quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Namorada nega relação sexual e é queimada viva pelo companheiro

Jovem de 18 anos tem 80% do corpo queimado por companheiro após se recusar a ter relação sexual com ele. Caso é mais um que se soma a outros milhares relacionados à violência doméstica e cultura do estupro.

Uma jovem de Vacaria, no interior do Rio Grande do Sul, foi atacada pelo namorado com gasolina e fogo, na madrugada do último domingo (22). Segundo a Polícia Civil, o motivo para o crime foi o fato de a jovem ter negado sexo ao agressor.

Conforme o delegado Flademir Paulino de Andrade, Michael de Andrade Ribas, de 28 anos, chegou à residência durante a madrugada após uma festa e quis manter relação sexual com a companheira.

jovem corpo queimado relação sexual namorado
Jovem tem 80% do corpo queimado por companheiro em Vacaria.
Como a mulher teria se negado, ele jogou gasolina sobre o corpo dela e ateou fogo.
A garota de 18 anos está internada em estado grave, pois teve 80% do corpo queimado. A casa em que os dois moravam também foi tomada pelas chamas e está parcialmente destruída. O agressor está foragido.

Outras três pessoas, parentes de Michael, que residem na casa, prestaram socorro à jovem. Eles tentaram apagar o fogo com um banho de chuveiro. No entanto, o fogo se espalhou por outros cômodos.

O homem também teve parte do corpo queimado e dirigiu-se a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Porém, ao desconfiar que a polícia já sabia do ocorrido, ele fugiu.
Segundo o delegado, Michael é foragido do sistema penitenciário. Ele cumpria pena no Instituto Penal de Passo Fundo, de onde foi liberado para procurar emprego e não voltou mais.

Michael possui antecedentes criminais por sete roubos, sete furtos e duas tentativas de homicídio. A Polícia Civil já pediu a prisão preventiva dele por tentativa de homicídio.
Violência doméstica

O crime em Vacaria impressiona pela barbárie, mas está longe de ser um caso isolado.
No final de 2015, dados do Mapa da Violência no Brasil mostraram que 55,3% das mulheres assassinadas no país são mortas dentro de casa e que em 33,2% das vezes o homicida é o parceiro ou ex-parceiro da vítima.


DO PRAGMATISMO, COM INFORMAÇÕES DE RBS E MDEMULHER
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE

Luis Fernando Silva assina termo técnico para área da agricultura e São José de Ribamar dá mais um passo para voltar a ser referência na produção de alimentos.

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB), assinou na tarde desta segunda-feira (23), na sede da Prefeitura, Termo de Cooperação Técnica entre a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semagri), e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). O objetivo do acordo é o desenvolvimento de ações de assistência técnica, capacitação e organização da agricultura familiar para efetivação dos programas de matrizes voltados a agricultura e pesca.

A iniciativa deverá atender inicialmente a qualificação profissional e técnica de mais de 300 trabalhadores, o que de acordo com o secretário da Semagri, Isaac Albuquerque, além de resgatar a política de incentivo também vai atender aos produtores que possuem um potencial gerencial para as chamadas empresas familiares. “Vamos trabalhar com muito afinco para conduzir o trabalhador para o desenvolvimento e aprimoramento teórico e principalmente prático e dessa forma fomentar a geração de renda para a nossa população”, completou.

Para o presidente do Serviço Educacional de Aprendizado Rural, SENAR, Raimundo Coelho, a parceria deverá trazer grandes frutos para o município, uma vez que a cidade tem um grande potencial agrícola que precisa ser resgatado.
Para o presidente do Serviço Educacional de Aprendizado Rural, SENAR, Raimundo Coelho, a parceria deverá trazer grandes frutos para o município, uma vez que a cidade tem um grande potencial agrícola que precisa ser resgatado. “É a partir do conhecimento e orientação técnica, que teremos bons profissionais à frente desse importante setor da economia. Temos certeza que a partir desta ação o agricultor terá assegurado produtividade e renda para suas famílias”, disse.
Durante a assinatura do termo o prefeito Luis Fernando, garantiu que o município vai voltar a produzir e gerar renda com responsabilidade a partir da agricultura, pesca e geração de oportunidades.

“Tenham certeza que vamos resgatar a política de agricultura já instituída nesta cidade, pois foi em nossa gestão que ganhamos o prêmio em serviços prestados ao setor rural além da implantação da compra direta da produção da agricultura familiar para a alimentação escolar”, elencou.

Vamos ainda, reiterou Luis Fernando, “trabalhar a assistência e capacitação técnica dos agricultores familiares, criadores e pescadores artesanais, incentivar a comercialização, além de ampliar o acesso ao crédito e fortalecimento das entidades representativas dos trabalhadores rurais e pescadores locais”, asseverou.

Melhor programa

Foi a partir de ações como essas desenvolvidas na administração de Luis Fernando Silva, que tornaram São José de Ribamar referência no país no que diz respeito à aquisição de alimentos, através do programa Compra Local, e destinação do mesmo para o setor da merenda escolar da rede pública municipal.


São José de Ribamar, na oportunidade, era o único município maranhense, e um dos poucos do país, que possuía o programa Compra Local Municipal (criado em 2007, terceiro ano da administração Luís Fernando). Por meio dele, a Prefeitura ribamarense realizava a compra, produção dos pequenos agricultores, criadores e pescadores da cidade. Estes alimentos eram utilizados na preparação da merenda escolar servida gratuitamente para os alunos da rede municipal de ensino.




Morre aos 95 anos Leda Nascimento Brito, primeira-dama do 'Jornal do Brasil'

Morreu nesta quarta-feira (25), em Petrópolis, aos 95 anos, Leda Nascimento Brito, ex-proprietária do Jornal do Brasil. Dona Leda, como era conhecida, foi casada com o ex-diretor executivo do Jornal do Brasil Manoel Francisco Nascimento Brito que, por 52 anos, ficou à frente do jornal, afastando-se em 2000. O casal teve cinco filhos.

Dona Leda era filha do conde Ernesto Pereira Carneiro e Maurina Dunshee de Abranches Pereira Carneiro, a Condessa Pereira Carneiro. O conde levou Nascimento Brito para o jornalismo em 1949, quando o convidou para dirigir a rádio Jornal do Brasil. 

Morre aos 95 anos Leda Nascimento Brito, primeira-dama do 'Jornal do Brasil'
Nascimento Brito teve em Dona Leda a força para superar os obstáculos impostos ao jornal pela ditadura.
Durante os 52 anos à frente do jornal, Nascimento Brito teve em Dona Leda a força e o companheirismo para enfrentar os momentos mais difíceis. Durante o regime militar, assumiu junto com seu marido a posição firme na luta contra a censura, e ajudou a superar todos os obstáculos impostos ao jornal pela ditadura, que deixaram marcas e trouxeram severos prejuízos à empresa. Dona Leda era a primeira-dama do Jornal do Brasil na defesa do país e da liberdade de imprensa. 

Foi também nesta época que o JB, com ousadas reformas gráficas e apostas editoriais, ganhou ainda mais credibilidade e conquistou o público mais intelectualizado. Uma das marcas foi a criação do Caderno B, o primeiro caderno de cultura da imprensa brasileira.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO JB
EDIÇÃO DE ANB ONLINE

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB