Mesmo com os quase 6 milhões repatriados, prefeito deixa cidade suja, feia e funcionários com salários atrasados…
Suspeitas de que o dinheiro da União que foi repatriado, distribuído para os municípios podem estar sendo usado para fins particulares. O repasse para São José de Ribamar chegou à soma de R$ 5.561.873,67, mas, ninguém sabe, até agora, onde está sendo aplicado, já que o prefeito Gil Cutrim não pagou o funcionalismo público.

14997119_10207168924206763_681359547_n
PARTIU Gil Cutrim pega dinheiro da repatriação e desce para Brasil versus Argentina.

Os moradores de São José de Ribamar, querem saber, onde o prefeito Cutrim estaria aplicando a dinheirama enviada pelo governo federal, uma vez que a cidade toda reclama da falta de pagamento de funcionários da saúde, educação, limpeza pública, artistas, etc.


Há ainda a informação de que o prefeito Gil Cutrim (PDT) está viajando de malas cheias para assistir o jogo da seleção em Belo Horizonte.

Em São José de Ribamar não se fala de outro assunto.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO BLOG DO RICARDO
EDIÇÃO DE ANB ONLINE

População reclama em São Luís da falta de infraestrutura da Rua Grande 

Buracos, esgoto empoçado e lixo tomam conta do local.

Reforma da Rua Grande estava prevista para ter início no ano passado.

Buracos, esgoto empoçado, lixo e muita desorganização. Essa é a atual situação da Rua Grande, a principal rua do comércio de São Luís. Quem transita pelo o local reclama da falta de infraestrutura.
A dona de casa Dorislene de Araújo afirma que a via está tomada pela a sujeira e acrescenta que teme sofrer algum acidente onde escorre o esgoto. “Muita sujeira, esses buracos abertos. É arriscado a gente cair nesse esgoto. Se a gente for falar é muita coisa”, revelou.
Resultado de imagem para rua grande sao luis
PATRIMÔNICO ABANDONADO No entanto, segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), houve um atraso na elaboração do projeto. Agora, a nova previsão é que a reforma da Rua Grande só tenha início no primeiro semestre do ano de 2017.
Quem trabalha na Rua Grande também está insatisfeito com o descaso na região. O vendedor ambulante Geovani Batista Almeida conta que para conseguir trabalhar no espaço decidiu fazer uma reforma emergencial. “Eu comprei cimento, comprei pedra, areia e mandei ajeitar para melhorar a Rua Grande. Tampou o buraco e ficou até melhor agora”.

As dificuldades são enormes para os idosos que afirmam que não conseguem se equilibrar no piso de paralelepípedo que em alguns trechos estão soltos. Raimundo Nascimento, de 67 anos, teme cair porque ele utiliza marca-passo. “A gente não pode andar com o chinelo mais altinho que toca no osso e cai. Olha aí a ponta do joelho como está. Eu já caí e tenho cuidado porque eu uso marca-passo”.

Resultado de imagem para antonio araujo sao luis
Antônio Araújo, titular da Semosp
A via também virou uma grande barreira no caminho dos deficientes físicos. Cadeirantes sofrem para circular pela Rua Grande. Pelo menos é o que diz o técnico de futsal Miguel Angelo de Sousa. Ele conta que às vezes é obrigado a mudar o seu trajeto pelo o receio de acidentes com a sua cadeira de rodas. “Às vezes eu faço o trajeto maior para não passar aqui, mas é complicado. Às vezes eu desço a Rua da Paz para poder pegar o asfalto porque aqui dentro mesmo em si só quando tem que ser mesmo tem que andar”.

A reforma da Rua Grande estava prevista para ter início no ano passado, mas foi adiada a pedido dos lojistas que ficaram com receio que as obras pudessem atrapalhar as vendas de fim de ano. O serviço deveria ter começado, então, em março deste ano. No entanto, segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), houve um atraso na elaboração do projeto. Agora, a nova previsão é que a reforma da Rua Grande só tenha início no primeiro semestre do ano de 2017.

A reforma vai custar R$ 28 milhões. Os recursos são do PAC das Cidades Históricas. Enquanto o serviço não começa a consumidora e aposentada Maria dos Santos aguarda o serviços de melhoria. “A gente está aguardando que aconteça porque até agora não”, finalizou.

Resultado de imagem para rua grande sao luis
Rua Grande é considerada a principal rua do comércio de São Luís; está abandonada.
Sobre os problemas na Rua Grande, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos de São Luís (Semosp) informou, por meio de nota, que realizou no mês passado serviços de recuperação de calçadas e tampas na Rua Grande. Foram colocadas 13 tampas nas bocas de lobo, além de ter sido concretado os buracos nas calçadas. Ainda segundo a Semosp uma equipe será enviada a Rua Grande para fazer o levantamento da situação atual, e que a rua será incluída no cronograma de serviços. Com relação ao tráfego de veículos na rua, a Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT) disse que fiscaliza a área e autua os infratores.

AS INFORMAÇÕES SÃO DA G1MA
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 
Eleição de Luis Fernando em São José Ribamar ganha destaque nacional 

Continua repercutindo na mídia a eleição de Luis Fernando Silva (PSDB) para prefeito de São José de Ribamar. O resultado consagrador de 96,17% dos votos, foi destaque desta vez, na imprensa nacional.

claudio-humberto-sobre-lf
Em sua coluna diária que circula em vários jornais do Brasil e na internet, o jornalista Cláudio Humberto, destacou a eleição do tucano como a maior votação do País.
Em sua coluna diária que circula em vários jornais do Brasil e na internet, o jornalista Cláudio Humberto, destacou a eleição do tucano como a maior votação do País.

“A maior votação proporcional do País ocorreu em São José de Ribamar, terceiro maior município do Maranhão. Lá, o prefeito eleito Luís Fernando (PSDB) obteve espantosos 96,17% dos votos”, disse o jornalista em nota sob o título, “Campeão Nacional”.

Resultado de imagem para luis fernando silva
Dos votos válidos, Luis Fernando obteve 100%. Levando em consideração os votos anulados do seu adversário Julinho Matos (PMDB), contabilizados pela Justiça Eleitoral, Luis Fernando obteve 96,17%, enquanto o peemedebista, com 2.659 votos.
Dos votos válidos, Luis Fernando obteve 100%. Levando em consideração os votos anulados do seu adversário Julinho Matos (PMDB), contabilizados pela Justiça Eleitoral, Luis Fernando obteve 96,17%, enquanto o peemedebista, com 2.659 votos, ficou com 3,82% dos votos, na soma dos dois.

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB