terça-feira, 25 de abril de 2017

“Prefeitura de São Luís não paga empresa de fiscalização eletrônica e radares são arrancados das avenidas de São Luís”, denuncia deputado Wellington

Dificilmente exista alguém que não tenha percebido a falta de radares por ruas e avenidas de São Luís. Em alguns pontos, a empresa responsável saiu arrancado tudo, deixando “só o local”.


Em uma dessa, é bem fácil pensar, “a prefeitura de São Luís não está pagando nem as empresas de fiscalização eletrônica”.

Não foi à toa que o deputado estadual Wellington do Curso (PP) aproveitando o ensejo de continuar denunciando os desserviços da prefeitura de São Luís, apresentou, em tribuna, na Assembleia Legislativa, a falta de merenda escolar para alunos da Rede Municipal há uma semana, o que tem feito com que os alunos sejam liberados mais cedo; além disso, há, também, a denúncia da retirada dos radares na capital, em virtude de uma dívida da Prefeitura, no valor de R$3,4 milhões com a empresa de sinalização Arco Sinal. As denúncias feitas pelo deputado serão encaminhadas ao Ministério Público e ao próprio prefeito – a este segundo, com Indicações.

Resultado de imagem para wellingtondocurso
O deputado Wellington do Curso: ''Nós recebemos várias reclamações de professores e, principalmente, de pais de alunos. Os pais estão insatisfeitos porque seus filhos estão sendo liberados mais cedo das escolas da Rede de Ensino Municipal, por falta de merenda escolar. Segundo os denunciantes, a merenda foi suspensa por falta de pagamento da Prefeitura''. 
– Nós recebemos várias reclamações de professores e, principalmente, de pais de alunos. Os pais estão insatisfeitos porque seus filhos estão sendo liberados mais cedo das escolas da Rede de Ensino Municipal, por falta de merenda escolar. Segundo os denunciantes, a merenda foi suspensa por falta de pagamento da Prefeitura – destacou Wellington.


Em relação aos radares, de acordo com a empresa Arco Sinal, a sinalização foi retirada porque está há dois anos e sete meses sem receber os pagamentos na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).


A empresa Arco Sinal passou a operar o sistema de fiscalização eletrônica em São Luís desde 2014. De lá para cá, a empresa afirma que a Prefeitura deve cerca de R$3,4 milhões.

Não estamos interferindo na questão administrativa e orçamentária do município, estamos apenas solicitando que Prefeitura arque com suas responsabilidades, já que quem sofre as consequências, com a falta da sinalização é a população. Esperamos que o prefeito Edivaldo Júnior reapareça e adote providências em caráter de urgência, afinal, por falta de pagamento, alunos ficam sem merenda e radares são retirados das avenidas – denunciou o parlamentar.

0 comentários:

Postar um comentário

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB