terça-feira, 11 de outubro de 2016
Caminhada “Todos com Edivaldo” anima a Vila Mauro Fecury II

O candidato à reeleição e prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PDT),esteve na tarde desta terça-feira (11), na Vila Mauro Fecury II, onde participou junto com os moradores do bairro de mais uma animada caminhada “Todos com Edivaldo”. Bandeiras e a Charanga do 12 entusiasmaram os participantes que vieram de várias comunidades do Anjo da Guarda e área do Itaqui-Bacanga. 

caminhada-de-edivaldo-na-vila-mauro-fecury2-200
Bastante comemorado em sua chegada, Edivaldo andava de um lado a outro da rua para cumprimentar e conversar com cada morador ou moradora.
Bastante comemorado em sua chegada, Edivaldo andava de um lado a outro da rua para cumprimentar e conversar com cada morador ou moradora. “Vim aqui pedir que voto mais uma vez no nosso projeto de melhorar ainda mais a cidade de São Luís e, principalmente, continuar transformando a vida da população”, disse o candidato da coligação “Pra Seguir em Frente” (PDT, PCdoB, DEM, PROS PTB, PSC, PRB, PTC, PEN, PR, PT e PSL).

Os moradores do bairro e áreas adjacentes agradeceram o atual prefeito de São Luís pelas benfeitorias feitas em sua gestão em toda São Luís. A maioria dos populares destacava a honestidade e o caráter de Edivaldo ao tratar sobre as questões públicas-administrativas. “Meu voto é Edivaldo porque ele tem que terminar o que começou. Não conheço nenhum prefeito melhor para governar a nossa cidade”, disse a comerciante Leonilde Pereira.

caminhada-de-edivaldo-na-vila-mauro-fecury2-136
Os moradores do bairro e áreas adjacentes agradeceram o atual prefeito de São Luís pelas benfeitorias feitas em sua gestão em toda São Luís.
Para radialista Roberto Nilton e morador da Vila Nova, na atual crise política brasileira não há mais espaço para o “salvador da pátria” ou “messiânico”, que aproveita a desinformação, de grande parte dos eleitores, a fim de fazer promessas que nem mesmo são da esfera municipal. Reforçou ainda que a população de São Luís, já está cansada de sofrer com este tipo de politicagem.

“Temos que desmistificar esses falsos profetas que são apoiados pelos antigos políticos que só querem o atraso de São Luís. Vou votar em Edivaldo porque ele não promete, faz. E, principalmente, porque é um gestor com pé no chão, trabalha dentro de um planejamento e não ilude a população”, disse Roberto Nilton.

caminhada-de-edivaldo-na-vila-mauro-fecury2-343
O vice na chapa, Júlio Pinheiro (PCdoB), morador há 40 anos na {área do Itaqui Bacanga, salientou a cada eleitor que encontrava a importância nesse segundo turno votar de novo em Edivaldo.
O vice na chapa, Júlio Pinheiro (PCdoB), morador há 40 anos na {área do Itaqui Bacanga, salientou a cada eleitor que encontrava a importância nesse segundo turno votar de novo em Edivaldo. “Tivemos nesta zona eleitoral mais de 28 mil votos expressivos.Vamos confirmar de novo nas urnas a vitória e reeleger o prefeito que fez e vai fazer muita mais por São Luís”, destacou.


Polícia Federal desarticula no MA quadrilha de tráfico internacional de cocaína
Droga seguia da Colômbia e Peru com destino ao Estado do Maranhão.
16 mandados de prisão preventiva e um de temporária são cumpridos.

A Polícia Federal deu início na manhã desta terça-feira (11) nas cidades de São Luís (MA), Vitorino Freire (MA), Pinheiro (MA), Vitória do Mearim (MA), Santa Inês (MA), Olho-d’Água das Cunhãs (MA) e Castanhal (PA) a uma operação para desarticular uma associação criminosa especializada no tráfico transnacional de cocaína oriunda da Colômbia e Peru, tendo como destino traficantes atuantes no Maranhão. Cerca de 70 policiais federais cumprem 16 mandados de prisão preventiva, um de prisão temporária e dez mandados de busca e apreensão, na Operação Thunderbolt.

Investigações levaram a apreensão de cocaína (Foto: Divulgação/PF-MA)
Investigações levaram a apreensão de cocaína (Foto: Divulgação/PF-MA)
O Juízo da Vara Federal da Subseção Judiciária de Bacabal (MA) determinou, ainda, o sequestro de bens e bloqueio de valores dos investigados. Também está sendo cumprido mandado de prisão preventiva contra um traficante colombiano, cujo nome foi incluído na difusão vermelha da Interpol.
 
A investigação teve início há cerca de dois anos e identificou três núcleos de uma estruturada organização criminosa de traficantes especializados na venda de cocaína principalmente na capital maranhense e nas macrorregiões de Bacabal e Santa Inês. 

Um dos núcleos da organização, segundo a Polícia Federal, adquiria a droga produzida na Bolívia e a transportava até o território maranhense por aeronaves e/ou veículos terrestres. Outros dois núcleos, chefiados por traficantes atuantes em Bacabal e São Luís recebiam a cocaína de um traficante colombiano residente em Letícia na Colômbia, cidade que faz fronteira com o município brasileiro de Tabatinga (AM).

Dinheiro em espécie também foi apreendido pela PF (Foto: Divulgação/PF-MA)
Dinheiro em espécie também foi apreendido pela PF
O entorpecente era transportado por via fluvial até cidades ribeirinhas do Pará, de onde era levado de carro ao Maranhão.

O acompanhamento dos alvos pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal durante a investigação levou à apreensão de cerca de 200 kg de cocaína e a prisão em flagrante de oito envolvidos, além da apreensão de veículos de luxo e valores em espécie.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO G1MA
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE
Unidade Avançada de Barra do Corda tem novo chefe

Tomou posse na manhã de quarta-feira (28), o servidor José Lino Braga Pereira, que exercerá o cargo de Chefe da Unidade Avançada do Incra no município de Barra do Corda, no Maranhão. A Portaria de nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), sob o número 629/2016.

Com formação técnica em Agrimensura, José Lino tem 41 anos de Incra. Iniciou sua trajetória profissional em Barra do Corda, onde exerceu a função de chefe do grupamento técnico e posteriormente foi executor substituto da Unidade Avançada. Em seguida, mudou-se para São Luís, onde trabalhou por muitos anos no setor de Cartografia da Superintendência e depois trabalhou 13 anos na Ouvidoria Agrária. Em 2015, no período de julho a outubro, exerceu o cargo de chefe da Unidade Avançada.

José Lino(à direita) com o superintendente George de Melo Aragão: enfâse na qualidade da gestão.
De acordo com José Lino, a prioridade será dar andamento às demandas que já estão sendo executas e, a partir do diálogo com os servidores da Unidade, ir traçando as novas metas. “Já designamos dois servidores da Unidade para participarem de treinamento aqui na superintendência sobre as novas normas da obtenção de terras”, explicou José Lino, enfatizando que quer contribuir da melhor forma para o êxito na gestão do atual superintendente, George de Melo Aragão.

Também foram nomeados por meio da Portaria nº 629/2016, o novo superintendente regional substituto, Luiz Alfredo Soares da Fonseca e o chefe substituto da Divisão de Obtenção de Terras, Jovenilson Correa Araújo.
Apesar do habeas corpus, Gláucio Alencar continuará preso

Justiça atendeu pedido em relação a crimes de agiotagem, mas ele continuará preso por ser apontado como mandante da morte de Décio Sá.

Gláucio Alencar, agiota, acusado de ser um dos mandantes do assassinato do blogueiro Décio Sá, em abril de 2012, conseguiu um habeas corpus, mas continuará preso. A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão concedeu habeas corpus ao acusado no caso do seu envolvimento com crimes de agiotagem, o que lhe daria direito a prisão domiciliar e monitoramento por tornozeleira eletrônica, mas isso só ocorreria caso ele também não estivesse preso também por envolvimento na morte do jornalista. 

Agiota Glaucio Alencar
Gláucio Alencar, agiota, acusado de ser um dos mandantes do assassinato do blogueiro Décio Sá, em abril de 2012, conseguiu um habeas corpus, mas continuará preso. A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão concedeu habeas corpus ao acusado no caso do seu envolvimento com crimes de agiotagem, o que lhe daria direito a prisão domiciliar e monitoramento por tornozeleira eletrônica, mas isso só ocorreria caso ele também não estivesse preso também por envolvimento na morte do jornalista.
O desembargador Raimundo Melo foi o único a  votar contra a decisão, por não concordar com a alegação de excesso de prazo na prisão temporária do acusado. O Ministério Público também foi contra a decisão.

“Desta feita, considerando o constrangimento ilegal suportado pelo paciente, de ofício, concedo ordem de Habeas Corpus ao mesmo [Gláucio Alencar], assegurando-lhe o direito de ser colocado imediatamente em prisão domiciliar, devendo o seu cumprimento ser monitorado eletronicamente”, votou o desembargador Froz Sobrinho, sendo acompanhado pelo desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos.
Prefeito anda jactando-se de transição
Ato é perfeitamente normal e deve acontecer no âmbito administrativo entre governos passados e futuros.  

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO 

O (des)governo do prefeito do PDT Gil Cutrim em São José de Ribamar,  como é publico e notório, além de ser o responsável direto pela destruição da cidade, nunca conseguiu em tempo algum nos exatos seis anos de (des)atuação criar uma agenda social para a cidade. Mas no tocante à comunicação a incompetência se equipara. Cutrim tenta alardear de ontem para hoje, jactando-se de um ‘’feito’’ que não passa de procedimento governativo normal: a chamada de secretários para prestar contas ao novo governo que se inicia em janeiro. 

Gil Cutrim conversa com secretariado sobre transparência na relação com a equipe de Luis Fernando

TRANSIÇÃO? Gil Cutrim e secretariado: gestão  que constará na história de São José de Ribamar como o maior equivoco já registrado na cidade.
Tentando ‘sair bem na fita’ para lançar mão de um jargão popular, o prefeito segue apenas os ditames de transição entre governos passados e futuros. Nada, além disso. Mas em contrapartida, às vésperas de ser exonerado da história da cidade, ainda insiste em convencer os incautos de que entrega a Prefeitura com honradez e lisura. Gil  conclama o secretariado  na matéria oficial divulgada para que a transição seja feita com transparência. Ora, aí sim um feito histórico se real, mas impossível. 


Um governo que em seis anos foi alvo de diversas ações de improbidade formuladas pelo Ministério Público; que recebeu quantias homéricas sem prestar contas com clareza da aplicabilidade dos recursos; que sai do Executivo municipal deixando centenas de obras incompletas e sem justificativa, além da inércia de um secretariado que sequer deu conta de suas próprias prerrogativas administrativas é certamente exemplo maior e factual de toda falta de transparência. 


Mas a matéria não aponta tão somente para o cinismo de um governo que constará na história de São José de Ribamar como o maior equivoco já registrado no município. Entrará para os anais como um capítulo dolorido vivenciado pelos munícipes, mas devidamente expurgado pelos ribamarenses. Gil Cutrim e turma não contavam com a força da cidade.


A matéria sobre a transição nada, mas é que o último suspiro de uma gestão que nunca deu certo.


Adriano Sarney consegue adiar votação de empréstimo da Caixa
 

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) conseguiu adiar na Assembleia Legislativa a votação do Projeto de Lei 183/16, que solicita empréstimo da Caixa Econômica Federal de R$ 55,2 milhões para o governo Flávio Dino (PCdoB).

Resultado de imagem para ADRIANO SARNEY
O deputado estadual Adriano Sarney (PV) conseguiu adiar na Assembleia Legislativa a votação do Projeto de Lei 183/16, que solicita empréstimo da Caixa Econômica Federal de R$ 55,2 milhões para o governo Flávio Dino (PCdoB).
O parlamentar pediu vistas do projeto, durante a sessão desta segunda-feira (10). O projeto tramita em regime de urgência na Assembleia e seria votado a toque de caixa, mas a oposição conseguiu o adiamento para estudar e discutir melhor a operação de crédito.


O projeto deve entrar na pauta de votações da Assembleia na sessão desta terça-feira (11). De acordo com o documento, os recursos, caso o empréstimo seja aprovado, serão aplicados em uma obra de reestruturação da Avenida dos Holandeses, em São Luís (MA), sem maiores detalhes.
 
MATÉRIA ENVIADA PELA ASSESSORIA DE IMPRENSA DO DEPUTADO
“Não devemos trocar o certo pelo duvidoso”, afirmou o deputado. 
 
O deputado estadual Zé Inácio participou na última sexta-feira (07) de uma plenária do Partido dos Trabalhadores (PT), que teve como objetivo reafirmar o apoio do partido à campanha de reeleição do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior.


Para o deputado, o prefeito demonstrou durante os quatro anos de governo, que sabe o que é melhor para a cidade. “É importante apoiar a reeleição de Edivaldo não só pelo bom trabalho que vem realizando em São Luís, mas porque esta é uma forma de garantir que a cidade continuará a crescer”, afirmou.

edivaldo-no-pt
O deputado Zé Inácio sobre reeleição de Edivaldo Holanda Jr: ''Não podemos trocar o certo pelo duvidoso. Edivaldo Holanda Júnior está levando nossa cidade para o rumo certo, pelo caminho do desenvolvimento''.
Durante a plenária, o deputado comprometeu-se em mobilizar a militância do PT para participar dos atos políticos do candidato em São Luís, a fim de garantir o resultado esperado nas urnas. “Estarei presente nos atos políticos em São Luís ao lado do Edivaldo, buscando os votos para que ele continue o bom trabalho que vem fazendo na prefeitura”, disse.


Zé Inácio também destacou o desenvolvimento de São Luís durante o governo do atual prefeito. “Não podemos trocar o certo pelo duvidoso. Edivaldo Holanda Júnior está levando nossa cidade para o rumo certo, pelo caminho do desenvolvimento”, enfatizou.


MATÉRIA ENVIADA PELA ASSESSORIA DE IMPRENSA DO DEPUTADO
Saiba como cada deputado do Maranhão votou na PEC do teto de gastos 

Dezessete deputados maranhenses participaram da votação na Câmara.  

Proposta foi aprovada em primeiro turno por 366 votos a favor e 111 contra.


A Câmara dos Deputados aprovou em primeiro turno, a proposta de emenda constitucional (PEC) que estabelece um teto para os gastos federais para os próximos 20 anos, corrigindo-os pela inflação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Júnior Marreca(foto) foi um dos deputados que disse SIM a PEC 241.
Foram 366 votos a favor, 111 contra e duas abstenções. Para ter aprovação final, a PEC ainda precisa passar por um segundo turno de votação na Câmara e mais dois turnos no Senado. 


No Maranhão, 17 dos 18 deputados federais participaram da votação.Treze votaram pela aprovação da PEC e quatro foram contra.

Da bancada maranhense, apenas um deputado faltou à sessão: Waldir Maranhão, do PP.


Veja como foi o voto dos deputados maranhenses:

Aluisio Mendes – PTN – Sim

Alberto Filho – PMDB – Sim

Cleber Verde – PRB – Sim

Davi Alves Silva Júnior – PR – Sim

Eliziane Gama – PPS – Não

Hildo Rocha – PMDB – Sim

Ildon Marques – PSB – Sim

João Castelo – PSDB – Sim

João Marcelo Souza – PMDB – Sim

José Reinaldo – PSB – Sim

Júnior Marreca – PEN – Sim

Juscelino Filho – DEM – Sim

Pedro Fernandes – PTB – Sim

Rubens Pereira Júnior – PCdoB – Não

Victor Mendes – PSD – Sim

Weverton Rocha – PDT – Não

Zé Carlos – PT – Não


AS INFORMAÇÕES SÃO DO G1MA

EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB