domingo, 31 de dezembro de 2017
Em contato com a Agência Baluarte na tarde da última sexta-feira, um grupo de funcionários afirmou que a empresa responsável pelo setor e Governo municipal agem  com má-fé quanto ao pagamento dos meses atrasados 
Sindsaude acionou Ministério Público do Trabalho para evitar calote

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR-CHEFE DA AGÊNCIA BALUARTE 
atallaia.baluarte@hotmail.com

Um grupo de funcionários lotado no Hospital de São José de Ribamar e Maternidade Municipal em contato com a equipe de reportagem da Agência Baluarte na tarde da última sexta-feira (29) não escondeu o desespero em entrar 2018 sem um tostão no bolso. 

Em visível estado de desequilíbrio emocional por não ter como pagar as contas atrasadas, de acordo com um integrante do grupo, a empresa Vitale e o Governo municipal não chegam a uma solução que efetive o pagamento dos funcionários por pura crueldade e má fé, como assinalou  um enfermeiro. 
Resultado de imagem para luis fernando silva

‘’Muita crueldade desse prefeito , má vontade , é muita  má-fé. Se a empresa diz que a prefeitura não pagou, porque o prefeito não encontrou uma solução para não deixar os funcionários ao deus-dará? Questionou ele.

A polêmica já dura há  semanas em São José de Ribamar e o Governo municipal tenta confrontar a prestadora de serviço a quem acusa de ser a única responsável pelo não pagamento de  pessoal. Para evitar o calote anunciado o Sindsaude-entidade representatividade em âmbito estadual dos funcionários-acionou o Ministério Público do Trabalho a fim de resolver o imbróglio. 

Resultado de imagem para sao jose de ribamar
Ao deus-dará Funcionários da Saúde  de São José de Ribamar caem em desespero na terceira maior cidade do Maranhão; segundo eles, prefeito municipal(imagem acima) age com crueldade e  má-fé na questão.
Governo se exime- Evitando participar de  audiências solicitadas pelo sindicato, há 15 dias o Governo municipal, por sua vez,  lançou mão do batido artifício   de culpar a gestão anterior pelo problema que segue prejudicando, frontalmente, funcionários e familiares dos trabalhadores da Saúde na cidade. Em vez de buscar uma solução concreta justificou, teoricamente, em nota  à imprensa que uma nova empresa já foi contratada. 

O problema é que a empresa em questão, registrada como organização social, assim como a Vitale, que é alvo de uma ação do Ministério Público e da Polícia Militar em sete municípios do estado de São Paulo por desvio de recursos públicos na Saúde, sequer pode contratar com a prefeitura do Rio de Janeiro onde responde há algumas dúzias de processos e é reconhecidamente alvo de  denúncias de  corrupção e má prestação de serviços naquele estado.
Resultado de imagem para secretario de saude sao jose de ribamar thiago
O secretário de Saúde, Thiago Fernandes: rindo da desgraça alheia?
Em São José de Ribamar a tal organização, que leva nome de instituto, faturou contrato de R$ 20 milhões para gerir o setor pelos próximos anos.

6 comentários:

  1. Infelizmente este é o retrato do Brasil depois de três administrações desastrosas , corruptas e incompoetentes dos últimos quatorze anos. Tendo como exemplo o que acontece nas esferas federal e estadual, os prefeitos, mais vulneráveis porque lidam com menos verbas, perderam o respeito pelo povo que os elegeu. Feliz 2018, meu amigo!

    ResponderExcluir
  2. O outdoor da corrupção é xartao postal no Beasil.
    A solução é simples, bastava exigir a comprovação dos encatghos sociais e relacao de pagamento, e efetuar o oagamento direto, acionando a Del do Trabalho.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Quanta crueldade!
    Eu mesma ex-funcionária ainda que licença maternidade , com uma filha de apenas 2 meses não posso ter dignidade que é manter os cuidados como alimentação pra minha filha,pois ah quase 2 meses não se ver a cor do nosso salário e muito menos décimo terceiro..
    Tem funcionários sem ter o que comer,com contas de energia cortadas por falta de respeito e comprometimento do Sr. Luís Fernando e sua corja.
    INDIGNAÇÃO!
    Desespero!
    Queremos nossos direitos pois trabalharmos pra isso.

    ResponderExcluir
  5. Esse caba é mal os planeja dele era só embromação
    ricardinhodasede

    ResponderExcluir
  6. É a prova da irresponsabilidade, descaso e ódio para com as pessoas envolvidas. Exemplo de "gestor" que não pode mais ser eleito para investidura de cargo público.

    ResponderExcluir

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB