quinta-feira, 2 de junho de 2016
Diante do esvaziamento de discurso, pré-candidato assumiu de forma clandestina a postura de ‘garoto propaganda’ do governo Flávio Dino em Ribamar.

POR FERNANDO ATALLAIA

DIRETO DA REDAÇÃO

O Governo do Estado do Maranhão não poderia ter um pior representante em São José de Ribamar que não fosse o auto anunciado pré-candidato a prefeito Arnaldo Colaço.

Sem carisma, detentor de debilitada oratória e alvo de críticas por parte de seus próprios amigos e correligionários por sua postura centralizadora e individualista, Arnaldo tenta nas redes sociais fazer às vezes do representante de Flávio Dino na cidade.


Resultado de imagem para arnaldo colaço
Arnaldo Colaço (foto) tenta ludibriar os ribamarenses com a ideia de que representa o Governo no município; ele não passa de apenas um assessor de um escalão invisível
O fato é que até hoje não oficializado como porta-voz de Dino no município-por mais que tenha de forma exaustiva buscado a função do cicerone- Colaço segue de forma clandestina querendo passar a ideia de que representa o Governo em Ribamar. A bem da verdade, ele não passa de um assessor de invisível escalão na estrutura governamental.


Pois bem. Na tarde dessa quinta-feira(02) Arnaldo Colaço usou uma rede social para ‘promover’ a implantação do chamado Viva de Dino. A ação teve efeito contrário e os ribamarenses não perdoaram. O ‘garoto propaganda’ que atua na sombra do reconhecimento governista foi indagado se o tema em questão tratava de mais um ato de politicalha do seu partido, o PSB, em Ribamar.



Os questionamentos dos ribamarenses quanto à postura de Arnaldo Colaço na cidade se devem à sua confusa ideologia partidária. Ele não sabe se paparazza Dino ou se se afirma como pré-candidato. Tenta fazer os dois,  mas tem gerado ampla desconfiança nos moradores do município que também o apontam como oportunista  e explorador do inconsciente popular, quando organiza reuniões para se valorizar politicamente junto ao Palácio, onde geralmente só entra pela porta dos fundos.

E raramente.

Pássaro é interceptado com droga presa na pata em presídio
Um pássaro foi capturado na noite desta quarta-feira (1º) transportando drogas para dentro do Centro de Detenção Provisória (CDP) que faz parte do Complexo Penitenciário de Pedrinhas formado conhecido internacionalmente pelos problemas de segurança gerados por fugas e mortes, e também por ter sido palco de brigas de facções, com presos decapitados.


Pássaro estava com droga presa na pata em presídio do MA (Foto: GEOP/Divulgação)
A ave foi interceptada nas dependências do pátio interno da Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) São Luís 6 (antigo CDP) de Pedrinhas por agentes penitenciários
A ave foi interceptada nas dependências do pátio interno da Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) São Luís 6 (antigo CDP) de Pedrinhas por agentes penitenciários. Os papelotes com substâncias semelhantes à maconha estavam amarrados na pata do pássaro. Além da droga, o pássaro possuía o nome de uma facção criminosa presa no peito e a mensagem “Até a morte”.
Após o recolhimento das drogas a de Segurança Interna (SSI) encaminhou o material apreendido para o Instituto de Criminalística (Icrim) para que sejam feitos os exames toxicológicos.

Pássaro está sendo mantido na unidade prisional, mesmo após ter sido capturado (Foto: GEOP/Divulgação)
Pássaro está sendo mantido na unidade prisional, mesmo após ter sido capturado
Após captura a ave não consegue voar e os agentes penitenciários mantém o animal sob cuidados no presídio.  O caso foi comunicado à Polícia Civil para que sejam apuradas a origem do pássaro e a autoria do ato criminoso, praticado fora dos muros do complexo carcerário.


Em nota enviada, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) confirmou o caso e disse que está tomando as devidas providências. Veja íntegra da nota:


NOTA

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) informa que foi capturado, na noite desta quarta-feira (1º), nas dependências do pátio interno da Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) São Luís 6 (antigo CDP) de Pedrinhas, um pássaro que portava em uma das patas, um papelote de substância semelhante à maconha.



A Supervisão de Segurança Interna (SSI) encaminhou o material apreendido para o Instituto de Criminalística (Icrim) para que sejam feitos os exames toxicológicos de praxe; e comunicou a ocorrência à polícia judiciária para que apure a procedência da ave e, consequentemente, a autoria do ato criminoso, praticado fora dos muros do complexo carcerário.


O Complexo de Pedrinhas é formado por oito unidades em São Luís: Penitenciária de Pedrinhas, Centro de Detenção Provisória (CDP), Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ), Centro de Triagem (CT), Casa de Detenção, Presídio São Luís I e II (PSL I e PSL II) e Centro de Reeducação e Integração Social das Mulheres Apenadas (Crisma) ou Presídio Feminino (PF).
 
AS INFORMAÇÕES SÃO DO REPÓRTER MICHEL SOUSA, DO G1MA
Justiça apreende caminhonete de luxo de filho de Waldir Maranhão


O médico Thiago Augusto Azevedo Maranhão Cardoso, filho do presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), que recebia salário de R$ 7,5 mil mais R$ 800 referentes ao auxílio alimentação do Tribunal de Contas do Maranhão, teve uma Toyota Hilux apreendida nesta quinta-feira (2), no bairro Olho D’água, em São Luís.

Caminhonete de Thiago Maranhão foi apreendida nesta quinta-feira (Foto: Divulgação / Gilberto Leda)

Caminhonete de Thiago Maranhão foi apreendida nesta quinta-feira
A apreensão é resultado da ação popular proposta pelos advogados Pedro Leonel Pinto de Carvalho e Aristóteles Duarte Ribeiro que foi deferida pelo juiz titular da Vara de Interesses Difusos, Douglas Martins.


Resultado de imagem para EDMAR CUTRIM THIAGO MARANHAO
SEM TRABALHAR Thiago Maranhão levava vida boa recebendo pelo Tribunal de Contas
O médico Thiago Maranhão afirmou por meio de uma carta enviada, no último dia 16 de maio, que iria devolver todo o dinheiro recebido enquanto foi funcionário do Tribunal de Contas do Maranhão (TCE-MA), mas não determinou data.
O magistrado acatou parcialmente a ação popular e determinou a indisponibilidade de bens do médico até o limite de R$ 235 mil. “Encontraram apenas R$ 7 mil nas contas dele (Thiago Maranhão). Provavelmente a Hilux não vale R$ 228 mil. Logo, outros bens podem ser apreendidos” afirmou Aristóteles Ribeiro.


Mandado determina ainda a apreensão de outro veículo (Foto: Divulgação / Gilberto Leda)

Mandado determina ainda a apreensão de outro veículo
O mandando de busca e apreensão expedido pelo juiz Douglas Martins determinou a busca e apreensão de dois veículos: além da caminhonete já encontrada, existe um mandado em aberto para uma SW4, supostamente sendo usada em São Paulo. De posse do veículo, a Justiça aguarda que Thiago Maranhão deposite o valor bloqueado, ou bem irá a leilão.


Resultado de imagem para EDMAR CUTRIM THIAGO MARANHAO
O filho de Waldir Maranhão era lotado no gabinete do conselheiro Edmar Cutrim(foto)
O médico Thiago Augusto Azevedo Maranhão Cardoso, filho do presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), enviou uma carta que irá devolver todo o dinheiro recebido enquanto foi funcionário do Tribunal de Contas do Maranhão (TCE-MA).


AS INFORMAÇÕES SÃO DO G1MA
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE
Deputado fez ‘média’ ininterrupta para alcançar o objetivo politiqueiro de figurar bem nas pesquisas para prefeito.
 
POR FERNANDO ATALLAIA
EDITOR-CHEFE DA AGÊNCIA BALUARTE
 
O deputado Wellington do Curso conseguiu o que queria. O palco midiático armado por ele e cupinchas ao longo dos últimos 12 meses já começa a dar frutos.
 
Bem colocado nas pesquisas para prefeito de São Luís, Wellington que começou a trajetória politica alternando-se entre a função de operador de cursinho e fã-patrocinador do cantor de ‘alta qualidade cultural’ Wesley Safadão, até bem pouco tempo ainda era visto formando currais em sua própria empresa para chegar aonde chegou.

Resultado de imagem para wellington do curso
MEDO DE VOLTAR À SALA DE AULA O deputado Wellington do Curso: objetivo sendo conquistado
De lá para cá foi um pulo. Mídia encabrestada acionada 24h , Wellington que preferiu esquecer o sobrenome para substitui-lo pela alcunha apelativo-politicalha de ‘do Curso’, foi o deputado mais presente no noticiário local. Uma autopromoção que chamava atenção de desavisados, incautos e analistas políticos. Estes últimos, sabedores da intenção do professor: concorrer a prefeitura diante de um agonizante Edivaldo Holanda Júnior.
 
A corrida pela cadeira do prefeito (igualmente midiático) encontra na péssima gestão de Holanda (projeto falido de Flávio Dino) boa vantagem e espaço livre na olimpíada pelo poder na capital maranhense. Wellington não representa o novo nem tampouco a diferença de seus concorrentes, mas tem a capacidade inerente aos políticos imediatistas/midiáticos de convencer um eleitorado que não cansa de ser enganado.
 
Assim como Elisiane Gama, Fábio Câmara, Bira do Pindaré e o próprio Holanda Júnior todos os esforços de Do Curso são para não voltar à sala de aula. À origem distante do poder. Continuar a caminhar rumo aos projetos políticos maiores. Com o claro objetivo de crescimento pessoal na visão do homem bem sucedido. Para isso ele conta com o apoio de parte da imprensa-realease que também alimenta o sonho de ascender social e economicamente em detrimento do interesse público.
 
E é assim que é.


Nº de visitas

Confira a Hora Certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores