domingo, 23 de abril de 2017
Homem espanca casal que fumava maconha em praça 

Uma jovem designer e um fotógrafo foram espancados por Michael Douglas Morais, que é capitão da PM e estava à paisana. Ela levou um tapa no rosto e uma rasteira. O rapaz levou socos na cabeça. O agressor foi embora do local, enquanto os jovens espancados foram encaminhados à delegacia, indignados.


A pretexto de reprimir o consumo de maconha, que ainda é crime no Brasil, um capitão da Polícia Militar agrediu um casal de jovens, em uma praça de Santos, e cometeu um delito tão ou mais grave do que a infração a ser inibida.


Formulada por uma designer, de 24 anos, e por um fotógrafo, de 22, a denúncia recai sobre o capitão Michael Douglas Morais. Lotado no 6º BPM/I, o policial estava de folga e à paisana.


O fotógrafo estava com a designer em uma praça por volta das 20 horas da última sexta-feira, quando acendeu um cigarro de maconha para fumar.

maconha consumo brasil casal espancado
Momentos depois, quando o casal preparava-se para ir embora, o capitão deu uma “rasteira” na designer, que sofreu uma queda e lesões na perna, no quadril e no cotovelo esquerdos. Ela também disse que foi “ameaçada de morte”.

Neste momento, surgiu o capitão. Sem se identificar, o oficial disse: “Vou pedir educadamente. Vão fumar maconha em outro lugar”.


No entanto, após a solicitação, conforme os jovens, o capitão desferiu um tapa no rosto da designer, que quase caiu. Ao se levantar para defender a amiga, o fotógrafo alegou ter levado um soco no rosto.


Momentos depois, quando o casal preparava-se para ir embora, o capitão deu uma “rasteira” na designer, que sofreu uma queda e lesões na perna, no quadril e no cotovelo esquerdos. Ela também disse que foi “ameaçada de morte”.

Dois policiais militares que estavam nas imediações em uma viatura foram acionados, sendo-lhes apontado pelas vítimas o autor das agressões. O capitão aproveitou esse momento para entrar em um carro particular e ir embora.


Revoltado com as agressões, o fotógrafo estava bastante agitado e foi algemado. Ele admitiu aos policiais militares a sua intenção de fumar maconha no local, sendo achados no bolso de sua bermuda dois gramas da erva.


Na Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde estava de plantão a equipe do delegado Marcelo Gonçalves da Silva, os dois PMs que atenderam a ocorrência identificaram o agressor como sendo o “capitão Michael, do 6º BPM/I”.


O delegado Gonçalves registrou boletim de ocorrência para apurar a “lesão corporal dolosa” (agressão) atribuída ao capitão e elaborou termo circunstanciado (TC) de porte de droga, no qual figura como autor o fotógrafo. Este delito será apurado pelo Juizado Especial Criminal (Jecrim).


AS INFORMAÇÕES SÃO DO REPÓRTER EDUARDO VELOZO, DE A TRIBUNA
EDIÇÃO DE ANB 

2 comentários:

  1. Maconha de cu é rola, então agrade os diambeiros, meta afiadíssimo fumo no rabo deles,
    Se cu de bêbado não têm dodo, faz um cálculo o órgão excretor desses xilados!

    No Ganha pão dum cuzinho encubado, a rola dum verme sem-mulher.

    ResponderExcluir
  2. E a matéria da boqueteira que ta emprega com o teu prefeito sio luis Fernando já deu ate carro pra mesma ela ta motorizada so de prestar os serviço kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk faz essa matéria atalaia ela ta roubando as vaga das menina estudiosa a chupista de politico mora na sede cara

    ResponderExcluir

IPVA 2017

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB