segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Número de mortos em terremoto na fronteira do Irã com o Iraque já passa de 400

Tremor de magnitude de 7,2 graus atingiu Irã de forma mais grave neste domingo.

Chegou a 407 o número de mortos no terremoto que atingiu  neste domingo (12) os territórios do Irã e do Iraque, informam as autoridades nesta segunda-feira (13). Mais de sete mil ficaram feridas. A maior parte dos mortos estava em cidades iranianas. 

O tremor de terra, de magnitude de 7,2 graus, afetou de maneira mais grave o Irã, principalmente a província de Kermanshah e a cidade de Sarpol-e Zahab. Na região do Curdistão iraquiano, foram reportadas 11 vítimas. O terremoto foi registrado às 21h48 (15h48 no horário de Brasília).
O epicentro do tremor foi a 32 km a sudoeste da cidade iraquiana de Halabja, no Curdistão, e a cerca de 300 km a noroeste da capital Bagdá. "O objetivo agora é acelerar o envio de ajudas e as operações de socorro das pessoas soterradas nos escombros", informou o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei. 
Epicentro do tremor ocorreu a cerca de 300km da capital Bagdá
Epicentro do tremor ocorreu a cerca de 300km da capital Bagdá.
A Turquia anunciou que o primeiro comboio com ajuda humanitária já partiu para a zona do terremoto. De acordo com o premier Binali Yildirim, a Defesa Civil Turca (Afad) enviou comida, remédios, 4 mil tendas de abrigo e 7 mil cobertores, além de profissionais médicos e de resgate. O terremoto foi sentido também no sudeste da Turquia, mas não provocou danos. O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, garantiu também que o país está pronto para oferecer ajuda ao Irã e ao Iraque.


As informações são do JB, com Agência ANSA
Edição de Fernando Atallaia

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações: agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com

Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB