terça-feira, 25 de outubro de 2016
Edivaldo deixou a cidade ao deus-dará em áreas essenciais da administração. Saúde e Cultura entre estas.


POR FERNANDO ATALLAIA

EDITOR-CHEFE DA AGÊNCIA BALUARTE




Um grupo de artistas formado por nomes exponenciais das artes ludovicenses divulga há 20 dias nas redes sociais um manifesto contra o prefeito-candidato Edivaldo Holanda Jr(PDT).



Para quem achava que a manifestação dos artistas se dá pelo momento eleitoral, deu com os burros n’água.  O secretário de Edivaldo Marlon Botão nunca pagou àqueles que participaram do São João e desde que assumiu a secretaria as denúncias de maus tratos contra a classe artística da capital, promovidas por ele e Edivaldo, são às centenas.



Na saúde, um show de aberrações a atrocidades. Uma imagem que começou circular esta semana nas redes mostra uma mãe a proteger a filha bebê do frio deitada no solo frio do Hospital da Criança. Os Direitos Humanos nada disseram sobre o fato.

Resultado de imagem para edivaldo holanda jr

O prefeito-candidato Edivaldo Holanda Jr: afirmando que quem fundou São Luís foram os americanos.

De um lado, o ranço politico continuísta implantado por quatro políticos que hoje dão as cartas nos palácios da Prefeitura e Governo do Estado, tenta forçadamente-mesmo diante de uma das  piores gestões da  capital maranhense nos últimos tempos- convencer o eleitorado de que Edivaldo Holanda é necessário. Não é.



O governo de Edivaldo seguiu a mesma trilha ideológica dos anteriores com a declarada proteção a apadrinhados, patricinhas, mauricinhos e à uma pequena burguesia contemplada originária das famílias politicas que apoiam Edivaldo. Estas que não querem perder as benesses da Prefeitura.



Quem ver nas ruas certa animação quanto à reeleição de Edivaldo Holanda Jr sabe que os animadores oficiais estão sendo movidos por dois únicos sentimentos: medo e esperança. Medo de perder as regalias estendidas a também amigos e amigas de alguns poucos chegados do prefeito. E esperança em continuar nos privilégios que nunca imaginaram perder.

É nessa corda bamba que os bastidores dos factoides, falácias e marketing surreal de Edivaldo vem se impondo. Tentando construir a imagem de um prefeito que não existe no imaginário popular ludovicense como positiva. Edivaldo Holanda Jr deixou a Saúde e a Cultura de São Luís a ver navios. Os seus apaniguados querem provar desesperadamente que não.



O mesmo que afirmar que quem fundou São Luís foram os americanos. 


Assassinato registrado na manhã de hoje revelou clima de insegurança na faculdade Estácio de Sá
Estudantes e população entraram em pânico.

POR FERNANDO ATALLAIA

DIRETO DA REDAÇÃO


Não é de hoje que a insegurança na Faculdade Estácio de Sá vem sendo motivo de reclamação de alunos, professores e pais de alunos.



Na manhã de hoje (25) um homem não identificado foi baleado em frente a Estácio, região do Canto da Fabril. A motivação do crime ainda está sendo investigada.



Na manhã de hoje (25) um homem não identificado foi baleado em frente a Estácio, região do Canto da Fabril.

Segundo informações da polícia, duas pessoas chegaram de moto e atiraram contra o sujeito. O local ficou lotado de curiosos.

O homem chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Dr.Djalma Marques, Socorrão I, mas morreu no trajeto.

O responsável pelo Comando de Policiamento da Área Metropolitana I , coronel Pedro Ribeiro, confirmou o caso e disse que está sendo investigado, mas até o momento não tem informações sobre os criminosos.



Ele informou também que a vítima estava dentro da faculdade, numa audiência no juizado que funciona no local e que, assim que saiu do prédio, foi executado a tiros.

PÂNICO NA ESTÁCIO O secretário de segurança pública Jeferson Portela ainda não se pronunciou sobre o caso.
Essa paisagem de medo, insegurança e violência que anteriormente era um ‘’privilégio’’ apenas das escolas de ensino médio de São Luís agora já começa a chegar às faculdades da capital, onde há denúncias que dão conta de que o crime vem dando as cartas em muitas delas.

O secretário de segurança pública Jeferson Portela ainda não se pronunciou sobre o caso.  

Com informações da repórter Vanessa Sotão

Nº de visitas

Confira a Hora Certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores