terça-feira, 19 de julho de 2016
Filho do deputado Zé Carlos da Caixa recebeu R$ 165 mil em salários como funcionário ‘fantasma’ da Assembleia Legislativa do Maranhão. 
 
Por cerca de um ano e cinco meses, o filho do deputado federal, José Carlos Nunes Júnior, o Zé Carlos da Caixa (PT), recebe um salário de quase R$ 10 mil sem precisar trabalhar. De acordo com levantamento realizado pelo Blog do AM o engenheiro civil Pablo Diego Eceiza Nunes seria funcionário-fantasma no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Humberto Coutinho (PDT). Pablo Diego ocupa a Chefia da Assessoria Legislativa na Assembleia há quase dois anos, mas nem os próprios servidores o conhecem. O Blog ouviu várias pessoas no gabinete do chefe do Legislativo que nunca viram o filho do deputado federal no local.

Filho do deputado recebe quase R$ 10 mil só para não trabalhar

Filho do deputado recebe quase R$ 10 mil só para não trabalhar.
Como chefe legislativo da Assembleia, Pablo Diego ganha R$ 9.707,19 por mês. Conforme ato de nomeação, ele foi contratado em 09 de fevereiro de 2015 com data retroativa a 1º daquele mês. A nomeação dele ocorreu no mesmo período em que o pai dele, Zé Carlos da Caixa(PT) – que era deputado estadual – havia deixado a Casa para assumir vaga na Câmara Federal.


O rapaz, no entanto, não aparece para trabalhar porque encara uma jornada múltipla: além de engenheiro civil, ele também é sócio do irmão numa empresa de construção civil; é perito do Instituto Brasileiro de Avaliações e Pericias do Maranhão (IBAPE/MA); conselheiro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (CREA/MA); e nas horas vagas é piloto de Jet Ski.

Resultado de imagem para DEPUTADO HUMBERTO COUTINHO

PARAFRASEANDO OS SARNEYS O presidente da Assembleia, Humberto Coutinho entupiu a Casa de fantasmas; ele representa as antigas práticas oligárquicas de favorecimento no Legislativo.

No horário do expediente, Pablo Diego, nunca é visto na Assembleia ou desempenhando funções compatíveis a de um chefe legislativo. Alguns servidores da Casa sequer sabem que ele trabalha lá. Nas redes sociais, o filho de Zé Carlos da Caixa expõe sua rotina. Fotos de viagens, com os amigos, em eventos sociais e pilotando Jet Ski são recorrentes. Algumas tiradas e postadas em horário de serviço.


jeti
O VIDA BOA Numa sexta-feira, dia 25 de março, enquanto muitos funcionários ralavam na Assembleia, Pablo Diego atualizava seu perfil na rede social Facebook, com fotos de amigos em cima de Jet Ski.
De fevereiro de 2015 a junho deste ano, os pagamentos mensais a Pablo Diego acumularam um montante que ultrapassam os R$ 165 mil. O caso só foi descoberto depois que o Blog publicou em primeira mão a listagem por ordem alfabética com nomes e salários dos funcionários efetivos e comissionados. O documento, entretanto, esconde os cargos dos servidores.

salario2
Mesmo sem trabalhar, filho de deputado já recebeu salários que ultrapassam os R$ 165 mil.
FANTASMAS QUE NÃO ASSUSTAM

O nome até sugere uma história de arrepiar os cabelos, mas os fantasmas da Assembleia Legislativa do Maranhão vêm causando mais indignação do que pavor. Envolvido em denúncias de supersalários e pagamento de benefícios irregulares, o Palácio Manoel Beckman enfrenta uma crise sem precedentes. O pivô disso tudo é um esquema de servidores contratados pela Casa para receber sem trabalhar.

Pablo Diego assumiu cargo na Assembleia no mês em que o pai Zé Carlos deixou a Casa para assumir mandato na Câmara Federal

Zé Carlos da Caixa com Diego: nas próximas eleições você ainda votará nele para que o filho do deputado continue a pilotar o Jet Sky.
Desde fevereiro de 2015, o Blog vem mostrando alguns destes casos. O primeiro que foi confirmado vem sendo investigado pelo Ministério Público do Maranhão (MP) desde 2011, quando a ex-funcionária Maria Isabel Sodré Drummer Moraes, nomeada inicialmente em 18 de fevereiro de 2005, para o cargo de assessora parlamentar e, posteriormente em 18 de maio de 2005, para o cargo de técnico parlamentar especial, afirmou em depoimento à Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa que foi “servidora  fantasma” nesse período.



AS INFORMAÇÕES SÃO DO BLOG DO AM

EDIÇÃO DE ANB ONLINE
Em São José de Ribamar, oposição não apresenta propostas, abusa de postura endêmica e expõe ausência de discurso. 

POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR-CHEFE DA AGÊNCIA BALUARTE 
atallaia.baluarte@hotmail.com

Para quem esperava-mesmo diante de todo esforço da população local-, que a oposição de São José de Ribamar legitimasse uma conduta de fato coerente com as demandas dos ribamarenses ávidos pela reconstrução da cidade a partir de janeiro de 2017, a decepção foi contundente.  


Os poucos partidos que se auto intitulam como oposicionistas para este pleito figuram apenas como covil de achincalhadores tendenciosos e alojam políticos descompromissados com a nova configuração político-social presente hoje no município.
Resultado de imagem para JULIO MATOS sao jose de ribamar
NO CAMPO DA ESCULHAMBAÇÃO O PMDB de Júlio Matos não apresenta propostas para a cidade, só achincalhes.
 A oposição, que não conseguiu apresentar um discurso compatível-por não ter um- com os grandes desafios a serem enfrentados pela cidade, continua a lançar mão das velhas e conhecidas táticas de achincalhes. Postura repelida pela própria população que não crer ser esta a maneira adequada de se pensar as pertinentes problemáticas locais. 


Nas últimas duas semanas, a polarização entre forças decadentes do velho modelo instalado em São José de Ribamar pelos oposicionistas seguido a risca pelos acupinzados de Gil (leia-se dois, três serviçais do atual prefeito Gil Cutrim) e os esperançosos pelo retorno da dignidade da cidade, culminou, por mais uma vez, na revolta dos ribamarenses contra àqueles que os moradores das comunidades vem conceituando como ‘Os inimigos de São José de Ribamar’. Uma referencia aos políticos gerados em jogadas de politicalha que ainda insistem em permanecer na configuração politica da cidade. 

Resultado de imagem para arnaldo colaço sao jose de ribamar
FORTALECENDO A CARREIRA POLÍTICA Arnaldo Colaço é mais presente; ele ainda não conseguiu a projeção almejada.
Em coro uníssono e seguindo a rota das eleições anteriores, os pré-candidatos da oposição se repetem mutuamente. Tanto os chamados ‘históricos nomes’, a exemplo do agora peemedebista Júlio Matos, quanto os recentes postulantes oriundos da seara do alpinismo social como o policial Arnaldo Colaço, do PSB. Este último mais presente em Ribamar por conta da projeção que ainda almeja alcançar. 


É dentro dessa atmosfera oportunista, que a oposição ribamarense tenta ainda convencer desavisados com as exauridas falácias de sempre, se agarrando a chavões pasteurizados, inconsistentes e desanuviados. Vale tudo para esconder a ausência de participação no debate público e a visível falta de propostas para o município. 


Das alcovas à caverna- Convivendo nas sombras, grande parte dos oposicionistas foge à discussão de Governabilidade para São José de Ribamar, o que vem sendo percebido pela população como alheamento, irresponsabilidade e individualismo por parte daqueles que miram no município apenas a tomada do poder. A bem da verdade, os nomes até aqui postos como representantes do seguimento sequer residem na cidade, mas, estranhamente, aparecem sempre a época das eleições. 

Resultado de imagem para jota pinto pen

O ecologista Jota Pinto tentou unir a oposição, mas encontrou pré-candidatos politiqueiros e individualistas.  
Ausência total de compromisso com o enfrentamento dos graves e sérios problemas que acometem na atualidade a terceira maior cidade do estado, os pré-candidatos oposicionistas deixam claro a predileção: ao invés de fortalecerem a oposição local rumo à unidade, preferem o fortalecimento pessoal de suas carreiras politicas em São José de Ribamar. Na contramão dessa constatação e destoando de seus pares, o ecologista Jota Pinto tentou empreender um projeto de unificação da oposição, no entanto deu com os burros n’água.  Jota se viu isolado na intenção. 


Não poderia ser diferente.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores