sexta-feira, 10 de março de 2017
Cidade vem sendo alvo das mais diferentes formas de crimes
População não sabe a quem recorrer. 


POR FERNANDO ATALLAIA

DIRETO DA REDAÇÃO 


A onda de crimes em São José de Ribamar, denunciada em tempo real pela Agência Baluarte, se intensificou nos últimos cinco dias na cidade. 


Na Sede, onde foram registrados assaltos simultâneos, os ribamarenses entraram em desespero. Na Região das Vilas o clima de insegurança se perpetua dia após dia.

Resultado de imagem para são jose de ribamar

São José de Ribamar no Maranhão: cidade vem perdendo para a onda de violência e criminalidade que se alastra.
Medidas de segurança paliativas adotadas pelo Governo municipal não vem sendo suficientes para conter a violência que grassa por todo território. 


Há três dias ANB Online recebeu 219 ligações telefônicas dando conta do problema. Segundo um dos moradores residente na Sede, estudantes e idosos são alvos preferenciais dos meliantes  que destemidos promovem, além de furtos e roubos,  assaltos em plena  luz do dia. 

Resultado de imagem para jefferson portela

OMISSÃO O titular da SSP, Jeferson Portela: ausência de plano estrutural de Segurança para a terceira maior cidade do estado.

''Eles(referindo-se aos assaltantes) andam de duplas em motos e assaltam principalmente os estudantes e os idosos,  também garotas  e quem eles acham que são mais desprotegidos e é a  luz do dia, na frente de todo mundo'', disse o morador que preferiu não ser identificado por medo de represália. 


Já retratada em inúmeras matérias e reportagens da Agência Baluarte, a lamentável realidade vivenciada pelos moradores da Sede e Vilas é pontuada por graves ausências. Até hoje a SSP não apresentou um plano de segurança estrutural para a terceira maior cidade do estado, apesar de dois partidos de oposição em 2015 terem levado a discussão a público na esfera estadual. 

Resultado de imagem para luis fernando silva

Luis Fernando Silva, o novo prefeito: medidas paliativas.
Já o atual Governo ribamarense trabalha com a hipótese de que fornecendo logística à  Guarda Municipal o índice de violência tende a baixar a médio, longo prazo. A Guarda, porém, não detém condições de enfrentamento ostensivo à criminalidade, sendo, inclusive, exposta a riscos iguais aos sofridos pela população local.   

3 comentários:

  1. Parabéns ao prefeito Luis Fernando pelo esforço em contribuir com a segurança pública, apesar de não ser responsabilidade do município. Com a Guarda Municipal a gente já percebeu uma melhora. Na praça do Santuário, antes a gente não podia ficar nem cinco minutos. Agora é diferente

    ResponderExcluir
  2. Já está mais do que na hora das autoridades "competentes" trabalharem contra toda essa criminalidade. Há uma população inteira clamando por segurança, direito básico de todos os cidadãos.

    ResponderExcluir
  3. Começou feio escolhendo só assessor despreparado mala e o pior -ANALFABETOS BURROS CASO RECENTE DO EX-VEREADOR ESCANDALOSA - O CABRA QUEIMOU ELE

    Lourenço, Campina

    ResponderExcluir

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB