terça-feira, 16 de agosto de 2016
Algumas candidaturas estão a serviço do continuísmo
Outras lançam mão da conhecida renovação mascarada.

POR FERNANDO ATALLAIA

DIRETO DA REDAÇÃO

O clima das eleições em São José de Ribamar teve inicio com as chamadas ‘trairagens’, dissimulações e perseguições no seio de alguns partidos. 


Resultado de imagem para arnaldo colaço

SEGUNDAS INTENÇÕES O candidato a vereador Arnaldo Colaço('acocado'): apostando todas as cartas na ascensão política pessoal, ele espera ganhar uma Secretaria do candidato a prefeito eleito, caso não consiga uma vaga na Câmara.
Quem considerou a hipótese de que as legendas que apoiam o candidato do PSDB ao Executivo pudesse protagonizar uma disputa interna acirrada pelas 17 vagas da Câmara, deu com os burros n’água.


Travando cega discórdia e sendo alvo de denúncias veladas feitas por seus próprios candidatos, o PSB- sigla que perdeu o rumo politico na cidade após o despencar do projeto politico do seu então líder Arnaldo Colaço-, tenta encontrar norte diante de uma realidade de descrédito e desconfiança que vem norteando o partido nas últimas semanas. Tudo porque muitos dos correligionários do agora candidato a vereador criticam severamente a postura do apadrinhado de Bira do Pindaré e  atribuem a Colaço o seu visível interesse na sua ascensão politica pessoal em detrimento dos interesses da legenda. A situação politica no PSB para estas eleições não é nada confortável e um possível racha não pode ser descartado.

Resultado de imagem para julio filho  sao jose de ribamar
Júlio Filho é o candidato do candidato-pai Júlio Matos: ênfase no próprio filho por parte do médico revolta demais candidatos do grupo de Matos.
No PMDB, onde o primogênito do candidato majoritário Júlio Matos foi catapultado à condição de principal nome ao Legislativo não vem sendo também digerível aos demais e raros postulantes que apoiam Matos neste pleito. Causou certa revolta o fato de Júlio não negar a ninguém o interesse solitário em eleger o próprio filho. Insatisfação aparente, a decisão de Júlio Matos causou indisposição na relação entre o médico e os candidatos de seu grupo.


Já nas alas classificadas como sendo de  ‘renovação’ que congregam grande parte dos candidatos de primeira viagem, a disputa se dá na quase-tranquilidade, não fosse a presença maçante dos vereadores de mandato que não abrem mão da atuação continuísta e partem para o ataque. Situação semelhante, correndo por fora e tentando superar o acentuado desgaste, os nomes ligados ao atual prefeito Gil Cutrim se veem negados em suas intenções pelo eleitorado local. Mas ainda assim usam e abusam das velhas táticas de dissimulação e promessas ilusórias. Eles vêm sendo cognominados de Os Candidatos Acupinzados'. Alusão à terrível e desastrosa administração de Cutrim na cidade. 

Resultado de imagem para BETO DAS VILAS

O presidente do Legislativo e candidato à reeleição Manoel Albertin, o Beto das Vilas: um dos vereadores que pretende se eternizar na Câmara, ele vem partindo para o  ataque.
Como já havia decretado há dois anos a editoria de politica da Agência Baluarte, as eleições proporcionais de 2016 em São José de Ribamar tendem a entrar para a história. Mas não por diferenciais concebidos a partir das demandas e urgências locais. Persistem e perduram os interesses particulares e o medo de alguns em perder privilégios, benesses e mamatas. Muitos dos candidatos não têm propostas para a cidade, a não serem aquelas que beneficiam o próprio bolso. E assim vem sendo.


E é assim que é.


Morre Elke Maravilha, aos 71 anos 

 

Atriz estava internada em coma induzido desde o dia 20 de junho 

 

A atriz Elke Maravilha morreu no início da madrugada desta terça-feira, no Rio de Janeiro. Ela estava internada na Casa de Saúde Pinheiro Machado, desde o dia 20 de junho. De acordo com seu irmão, Frederico, a atriz foi operada de uma úlcera e ficou em coma induzido.

Resultado de imagem para ELKE MARAVILHA

A atriz Elke Maravilha morreu no início da madrugada desta terça-feira, no Rio de Janeiro. Ela estava internada na Casa de Saúde Pinheiro Machado, desde o dia 20 de junho.

A notícia da morte de Elke foi dada por volta da 1h, quando a página da atriz no Facebook publicou um texto lamentando o ocorrido:

"Avisamos que nossa Elke já não esta por aqui conosco. Como ela mesma dizia, foi brincar de outra coisa. Que todos os deuses, que ela tanto amava, estejam com ela nessa viagem. Eros anikate mahan (O amor é invencível nas batalhas). (Crianças, conviver é o grande barato da vida, aproveitem e convivam.)"

Elke Georgievna Grunnupp nasceu na Rússia, em 1945, e veio para o Brasil ainda criança. Aos 24 anos, tornou-se modelo e manequim, desfilando para a estilista Zuzu Angel, de quem se tornou amiga. Na cinebiografia de Zuzu, de 2006, Elke foi vivida por Luana Piovani

Nos anos 1970, deixou de lado as passarelas para se tornar jurada da Discoteca do Chacrinha, onde permaneceu até os anos 1980, quando foi exercer a mesma função no Show de Calouros, de Silvio Santos. Nesse tempo, também atuou em novelas e filmes, quase sempre interpretando a si mesma.

A família ainda não decidiu local e data do sepultamento.

 

AS INFORMAÇÕES SÃO DO JORNAL ZERO HORA

EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB