sábado, 11 de fevereiro de 2017
Ínfimo contingente policial não é suficiente para assegurar aos mais de 193 mil habitantes da cidade segurança de qualidade


Turistas e visitantes também reclamam da ausência. 


POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR-CHEFE DA AGÊNCIA BALUARTE 
atallaia.baluarte@hotmail.com


A situação na terceira maior cidade do Maranhão quando o assunto é segurança pública não é das melhores. São José de Ribamar ainda respira ares tenebrosos em relação à questão que passa pela ausência de um plano de ação estrutural que vise inibir de forma contínua o aumento da violência e criminalidade na cidade.


Grande parte das ocorrências registradas na região metropolitana vem de São José de Ribamar que tem entre seus distritos bairros populosos como Jardim Tropical, Altos do Turu, Parque Jair, Araçagi e Parque Vitória. O índice de ações criminosas nessas localidades aumenta assustadoramente e os ribamarenses que lá residem não sabem mais a quem recorrer. 

Resultado de imagem para sao jose de ribamar

São José de Ribamar no Maranhão sofre com ausência de medidas de segurança; aumento do índice de criminalidade e violência assusta ribamarenses, turistas e visitantes.                   
Mas é na Região das Vilas, onde o policiamento é praticamente ausente que as reclamações se acentuam. Bairros como Maiobinha, Vila Sarney Filho, Ubatuba, Santana, Tijupá Queimado e Rio São João, comunidades antigas da cidade, se veem desassistidos em tempo integral. Nenhum trailer de policia existente, as rondas policiais são ausentes nessas áreas, o que preocupa os moradores.


Turistas e visitantes assustados- Às vésperas de promover mais um Carnaval, São José de Ribamar ainda chama atenção de turistas e visitantes por sua orla marítima localizada na Sede e por sua expressiva e simbólica representatividade religiosa. A cidade é roteiro de católicos do país pelo emblema do nome que carrega. Mas, contrastando com esse fato, os assaltos à mão armada e o clima de insegurança que norteia a igreja matriz, a concha acústica e o chamado Bolo onde o santo padroeiro está erguido afasta, atualmente, turistas e visitantes.  Moradores da Sede   também vem sendo vitimados pelas ações criminosas empreendidas naquele perímetro. 


Nas últimas duas semanas, a equipe de reportagem da Agência Baluarte recebeu exatas 107 ligações telefônicas dos ribamarenses dos bairros acima citados denunciando o descaso do Poder Público com a área da segurança em São José de Ribamar.  

Recentemente, uma policial civil foi assassinada a tiros em um deles.

2 comentários:

  1. Já está mais do que na hora do poder público colocar em prática ações de combate a essa onda de violência. É inadmissível que uma cidade balneária com a importância religiosa de São José de Ribamar seja dominada pela criminalidade. Espera-se que os responsáveis pela segurança e bem-estar da população tenham bom senso e busquem uma solução para essa situação, devolvendo a paz e o sossego para os ribamarenses.

    ResponderExcluir
  2. O prefeito que tu botou dentro da prefeitura de camarote não faz nada sobre essa situação?

    ResponderExcluir

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB