quarta-feira, 17 de maio de 2017
3 Perguntas para Arnaldo Colaço
 
O problema da água em São José de Ribamar é um dos mais presentes no cotidiano dos mais de 190 mil habitantes da terceira maior cidade do Maranhão. 

Pioneiro na discussão que ensejou o debate inicial em torno da problemática, o advogado Arnaldo Colaço, ativista social com reconhecida atuação na cidade, voltou a por na esfera pública os últimos cenários povoados de insatisfação e descontentamento popular. Os ribamarenses cobram uma saída para a duvidosa prestação de serviços no setor de saneamento do município. 

Nessa breve entrevista para a serie ‘3 Perguntas para’ da Agencia Baluarte, Colaço convida os munícipes a participarem da próxima audiência pública que debaterá soluções aos muitos imbróglios. Ele também tece considerações relevantes sobre a conjuntura local nesse particular. Boa leitura: 

POR FERNANDO ATALLAIA

EDITOR-CHEFE DA AGÊNCIA BALUARTE


Agencia Baluarte- No próximo dia 22 uma nova audiência pública proposta por você e convocada pelo Juiz da Vara e Direitos Difusos e Coletivos  irá tratar da situação do saneamento em São José de Ribamar. Em três anos de luta pela qualidade dos serviços prestados no setor, o que essa audiência trás como informação recente para a população local? 

Arnaldo Colaço- O Juiz da Vara da Vara de Direitos Difusos e Coletivos, Dr Douglas Martins, reuniu todos os processos contra a Odebrecht Ambiental que pedem a anulação do contrato e a política tarifária e resolveu ouvir a população Ribamarense e Luminense sobre os serviços prestados pela empresa. Essa Audiência é uma grande oportunidade que a população tem de levar até o Judiciário o seu descontentamento com os serviços e os altos custos das tarifas praticadas pela Odebrecht Ambiental. Assim, convocamos a população para se fazer presente. 
Resultado de imagem para arnaldo colaço
O advogado e  ativista Arnaldo Colaço convida para nova audiência sobre situação da água em São José de Ribamar: luz sobre problema que afeta milhares de ribamarenses.
Agencia Baluarte- Os ribamarenses continuam a reclamar da qualidade da água fornecida pela empresa que substituiu a Odebrecht Ambiental no município. Em sua opinião, quais seriam as medidas reais e viáveis para solucionar, em definitivo, o problema? 

Arnaldo Colaço- Antes de tudo é importante a anulação do contrato feito inicialmente pela Odebrecht Ambiental por que da forma que foi feito já está provado que não deu certo, a partir de então podemos fazer um grande debate, assegurando a participação de todos, e discutirmos propostas e metas claras, inclusive, um possível retorno do serviço para o Estado que tem investido fortemente em saneamento no Estado e São José de Ribamar e Paço do Lumiar  estão de fora em função da privatização.

Agencia Baluarte- São José de Ribamar, na condição de  terceira maior cidade do Maranhão, tem um sistema de saneamento compatível com suas demandas e realidade? 

Arnaldo Colaço- Nós já estamos completando 04 anos de privatização e, até agora, não vimos nenhum investimento à altura da demanda da comunidade ribamarense. Até aqui o que vimos foi a Odebrecht usar os poços deixados pela CAEMA(102 Poços) e fornecer uma água sem tratamento para a população, como atestou recentemente Laudos da Vigilância Sanitária Estadual. Nós estamos sob novas gestões(Luis Fernando em São José de Ribamar e Dutra em Paço do Lumiar) e, sinceramente, espero medidas efetivas desses gestores para encaminhar uma solução definitiva para o problema de saneamento nessas duas cidades.

0 comentários:

Postar um comentário

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB