quarta-feira, 7 de junho de 2017
Problema da violência na cidade balneária poderia ter sido contido se enfrentado há uma década.


POR FERNANDO ATALLAIA

EDITOR-CHEFE DA AGENCIA BALUARTE



Caiu como uma bomba em São José de Ribamar, no Maranhão e Brasil afora a informação de que a cidade balneária é a 4ª mais violenta do país e a 1ª do estado. 


O dado não é alheio ao que vem noticiando em tempo real a Agencia Baluarte em centenas de matérias já publicadas. ANB Online foi pioneira em chamar atenção para a deflagração de uma realidade caótica, lamentável e desumana nesse particular que já vem se arrastando há uma década no território local. 
UMA DÉCADA PALEATIVA Os governos dos prefeitos Luis Fernando Silva e Gil Cutrim são responsáveis diretos pela colocação de São José de Ribamar no ranking nacional da violência. 
Justificativa palpável para a questão, o problema da violência em São José de Ribamar está diretamente relacionado à ausência de políticas públicas estruturais para setores como Juventude e Geração de Emprego e Renda. Em 10 anos, as medidas tomadas pelos governos do município foram em grande parte paliativas e alcançaram apenas regiões especificas em detrimento do vasto território. Com uma população de quase 180 mil habitantes distribuídos em 386,282 km², a cidade não foi contemplada em sua real dimensão na gestão passada nem na que a antecedeu. A violência ganhou espaço. Criou forma. 

Sao Jose de Ribamar
Na terceira maior cidade do Maranhão, violência grassa de ponta a ponta; 4ª mais violenta do país.

Hoje, das diárias ocorrências policiais registradas no município, a maioria é protagonizada por adolescentes e jovens sem oportunidade de trabalho espalhados na região das Vilas, Zona Rural, além dos bairros das regiões limítrofes. Na Sede, onde fica localizada a Secretaria de Juventude, as raras e poucas ações promovidas pelos governos ao longo de uma década foram direcionadas para promoção de eventos. E é justamente essa ‘cultura de eventos’, uma das principais responsáveis pelo não enfrentamento frontal da criminalidade em São José de Ribamar.
DESAFIOS DO NOVO GOVERNO Fernando Silva terá que repensar forma governativa se quiser resgatar a imagem da cidade para o Brasil.
Ainda que tenha estabelecido a praxe administrativa anterior com a manutenção de parte do antigo secretariado e a lógica da concentração de decisões em torno do prefeito, o Governo do atual gestor , Luis Fernando Silva, do PSDB, terá que , inevitavelmente, rever a forma governativa. Fernando Silva foi  pego de surpresa com uma constatação que vai de encontro ao equilíbrio por ele  pregado: São José de Ribamar é uma cidade em permanente estado de vulnerabilidade social e esta vulnerabilidade é reflexo da política praticada  no  município que tem  flagrante  intenção de manter  na miséria a população local em troca de barganhas eleitorais. É dentro dessa ambiência que o Governo municipal terá que decidir: ou implementará medidas urgentes de inserção(projetos sociais, culturais, ações preventivas) de grande alcance no espaço imenso do município  ou terá de conviver daqui a três anos com a certeza de que atuou como injusto, mediano,  medíocre. E o pior: poderá ser São José de Ribamar não a 4ª cidade do Brasil em violência, mas a 4ª do Mundo.


Daqui a exatos três anos.

4 comentários:

  1. Palmas pra voce
    mas e a oposição nesses 10 anos não fez nada Professor?

    JS

    ResponderExcluir
  2. É triste saber que uma cidade como São José de Ribamar, que tem uma história religiosa conhecida nacionalmente protagoniza uma realidade tão cruel. Acredita-se que o poder público somente irá tomar alguma providência após pressão popular.

    ResponderExcluir
  3. AI EM CIMA MEU IRMÃO SÃO 2 PESADO ESCORPIÃO DE DAR EM DOIDO TE METEKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    MESTRE JOCA

    ResponderExcluir
  4. E só agora tu descobriu isso?
    E as matérias de rasgados elogios ao grande gestor Luís Fernando o caro blogueiro já apagou?

    Zé Lima.

    ResponderExcluir

IPVA 2017

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB