quarta-feira, 28 de junho de 2017
Barroso é acusado de oferecer propina a índio em troca de ’abafa’.  
Ex-assessora-especial do governador é também alvo da determinação judicial. 

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO 

A juíza Patrícia Marques, da 4ª Vara Criminal acolheu Representação feita pelo Ministério Público Federal-MPF e determinou que o secretário de Comunicação e Assuntos Políticos do Governo do Estado, Márcio Barroso,  mais conhecido como Márcio Jerry, seja investigado pela Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor)do Maranhão.
Resultado de imagem para marcio jerry
JERRYANDO? O secretário Márcio Barroso passa agora a ser investigado pela Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção. 

A decisão da magistrada estende-se também a ex-assessora especial do governador Flávio Dino, Simone Limeira, acusada de receber propina durante exercício de cargo público. O caso ganhou ressonância na imprensa estadual e nacional à época. Na torcida pelo total 'abafamento' e esquecimento pela opinião pública,  hoje passados alguns meses do fato, o Governo se vê novamente arrolado à grave denúncia envolvendo suposto cometimento de crime por seu mais alto secretário.
Resultado de imagem para Uirauchene Alves
PROPINA O índio Uirauchene Alves: segundo ele, Limeira pediu; Barroso ofereceu.
Uirauchene Alves, o índio que denunciou a ‘trama’ na ocasião, chegou a mostrar  extratos bancários em demonstração de prova de que Simone estaria envolvida em desvio de conduta e corrupção. A ex-assessora teria, segundo ele,  recebido  propina em depósitos bancários anteriormente solicitados por ela. Barroso também foi acusado por Uirauchene de ter oferecido propina em troca de  intervenção junto a uma manifestação  que se realizava na ALEMA naquele momento. De acordo com o índio, o secretário barganhava o fim de um protesto organizado pelas tribos.
Resultado de imagem para simone limeira
A MENINA DOS OLHOS DE FLÁVIO Simone em momento ‘light’ com o governador: juíza Patrícia Marques, da 4ª Vara Criminal, acolheu Representação.
Outro lado- Após vir à tona a determinação da juíza, o secretário Márcio Barroso atribuiu à ‘oligarquia’ a existência do processo contra ele. Disse também que a ‘ mídia sarneyzista’ seria responsável pelos crimes supostamente cometidos por ele e ainda se mostrou incomodado com o fato da imprensa ter repercutido o processo que corria em segredo de justiça.

3 comentários:

  1. Rapaz Barroso é danado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Essa é boa so tu mesmo Atalaia PoRra meuuuuuuuu kkkkkkkkkkkkkkkkk
    É TUDO CULPA DA OLIGARQUIA NE SEU BARROSO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Ai ai

    Jr

    ResponderExcluir
  2. essas práticas criminosas estão enraizadas culturalmente na política maranhense. Desde Vitorino, Sarney e agora com esta pretensa esquerda tão corrupta e ladra quanto os antigos coronéis. E esse Márcio Jerry eu sabia que ia dar nisso. Porco quando come... Se lambuza. Pena que seja com o nosso dinheiro. Ah, deixa pra lá... se o povo vota é porque gosta.

    ResponderExcluir
  3. O PROBLEMA DE MARCINHO BARROSO É O MESMO DE ZEQUINHA SARNEY NEGOCIAR APOIO COM OS PREFEITOS PRA GANHAR ELEIÇAO SEM PARTIR PRA MAO NA CUIA PEDINDO VOTO NO MUIDO SO QUE ESSA ELEIÇAO E DIFERENTE MOLO AQUI EM ANAJATUBA PRA ELES É BRABO
    MOZANO DE ANAJATUBA

    ResponderExcluir

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB