta sexta-feira (3), após mais de 17 horas de julgamento.
Diego Polary foi condenado a apenas oito anos de prisão por ser o responsável pelo assassinato do advogado Brunno Matos, assim como pela tentativa de assassinato de Alexandre Matos e Kelvin Chiang.
Carlos Marão foi condenado a seis anos por participação no homicídio do advogado Brunno Matos e na tentativa de assassinato de Alexandre Matos e Kelvin Chiang.

João Gomes foi condenado a um ano de detenção por lesão corporal. Sua pena deve ser convertida em trabalho comunitário por ser réu primário.

Todos os condenados vão recorrer da decisão em liberdade.

Nº de visitas

Confira a Hora Certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores