sábado, 21 de maio de 2016
Presença de adolescentes nas ações criminosas escancaram um Governo indiferente à realidade dos jovens maranhenses.

POR FERNANDO ATALLAIA

DIRETO DA REDAÇÃO


Os últimos ataques a ônibus na Grande São Luís que resultaram na paralisação de parte da frota e no pavor generalizado da população, escancarou um Governo alheio e indiferente à realidade dos jovens maranhenses. Entre os agentes da barbárie, constavam seis adolescentes.  

Resultado de imagem para tatiana pereira juventude  flavio dino

GANHANDO PRA NÃO FAZER NADA A titular da Secretaria de Juventude, Tatiana Pereira: alto salário em descompasso com a realidade dos adolescentes
Provenientes de comunidades pobres, carentes e miseráveis da Ilha, o ingresso dos jovens no mundo do crime tem sido cada vez mais frequente diante da total ausência de politicas públicas voltadas para o segmento. Tanto as Prefeituras da região quanto o Governo do Estado, mesmo apresentando em seu organograma administrativo secretarias destinadas ao setor, estas estão a funcionar apenas no plano invisível. Na maioria das vezes desempenhando o papel de armazenadoras de aliados políticos de campanha.

A reportagem da Agência de Notícias Baluarte e os profissionais que fazem o blog ANB Online estiveram presentes nos últimos dois dias em várias localidades abandonadas da Grande São Luís e o que se vê é uma paisagem semelhante: falta a presença do Estado, Saúde, Educação, Cultura e até comida em muitas delas. Os moradores estão desassistidos em todas as áreas da Gestão pública.
Resultado de imagem para FRANCISCO GONÇALVES FLAVIO DINO

O secretário de Direitos Humanos de Flávio, Francisco Gonçalves: pasta invisível para uma conjuntura social preocupante e estarrecedora
Não bastasse essa crua e nefasta realidade, por outro lado o Governo parece não se importar com os jovens espalhados e sem perspectiva que povoam essas áreas. Politica de combate ao crime, sem levar em conta a prevenção e a implementação de programas e projetos sociais, Flávio Dino e os gestores da Ilha devotam grande parte do tempo às preocupações puramente politicas, eleitoreiras. O pedido do auxilio da Força de Segurança Nacional pelo governador na manhã deste sábado (21) revela que a administração comunista lança mão do mesmo expediente das gestões anteriores, com apelos paliativos que nada tem a ver com os problemas estruturais da Segurança, muitos dos quais com raízes fundas na falta de oportunidades e no desemprego que destroça as famílias da Região Metropolitana.

Resultado de imagem para flavio dino com roseana sarney
Flávio com Roseana: ele era uma farsa
Mesmo conceito-Operando na lógica do ‘tem que acontecer para poder agir’, o governo Flávio vem repetindo os de Roseana Sarney há 17 meses. Ano passado no episódio de violência que evidenciou a miséria social que devasta o bairro Coroadinho, o titular da Secretaria de Segurança, Jeferson Portela, posou de herói num morro da localidade após os assassinatos registrados. Na tarde de hoje, não foi diferente: Jeferson manteve a ‘’postura combativa’’ e a fotografia midiática em resposta aos ataques.

Chamando atenção para a invisibilidade de pastas como Juventude e Direitos Humanos, a atuação do Governo segue espetacularizada por falsas sensações de tranquilidade que quer passar aos maranhenses. No dia a dia dos habitantes da Grande Ilha, deficiências as mais gritantes, abandono, descaso e desprezo pela reivindicação pública é a regra. Os adolescentes participaram dos atentados aos ônibus dessa vez. Flávio Dino e secretariado, em contrapartida, estavam ocupados com o twitter.


Como é de praxe.  
Seminário vinha sendo realizado com sucesso pelo PSDB local
Nova fase é aguardada pelos ribamarenses que compareceram às edições iniciais e pelos que ainda não foram.


POR FERNANDO ATALLAIA

DIRETO DA REDAÇÃO
 

Se depender do presidente do PSDB ribamarense e pré-candidato a prefeito Luis Fernando Silva, a população da cidade balneária terá em mãos, em breve, um organograma completo com as principais reivindicações e demandas a serem atendidas na próxima administração pelo gestor eleitor nas eleições de outubro.

Tudo porque os Seminários Planeja em sua fase inicial conseguiram captar, além dos anseios dos ribamarenses, uma vasto mosaico de ideias, sugestões e propostas formuladas pelos próprios munícipes que compareceram ao evento. Ribamarenses que residem em outras capitais do país também avalizaram como positiva a iniciativa do tucano para o município.

Comunidade tem participado ativamente nos seminários
Planeja reúne centenas de ribamarenses na cidade balneária; munícipes aguardam ansiosos pelas próximas edições

Agora passados 15 dias da última edição realizada, em São José de Ribamar a população já aguarda ansiosa pelo retorno do seminário e cobra a continuação.

Os próximos Planeja, segundo informou a coordenação do evento, serão voltados para as categorias trabalhistas e setores sociais existentes na cidade. Uma forma de contemplar os profissionais que atuam nas mais diferentes frentes de trabalho em Ribamar.





O ex-prefeito e pré-candidato Luis Fernando: cobrança dos ribamarenses para realização de novos seminários







Nos últimos seis anos, muitas dessas categorias tiveram que recorrer à Imprensa e à Justiça para obter seus direitos negados pelo Governo municipal. O funcionalismo público, por exemplo, foi alvo de retaliações por parte da Prefeitura em várias ocasiões.

Os seminários Planeja buscam aprofundar a discussão nesse particular, a partir dos desabafos e  proposições daqueles que vem sofrendo dificuldades para desempenhar suas funções no município com estabilidade e segurança institucional. Trabalhadores rurais, empresários, professores, funcionários públicos, gente ligada ao terceiro setor e artistas locais não veem a hora de participar.

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB