quarta-feira, 6 de julho de 2016
Professora engravida de menino de 13 anos e pode pegar até 25 anos de prisão 
Professora que engravidou de aluno de 13 anos está sendo acusada de abuso sexual infantil, crime que acarreta uma pena mínima de 25 anos de prisão sob a lei do Texas (EUA). Os dois mantinham relações sexuais “quase diárias” e, segundo depoimentos, os pais do garoto aprovaram o namoro

Uma professora de inglês foi presa em Houston, no Texas, Estados Unidos, no último mês, por abuso de menores.

Alexandria Vera, de 24 anos, estava foragida depois de engravidar de um aluno de 13, em um relacionamento que começou em setembro de 2015, de acordo com a polícia. As informações são do site The Independent. 
 

Alexandria dá aula de inglês na Stovall Middle School, em Harris Country e, de acordo com documentos judiciais, o relacionamento entre os dois durou de setembro de 2015 até abril deste ano e as relações sexuais eram “quase diárias”.

Alexandria Vera professora aluno
A professora Alexandria Vera: transando garotos de 13 e pagando 25
Os promotores estão acusando Alexandria pelo crime de abuso sexual infantil, o que acarreta uma pena mínima de 25 anos de prisão sob a lei do Texas.

A professora admitiu o relacionamento quando foi confrontada pelo diretor da escola, mas afirmou que os pais do jovem “aceitaram o relacionamento” e a convidaram para participar de reuniões de família como “namorada do filho”. Ela teria contado sobre a gravidez em janeiro e disse que todos ficaram “muito confortáveis e animados com o bebê”.

De acordo com a polícia, a professora engravidou em janeiro, mas sofreu um aborto um mês depois ao ser interrogada pelos serviços de Proteção à Criança e ao Adolescente sobre o abuso de menor.

Um aluno, que não teve sua identidade revelada, contou a uma rede de TV que, durante a aula, algumas vezes os dois se “agarravam”.

O namoro começou após a professora dar seu número de celular ao estudante para “lembrá-lo de uma tarefa”. Então, o garoto a teria chamado para sair e ela aceitou. Eles foram até a casa da professora e deram um beijo no carro. No outro dia, Alexandria foi até a casa do estudante, pois ele estaria sozinho e lá fizeram sexo pela primeira vez.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO PRAGMATISMO
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE

Jovem empresário, Fernandes é pré-candidato a vereador pelo PSB.  

POR FERNANDO ATALLAIA

DIRETO DA REDAÇÃO

O jovem empresário e membro do PSB ribamarense, Fernando Fernandes pretende concorrer a uma vaga na Câmara de Vereadores de São José de Ribamar pelo bloco de pré-candidatos intitulado 'Frente de Renovação da Câmara de Vereadores de São José de Ribamar'. A Frente reúne cerca de 40 postulantes do mais variados partidos que veem no pleito presente uma possibilidade única de alcançar êxito nas urnas diante do desgaste irreversível de 16 dos 17 vereadores que compõem hoje àquela Casa. 
O pré-candidato a vereador Fernando Fernandes: ''Ribamar precisa urgentemente ser salva, ser resgatada, ser valorizada. O ribamarense precisa voltar a ter orgulho de dizer que é ribamarense e não vergonha como vem acontecendo''
Líder comunitário com forte atuação em bairros como Maiobinha, um dos maiores colégios eleitorais de São José de Ribamar, Fernando Fernandes representa as aspirações de um novo momento politico vivenciado hoje na Balneária, onde a população local discute diuturnamente a realidade social do município com o descontentamento em riste. 


Em contato com a editoria de politica da Agência Baluarte, o pré-candidato socialista afirmou à nossa reportagem que independentemente das eleições que se aproximam, está disposto a colaborar para a governabilidade da cidade a partir de 2017. ''Ribamar precisa urgentemente ser salva, ser resgatada, ser valorizada. O ribamarense precisa voltar a ter orgulho de dizer que é ribamarense e não vergonha como vem acontecendo'', disse Fernandes que segue com a pré-candidatura fortalecida na Sede e Região das Vilas.  
Barbárie na Ilha

POR FERNANDO ATALLAIA

DIRETO DA REDAÇÃO 


Um homem foi linchado nessa quarta-feira (6) no bairro Barreto em São Luís. A imagem registrada por internautas escandalizou a capital maranhense por toda tarde e noite de hoje, provocando centenas de reações contra a violência que vem imperando na extinta Ilha do Amor na atualidade.


Barbárie repetida com os mesmos requintes de crueldade das vezes anteriores, o fato chamou  atenção de turistas para a perda da identidade cultural da capital maranhense- noutros tempos ordeira, pacata e afeita à boa convivência- hoje em pleno retrocesso, despencando para a total vulnerabilidade de sua civilidade em seu próprio território. 


Nas redes sociais, os ludovicenses culparam políticos, gestores e a atual Gestão pela despreocupação com o crescimento da violência e a banalização da vida, realidades que se alastram por todos os bairros de São Luís. Abaixo você ver a imagem do homem brutalmente assassinado. Mais uma tragédia social que vem se tornando comum na Atenas Brasileira. 
IMG-20160706-WA0070
ADEUS ILHA DO AMOR Homem foi linchado no Barreto. Cenas de barbárie entremeadas por perda de identidade cultural



15 países oferecem bolsas de estudo para jovens de até 18 anos
Bolsas de estudo para cursar o ensino médio no exterior são oferecidas a jovens brasileiros pelo United World Colleges. As inscrições estão abertas em 15 nações, incluindo Canadá, EUA, Itália, Alemanha, Índia, Holanda e China. Benefício cobre despesas com alojamento, alimentação, material escolar, aulas e seguro médico

Seu sonho de cursar o ensino médio no exterior pode estar bem próximo de se realizar. Os United World Colleges (UWC)-colégios internacionais localizados em diversos países – estão com inscrições abertas em 15 nações espalhadas pelo mundo, incluindo EUA, Itália, Canadá, Alemanha, Índia, Holanda e China.

Os selecionados para embarcar nessa experiência cultural terão a oportunidade de dividir a sala de aula com alunos de outras 100 nacionalidades.

As bolsas oferecidas pelos UWC são parciais e integrais, concedidas a jovens que tenham entre 15 e 18 anos de idade e estejam no primeiro ou segundo ano do ensino médio. A duração completa do programa pode ser de até 2 anos.

bolsas de estudo estudar fora
Fique tranquilo se você não domina com excelência a língua inglesa: não é necessário conhecimento prévio
O benefício cobre despesas com alojamento, alimentação, material escolar, aulas e seguro médico. Algumas das bolsas ainda incluem uma espécie de mesada para eventuais gastos dos alunos.

Fique tranquilo se você não domina com excelência a língua inglesa: não é necessário conhecimento prévio.

Os interessados devem se inscrever até o dia 26 de agosto por meio deste link. Os estudantes que confirmarem a inscrição até 5 de agosto pagarão uma taxa de inscrição promocional, de R$ 60. Depois dessa data, o valor será de R$ 90.

O processo seletivo é composto por três etapas: após a inscrição e o preenchimento de um formulário de apresentação pessoal, os estudantes realizam provas objetivas (Português, Matemática, Lógica e Conhecimentos Gerais) e uma redação. Na segunda etapa, são entrevistados por ex-alunos das instituições.

Na última fase os candidatos serão submetidos a um período de convivência de três dias, em fevereiro de 2017, em uma chácara. Por lá acontecerão várias dinâmicas de grupo para conhecer melhor cada estudante.

As informações são da Geledés.org

Prefeito de Balsas é acionado por contratações irregulares de servidores

A contratação irregular de servidores pelo Município de Balsas levou o Ministério Público do Maranhão (MPMA) a ajuizar, em 30 de junho, uma Ação Civil Pública por ato de improbidade (ACP) contra o prefeito Luiz Rocha Filho (conhecido como Rochinha).

A ação é de autoria da titular da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca (que atua nas áreas de Defesa da Probidade Administrativa e do Patrimônio Público), Dailma Maria de Melo Brito.

Por meio de processo seletivo, em abril de 2014, o Município realizou contratações temporárias de servidores para diversos cargos, fora das hipóteses previstas pela Lei Municipal nº 922, de 13 de setembro de 2006.

Resultado de imagem para rochinha balsas
Prefeito Rochinha, irmão do senador Roberto Rocha, foi pego mais uma vez em contratações irregulares; Ministério Público entrou com tudo
Pela legislação municipal, as contratações temporárias somente são permitidas em situações de calamidade pública e combate a surtos endêmicos. Em caso de falta de servidores de carreira, é autorizada a contratação de profissionais da área da saúde para o Sistema Único de Saúde do Município e execução de programas e convênios municipais, estaduais e federais; professores e profissionais de recreação.

DESCUMPRIMENTO

Para regularizar a situação, o MPMA propôs, em maio de 2014, um Compromisso de Ajustamento de Conduta (CAC) estabelecendo a extinção até fevereiro de 2015 dos contratos temporários, exceto os de agentes de vigilância epidemiológica. Deveria ser, ainda, realizado concurso público, a ser homologado até o final de 2015.

Devido ao descumprimento, pelo Município, do CAC, uma Ação de Execução, ajuizada, em abril de 2015, estabeleceu a realização, até julho daquele ano, de um concurso público, o que somente ocorreu dois meses depois. A posse dos servidores aprovados e a exoneração de servidores contratados sem concurso deveriam ser efetivadas até janeiro de 2016.

“O prefeito mantém em sua folha de pagamento servidores contratados sem prévia realização de concurso público, ocupando cargos para os quais existem candidatos aprovados”, destaca a promotora na Ação.

Segundo ela, no Município de Balsas existem servidores contratados para cargos para os quais existem candidatos aprovados no concurso público ou que figuram em cadastro de reserva. Também há casos de desvios de função.

“Há, até mesmo, a aberrante situação de pessoas que trabalham no lugar de servidores que residem em outra cidade”, relata Dailma Brito.

Um exemplo é o de uma de auxiliar de serviços gerais concursada, admitida em 2007. Ela chegou a trabalhar durante um ano, mas entrou em férias e não voltou ao emprego, uma vez que não se adaptou a morar em Balsas.

Desde agosto de 2008, sua filha trabalha em seu lugar. O contracheque é emitido em nome da servidora concursada, que transfere o salário para sua filha.


PEDIDOS

Na ação, o MPMA solicita que o prefeito seja condenado ao ressarcimento integral do valor atualizado do dano; à perda da função pública; suspensão dos direitos políticos pelo período de três a cinco anos.

Outras sanções requeridas são a proibição, por três anos, do gestor de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios.
O Ministério Público pede, ainda, a condenação de Luiz Rocha Filho ao pagamento de multa civil de até 100 vezes a remuneração recebida.

O município de Balsas localiza-se a 737km de São Luís.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO MARANHÃO
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 

Wellington propõe Plano Estadual de Cultura do Maranhão 

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) propôs a criação do Plano Estadual de Cultura do Maranhão, através de uma Proposta de Emenda à Constituição Estadual (PEC). O projeto modifica o artigo 227 da Constituição do Estado, a fim de acrescentar um parágrafo prevendo a elaboração, por lei, do Plano Estadual de Cultura.

Ao fundamentar a criação do Plano, Wellington, que é membro da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa, destacou a necessidade de se elaborar uma política cultural para o Maranhão, indo ao encontro do que já foi feito em nível federal.
Resultado de imagem para WELLINGTON E WESLEY SAFADAO
Deputado Wellington resolveu dá um chegar pra lá em Wesley Safadão e abraçar a cultura local
 “O objetivo de nosso projeto de emenda à Constituição é promover a obrigatoriedade de uma Política Cultural para o Estado, assim como está sendo feito em nível federal, através do Plano Nacional de Cultura – PNC, previsto na Constituição Federal. Temos aqui um instrumento de gestão compartilhada de políticas públicas de cultura entre os entes federados e a sociedade civil. Precisamos fortalecer as políticas culturais, ampliando a participação social para promover desenvolvimento, com pleno exercício dos direitos culturais. Por isso, temos a relevância de se criar o Plano Estadual, objetivando garantir a preservação e o enriquecimento daquilo que é identidade de um povo: a cultura”, afirmou Wellington.

PARA ENTENDER O PROJETO:

O Plano Estadual de Cultura será de duração plurianual, visando o desenvolvimento da cultura do Estado e à integração das ações do poder público que conduzem à:
I – defesa e valorização do patrimônio cultural maranhense;
II – produção, promoção e difusão de bens culturais;
III – formação de pessoal qualificado para gestão da cultura em suas múltiplas dimensões;
IV- democratização do acesso aos bens de cultura;
V- valorização da diversidade étnica e regional.


MATÉRIA ENVIADA PELA ASSESSORIA DE IMPRENSA DO DEPUTADO
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores